Governo regional vai processar a TAP por “sabotar” a Madeira

Manuel de Almeida / Lusa

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

O Governo da região autónoma da Madeira vai processar a TAP por danos na economia regional causados pelos cancelamentos e atrasos nos voos com origem e destino na Madeira.

Miguel Albuquerque, chefe do executivo madeirense, avançou com esta possibilidade esta terça-feira, numa cerimónia com responsáveis hoteleiros. Esta quarta-feira, confirmou ao jornal Público que o Governo já contactou um escritório de advocacia para iniciar o processo contra a companhia aérea TAP.

“Vamos avançar judicialmente contra a TAP, reclamando uma indemnização pelos elevados prejuízos à economia madeirense“, afirmou Miguel Albuquerque, contabilizando mais de 70 voos cancelados desde o início do ano, que afetaram “deliberadamente” cerca de 10 mil passageiros para a Madeira.

Para o líder do Governo regional, os voos cancelados para a Madeira são uma estratégia da companhia, dado que, explica, sai mais barato cancelar voos para o arquipélago, dada a distância entre os aeroportos, do que para outros destinos europeus. “É uma vergonha a forma como a TAP tem tratado os madeirenses e prejudicado a nossa economia nos últimos meses.”

A companhia aérea nacional “insiste em sabotar a economia regional”, sobretudo “numa altura em que a Madeira é eleita pelo quinto ano consecutivo como Melhor Destino Insular Europeu”, aponta Albuquerque, sublinhando que 80% dos turistas chegam ao arquipélago por via aérea.

Os cancelamentos levam os turistas a passar os dias de férias nos aeroportos e a perder ligações, fatores que pesam na escolha do destino de férias.

Segundo Miguel Albuquerque, a TAP, como companhia nacional, deveria ter mais atenção à Madeira. No entanto, acontece o oposto. “A TAP, com uma política de preços em que pratica tarifas pornográficas para a Madeira e muito baratas para outros destinos concorrentes, está a promover a concorrência”, denuncia.

O presidente do governo regional diz ainda que o Governo regional já alertou o Governo para esta problemática, mas tanto o primeiro-ministro como o ministro das Infraestruturas “preferem assobiar para o lado“.

Se o tratamento dado pela TAP à Madeira é uma “vergonha”, a passividade com que Lisboa assiste a este problema não é menos vergonhosa. “A forma como Estado português, que é sócio maioritário da TAP, se tem comportado, demonstra que não tem a mínima preocupação nem com a Madeira, nem com os madeirenses”, diz Albuquerque.

“A TAP está com rédea livre, e a administração acha que pode fazer o que quiser”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mas a TAP é a única Cª Aerea que pode voar para a Madeira?
    Se a TAP não serve, virem-se para as EasyJet, Vueling, SATA, Air Europe, Transavia, etc.

    Pode ser que estas Cªs consigam aterrar no Funchal quando há vento, coisa que a TAP não consegue.

    Até parece qua a TAP é a única que conhece a rota de Lisboa para o FUnchal !!!

    • Pois, mas è a TAP que tem a propriedade das rotas; não pode chegar qualquer uma e começar a voar para a Madeira por sua ‘alta iniciativa’. (por um lado, infelizmente; a concorrência ensina muita coisa)

  2. E já agora ponham os preços das viagens para os Açores ao mesmo nível que os que vão para a Madeira. Há que haver concorrência leal 🙂

RESPONDER

Petição para reescrever a 8.ª temporada de A Guerra dos Tronos "é uma falta de respeito"

A atriz britânica Sophie Turner, que interpretou Sansa Stark na A Guerra dos Tronos, considerou uma "falta de respeito" o pedido dos fãs para que a última temporada da série fosse reescrita.  A iniciativa levada …

Festival de música na Escócia proíbe uso de telemóveis

O festival de música FLY Open Air, que se realizou no passado fim-de-semana, proibiu o uso de telemóveis por parte do público. O objetivo é evitar que os fanáticos pelas redes sociais estraguem o concerto …

Jovem portuguesa morre em Benidorm após atropelamento

Uma jovem de nacionalidade portuguesa com idade entre 25 e 30 anos e de identidade ainda desconhecida, morreu na noite desta terça-feira atropelada por um autocarro numa rua movimentada de Benidorm, Espanha, noticia a comunicação …

Matosinhos fecha mais uma escola. Já encerraram quase duas dezenas desde 2005

A Escola Básica da Portela, em Matosinhos, vai encerrar no final deste ano letivo pelo facto de a sua população escolar estar a diminuir “significativamente”, adiantou o vereador da Educação. Desde 2005, já fecharam quase …

Zona da Torre Eiffel vai ser quase toda pedonal a partir de 2024

A zona da Torre Eiffel será devolvida aos peões e transformada numa zona verde até 2024, anunciou a autarca de Paris durante a apresentação do projeto de reabilitação, projetado por uma arquiteta paisagista norte-americana. "Temos realmente …

Campeã olímpica e mundial de natação termina carreira aos 22 anos

O anúncio acontece depois de a Federação Lituana de Natação ter indicado que Meilutyte enfrentava uma sanção de um a dois anos de suspensão, por ter falhado três controlos antidoping. A nadadora lituana Ruta Meilutyte, que …

Sérgio Conceição é multado em 287 euros e escapa a suspensão

O treinador do FC Porto não foi alvo de suspensão (e poderá estar no sábado no banco da final da Taça de Portugal), mas foi multado em 287 euros e ser-lhe-á instaurado um processo disciplinar. O …

Áustria pode ficar sem Governo. Chanceler enfrenta moção de censura

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, vai enfrentar na segunda-feira uma moção de censura no Parlamento na sequência do escândalo do vídeo que envolveu o seu antigo parceiro de coligação, o partido de extrema-direita FPÖ. Kurz arrisca …

Deco alerta: Há slime à venda que é perigoso para as crianças

A Deco alertou esta quarta-feira que há à venda ‘slime’, uma massa de modelar viscosa, que é perigosa para as crianças, tendo já denunciado a situação à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE). O alerta …

Portugal está "a viver de água que não tem"

A Associação Natureza Portugal, representante do Fundo Mundial para a Natureza (ANP/WWF), alertou que o país “está a viver além da água que tem” e apresenta recomendações aos políticos, empresas e cidadãos para inverter a …