Governo altera lei para facilitar uso de drones por parte da polícia

O Governo vai alterar a lei para tornar mais fácil o uso de drones e de câmaras portáteis pelas forças de segurança. Os pedidos de vigilância com recurso a drones obtêm recorrentemente pareceres negativos da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

De acordo com a edição deste domingo do Jornal de Notícias, o Governo prepara-se para alterar a lei que regula o uso de câmaras de vídeo pelas forças de segurança para facilitar o recurso a drones.

O diário cita fonte oficial do Ministério da Administração Interna e escreve que a mudança na lei surge na sequência de um descontentamento generalizado entre as polícias perante a inadequação da lei aprovada em 2005, que não enquadra o uso dos drones.

Atualmente, é mais fácil para um privado obter uma autorização para captar imagens através de um drone do que para as autoridades, uma vez que o recurso a drones por particulares está sujeito a um pedido de autorização à Força Aérea Portuguesa, que é quase sempre aceite.

Desde 2017, já foram emitidas quase 80 mil autorizações para este efeito, a uma média de 97 por dia.

No entanto, a lei determina que sempre que as autoridades querem usar uma câmara de vídeo, têm de solicitar um parecer positivo à Comissão Nacional de Proteção de Dados. No entanto, este organismo adiantou ao JN que não há um “enquadramento legal” que permita aprovar este uso.

Nos últimos anos, as forças de segurança só foram autorizadas a usar drones em situações excecionais e, mesmo assim, sempre sem autorização para gravar as imagens. Por este motivo, a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia tem reclamado a necessidade de flexibilizar o recurso a drones por parte das autoridades.

O Ministério da Administração Interna confirmou ao diário que está “a preparar uma proposta de revisão do quadro legal existente, nomeadamente a alteração da Lei n.º 1/2005”, de modo a fazer “melhorias” e, assim, facilitar o uso de câmaras pelas autoridades.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dizer que MAI autorizou festejos do Sporting é "delírio"

Esta sexta-feira, no Funchal, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, voltou a distanciar-se do modelo adotado pelo Sporting para os festejos do campeonato. Os festejos do Sporting, do passado dia 11 de maio, não cumpriram …

"Não tem emenda." PSD e Bloco de Esquerda criticam relatório do Novo Banco

O Bloco de Esquerda defende que a versão entregue do relatório da comissão do Novo Banco, redigida por um deputado do PS, tem uma "parcialidade evidente" a favor do Governo. O PSD diz que "não …

Frederico Morais falha Jogos Olímpicos. Testou positivo à covid-19

O português Frederico Morais vai falhar a estreia do surf nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, por estar infetado pelo novo coronavírus, informou esta sexta-feira o Comité Olímpico de Portugal (COP). O surfista natural de Cascais, de 29 …

Governo propõe que todas as freguesias possam ter pelo menos um autarca a meio tempo

O Governo aprovou uma proposta para que todas as freguesias do país possam ter um autarca a meio tempo independentemente da sua dimensão, anunciou esta sexta-feira a ministra da Modernização do Estado, que tutela as …

Espanha vai administrar terceira dose da vacina

Espanha anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose da vacina contra a covid-19, embora ainda não haja data prevista. Carolina Darias, ministra da Saúde espanhola, anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose …

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …

UGT dispara contra o Governo. "Exemplo vem sempre de quem está no topo"

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, a UGT criticou a atitude de vários ministros, a destruição de milhares de postos de trabalho durante a pandemia e alertou para a suspeita de existir cartelização entre os grandes …

Greve de fome de 470 pessoas em Bruxelas termina 60 dias depois

Em Bruxelas, mais de 470 pessoas deram por terminada uma greve de fome que durou dois meses. O governo belga disse que não pode ceder a chantagens e saudou a boa decisão. Nos últimos dois meses …

Estados Unidos anunciam novas sanções a Cuba. “É apenas o início”

Sanções dos Estados Unidos a Cuba têm como objetivo castigar “os indivíduos responsáveis pela opressão da população cubana”. Ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, numa reação, fala em medidas "sem fundamento e caluniosas" e pede que …