BCE chumba 8 dos novos administradores da Caixa

João Carvalho / wikimedia

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

O Banco Central Europeu aprovou os 11 nomes propostos pelo Governo para o Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos, mas rejeitou outros oito por excederem o limite de cargos em órgãos sociais de outras sociedades.

Segundo um comunicado do ministério das Finanças, o Banco Central Europeu (BCE) aprovou a estrutura de governação do banco proposta pelo Governo que integra um Conselho de Administração alargado

Os administradores não executivos terão funções de controlo da Comissão Executiva através de Comissões Especializadas e um Conselho Fiscal, com funções de fiscalização e que terá assento, por inerência, na Comissão de Auditoria e Controlo Interno.

O BCE atestou ainda a “adequação e a idoneidade de sete administradores-executivos propostos, de quatro administradores não-executivos e dos quatro membros do Conselho Fiscal”.

António Domingues, o nome proposto para Presidente do Conselho de Administração e da Comissão Executiva, poderá acumular estas funções, mas apenas por um período de seis meses “que o Governo utilizará para analisar” a questão com o Banco de Portugal e com o BCE.

Oito dos administradores não-executivos foram reprovados por excederem o limite do número de funções desempenhadas em órgãos sociais de outras sociedades previsto no Regime Geral das Instituições de Crédito e das Sociedades Financeiras (RGICSF).

Entre os administradores cujos nomes foram reprovados, encontram-se Leonor Beleza, actual presidente da Fundação Champalimaud, Carlos Tavares, actual presidente do grupo PSA Peugeot Citroën, e Ângelo Paupério, co-presidente executivo da Sonae.

Segundo o Governo, “o processo de conformidade levaria a uma maior morosidade do processo de nomeação”.

“A nomeação dos restantes administradores não-executivos será feita num curto espaço de tempo já que não houve sobre estes qualquer objeção relativamente à adequação ou idoneidade, nem foram identificados quaisquer conflitos de interesses impeditivos”, acrescenta o comunicado das Finanças.

Entretanto, já esta manhã, o governo fez saber que vai alterar a lei bancária para “recuperar alguns” dos nomes rejeitados pelo Banco Central Europeu para a administração da Caixa.

“Vamos alinhar o Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras com a diretiva e isso resolve grande parte do problema”, revela Mourinho Félix, secretário de Estado do Tesouro e Finanças, em declarações ao Negócios.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se estão chumbados. .. Estão chumbados! Não é necessário paternalismo! O BCE devia apresentar alternativa ou então quem propôs esses nomes estava a dormir e desconhecida as regras? Deveriam passar a ser empregados do próprio BCE isso sim!

  2. O que é mesmo giro e curioso nisto tudo é que o BCE atesta a idoneidade de 11 administradores e rejeita 8. Mais giro ainda é que nos rejeitados é tudo chulagem do PSD ( será que o BCE entende que não são idoneos? ). A direitalha não vale mesmo um kú! E depois ainda falam dos “xuxas”.

  3. Ó Zé,
    Como sabes quem nomeia os Administradores é o Governo.
    Então não percebes que é o repartir o o partir para que ninguém levante ondas?
    Abre os OLHINHOS.
    É por este tipo de comentários que fazem o que querem, e bem, o POVO é ignorante, e assim se deve manter.

  4. Pois, é o governo que nomeia. Numa lógica que já existe há largos anos, as administrações da CGD são nomeadas pelo governo (neste caso PS) e, nessas nomeações têm que estar incluídos administradores do PSD (são sugeridos pelo próprio partido), isso faz parte de um acordo entre as forças políticas dominantes. Pelos vistos não sabias ó utópico. Provavelmente mantiveste-te voluntáriamente na ignorância.
    Se leres a notícia vais perceber que os excluídos pelo BCE, curiosamente, foram os “administradores” sugeridos pelo PSD. E foi apenas isto que eu disse. Facil de entender não?

