Governo anuncia mudanças nas reformas antecipadas

O ministro anunciou que os contribuintes vão poder ter a oportunidade de pensar duas vezes antes de oficializarem o pedido de reforma antecipada.

As mudanças foram anunciadas esta quarta-feira por Vieira da Silva, ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, em entrevista à SIC Notícias.

O Governo vai alterar as regras de acesso à reforma antecipada, uma vez que as que estão em vigor acabam, muitas vezes, por prejudicar os contribuintes, revelou o ministro, citado pelo jornal Expresso.

Segundo Vieira da Silva, que deu uma entrevista ao programa “Negócios da Semana”, vai ser dada a oportunidade ao contribuinte de “pensar duas vezes” antes de pedir a pré-reforma.

“Ao contrário do que se passava até agora, em que quando a pessoa pedia a reforma e ela lhe era atribuída, a pessoa tinha que se reformar; agora, o Estado vai sempre informar a pessoa de que: ‘olhe, a sua pensão é esta, quer manter o pedido de reforma?’ Isto no caso das pensões antecipadas”, explicou.

“Ou seja, [o Executivo] dará à pessoa uma oportunidade de pensar duas vezes antes de embarcar numa solução que pode parecer interessante do ponto de vista do curto prazo, mas que tem atrás de si cortes que podem chegar a 50% do valor da pensão, que a pessoa poderia ter direitos se permanecesse mais tempo no mercado do trabalho”, acrescentou.

De acordo com o Público, o Governo vai alterar este processo, tendo o interessado 30 dias para manifestar intenção de seguir com o pedido de reforma antecipada, depois de ser notificado do valor da pensão que vai receber.

Desta forma, a pré-reforma só avança perante uma resposta do contribuinte. Caso não responda, o processo é arquivado.

Esta é uma situação bastante diferente da atual, já que depois de um trabalhador receber a carta da Segurança Social, tem dez dias para responder. Caso não o faça, o processo segue e a reforma é processada.

O ministro garantiu ainda que os trabalhadores com uma carreira contributiva mais longa serão menos penalizados relativamente aos cortes no caso desta reforma antecipada, considerando que o modelo atual é “extremamente penalizador”.

“Há pessoas que, em Portugal, têm carreiras contributivas que se aproximam dos 50 anos. Ora, essas pessoas não devem ser obrigadas a trabalhar até aos 66 anos”, justificou.

Vieira da Silva quis deixar ainda bem claro que os cortes nas pensões serão inferiores ao que era proposto pelo anterior Governo, dizendo que o aumento do rendimento dos pensionistas deverá ser “sensivelmente o dobro”.

Apesar disso, o ministro alerta de que ainda não “há dinheiro para tudo” e que o atual Executivo tem bem noção da realidade que o país enfrenta.

“Não entrámos em delírio como alguns parecem pensar”, sublinhando que “as mudanças estão a ser feitas com cuidado, prudência e progressividade e não com radicalismos”.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …