BCE chumba 8 dos novos administradores da Caixa

João Carvalho / wikimedia

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

Edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos, CGD

O Banco Central Europeu aprovou os 11 nomes propostos pelo Governo para o Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos, mas rejeitou outros oito por excederem o limite de cargos em órgãos sociais de outras sociedades.

Segundo um comunicado do ministério das Finanças, o Banco Central Europeu (BCE) aprovou a estrutura de governação do banco proposta pelo Governo que integra um Conselho de Administração alargado

Os administradores não executivos terão funções de controlo da Comissão Executiva através de Comissões Especializadas e um Conselho Fiscal, com funções de fiscalização e que terá assento, por inerência, na Comissão de Auditoria e Controlo Interno.

O BCE atestou ainda a “adequação e a idoneidade de sete administradores-executivos propostos, de quatro administradores não-executivos e dos quatro membros do Conselho Fiscal”.

António Domingues, o nome proposto para Presidente do Conselho de Administração e da Comissão Executiva, poderá acumular estas funções, mas apenas por um período de seis meses “que o Governo utilizará para analisar” a questão com o Banco de Portugal e com o BCE.

Oito dos administradores não-executivos foram reprovados por excederem o limite do número de funções desempenhadas em órgãos sociais de outras sociedades previsto no Regime Geral das Instituições de Crédito e das Sociedades Financeiras (RGICSF).

Entre os administradores cujos nomes foram reprovados, encontram-se Leonor Beleza, actual presidente da Fundação Champalimaud, Carlos Tavares, actual presidente do grupo PSA Peugeot Citroën, e Ângelo Paupério, co-presidente executivo da Sonae.

Segundo o Governo, “o processo de conformidade levaria a uma maior morosidade do processo de nomeação”.

“A nomeação dos restantes administradores não-executivos será feita num curto espaço de tempo já que não houve sobre estes qualquer objeção relativamente à adequação ou idoneidade, nem foram identificados quaisquer conflitos de interesses impeditivos”, acrescenta o comunicado das Finanças.

Entretanto, já esta manhã, o governo fez saber que vai alterar a lei bancária para “recuperar alguns” dos nomes rejeitados pelo Banco Central Europeu para a administração da Caixa.

“Vamos alinhar o Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras com a diretiva e isso resolve grande parte do problema”, revela Mourinho Félix, secretário de Estado do Tesouro e Finanças, em declarações ao Negócios.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se estão chumbados. .. Estão chumbados! Não é necessário paternalismo! O BCE devia apresentar alternativa ou então quem propôs esses nomes estava a dormir e desconhecida as regras? Deveriam passar a ser empregados do próprio BCE isso sim!

  2. O que é mesmo giro e curioso nisto tudo é que o BCE atesta a idoneidade de 11 administradores e rejeita 8. Mais giro ainda é que nos rejeitados é tudo chulagem do PSD ( será que o BCE entende que não são idoneos? ). A direitalha não vale mesmo um kú! E depois ainda falam dos “xuxas”.

  3. Ó Zé,
    Como sabes quem nomeia os Administradores é o Governo.
    Então não percebes que é o repartir o o partir para que ninguém levante ondas?
    Abre os OLHINHOS.
    É por este tipo de comentários que fazem o que querem, e bem, o POVO é ignorante, e assim se deve manter.

  4. Pois, é o governo que nomeia. Numa lógica que já existe há largos anos, as administrações da CGD são nomeadas pelo governo (neste caso PS) e, nessas nomeações têm que estar incluídos administradores do PSD (são sugeridos pelo próprio partido), isso faz parte de um acordo entre as forças políticas dominantes. Pelos vistos não sabias ó utópico. Provavelmente mantiveste-te voluntáriamente na ignorância.
    Se leres a notícia vais perceber que os excluídos pelo BCE, curiosamente, foram os “administradores” sugeridos pelo PSD. E foi apenas isto que eu disse. Facil de entender não?

  5. Ó ZÉ DOS ANZÓIS. Quem parece ter estado na ignorância (e muito tempo) foste tu. Parece que ainda por lá andas. Não percebes patavina de nada e atiras baboseiras umas atrás das outras. Abre os olhos. Não é nada do que dizes. Neste país há uma lei… que o governo parece desconhecer. Informa-te antes de escrever.

    • Andas mesmo à nora ó ZÉ DAS ISCAS. Deves perceber mesmo é de iscas e depois, nos intervalos, vens mandar para aqui uns bitates, que são pra gente se rir.
      Efectivamente, não sei tudo mas, já que o que eu disse foi “baboseira” na tua “sábia” opinião, então esclarece lá a malta…

RESPONDER

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …

"Mário Centeno está a perder influência no Governo". Os (maus) sinais para o Orçamento de Estado 2020

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 [OE 2020] vai ser apresentada daqui a uma semana e alguns economistas antecipam os riscos do documento, falando de uma "situação potencialmente perigosa para as contas públicas" …