  5. Ó ZÉ DOS ANZÓIS. Quem parece ter estado na ignorância (e muito tempo) foste tu. Parece que ainda por lá andas. Não percebes patavina de nada e atiras baboseiras umas atrás das outras. Abre os olhos. Não é nada do que dizes. Neste país há uma lei… que o governo parece desconhecer. Informa-te antes de escrever.

    • Andas mesmo à nora ó ZÉ DAS ISCAS. Deves perceber mesmo é de iscas e depois, nos intervalos, vens mandar para aqui uns bitates, que são pra gente se rir.
      Efectivamente, não sei tudo mas, já que o que eu disse foi “baboseira” na tua “sábia” opinião, então esclarece lá a malta…

RESPONDER

Ministério Público contratou ex-agente da PJ para analisar contas da Operação Tutti Frutti

As contas do caso Tutti-Frutti foram entregues a Edígio Cardoso, antigo diretor da Unidade de Perícia Financeira e Contabilística (UPFC) da Polícia Judiciária, reformado há mais de um ano. A investigação do caso Tutti-Frutti iniciou-se em …

Reconstruções em Pedrógão. Gulbenkian exige indemnização de meio milhão por suspeita de ilegalidades

A Fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de euros por ilegalidades na reconstrução de casas de Pedrógão. Estão em causa cinco habitações. A fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de …

Austrália. Depois dos incêndios, chega o granizo (e já está a provocar estragos)

A Austrália está a recuperar dos enormes incêndios dos últimos meses. No entanto, a costa oriental do país debate-se agora com chuvas intensas que tem provocado inúmeras inundações. As fortes chuvas que caíram esta segunda-feira proporcionaram …

Taxa sobre produtos poluentes rendeu 200 milhões em dois anos

A taxa aplicada sobre produtos poluentes - plástico, cartão, embalagens de vidro, entre outros -, rendeu ao Estado português 199,6 milhões de euros em dois anos, avança o Jornal de Notícias esta segunda-feira. O valor, arrecadado …

"Mito sem sentido". Santos Silva rejeita que Portugal seja "amigo especial" da China

O ministro dos Negócios Estrangeiros rejeitou, em entrevista ao Financial Times, que Portugal esteja a desenvolver uma dependência problemática relativamente à China. É um "mito sem sentido", defendeu Augusto Santos Silva. O governante falou ao …

Justiça espanhola liga ex-ministro a alegado caso de corrupção. António Vitorino nega

A Justiça espanhola diz que o ex-ministro socialista se terá apropriado de 35 milhões de euros da petrolífera estatal venezuelana PDVSA. António Vitorino nega. A justiça espanhola alega que uma sociedade de António Vitorino, antigo ministro …

Há um obstáculo que pode travar a primeira condenação de Salgado

Ricardo Salgado foi condenado a pagar 4 milhões de euros e proibido de ser banqueiro nos próximos dez anos. No entanto, ainda há um último obstáculo que pode travar a sua condenação. O Tribunal Constitucional rejeitou …

Diplomatas portugueses salvaram entre 60 mil e 80 mil vidas durante a II Guerra Mundial

Os diplomatas portugueses terão salvo entre 60 mil a 80 mil refugiados do regime nazi, maioritariamente judeus, durante o período da II Guerra Mundial, estimou a historiadora Irene Flunser Pimentel em entrevista à agência Lusa. Além …

"Absolutamente determinantes." Autárquicas de 2021 vão ser a prova de fogo de Rui Rio

Rui Rio foi reeleito presidente do PSD este sábado, mas tem pela frente vários desafios. O maior deles todos serão as autárquicas de 2021 que vão ditar muito do seu futuro político.  Rui Rio mostrou-se disponível …

Deputados do PS querem reabrir linha do Tâmega

Os deputados do PS do distrito do Porto querem que a linha do Tâmega, que fazia a ligação ferroviária entre Livração, em Marco de Canaveses, e Amarante, como existia até março de 2009, seja reaberta …