Governador de Nova Iorque “reescreveu relatório” para esconder mortes em lares

 

Justin Lane / EPA

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo (C), com o “mayor” Bill de Blasio (3ºD)

Assistentes do governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, terão reescrito um relatório das autoridades de saúde locais, no verão de 2020, que apontava para um número de mortes por covid-19 nos lares de idosos muito superior ao oficial naquela altura.

Segundo revelou o New York Times, citado esta sexta-feira pelo Público, o relatório do Departamento de Saúde de Nova Iorque – que terá sofrido a intervenção da equipa do governador – foi concluído em julho de 2020 e seria publicado quatro dias antes de Cuomo anunciar que estava a escrever um livro sobre a sua gestão da pandemia.

O jornal avançou que, em junho, o número de mortes por covid-19 nos lares de idosos do estado de Nova Iorque ultrapassava os 9000, muito acima de qualquer outro estado norte-americano. “Os assistentes de Cuomo reescreveram o relatório para retirar esse número”, indicou o jornal norte-americano.

O New York Times escreveu que essa intervenção é um reflexo “dos extremos a que Cuomo chegou, no meio de uma pandemia, para controlar a publicação de informação, desvalorizar os conselhos dos especialistas em saúde pública e reforçar a sua posição como líder nacional na luta contra o coronavírus”.

No início da pandemia, Cuomo decretou que os lares de idosos tinham de receber de volta os utentes com testes positivos, decisão criticada na altura. Contudo, o relatório da procuradoria-geral, de janeiro, não encontrou provas de que o número de mortes nos lares tenha subido por causa dessa decisão, que obedecia a uma diretiva federal.

No entanto, ao contrário do que aconteceu noutros estados, Nova Iorque contabilizou como mortes nos hospitais os óbitos de idosos infetados nos lares.

Embora governador tenha afirmado que a decisão de não divulgar de imediato os números ao pormenor deveu-se ao receio de que a Administração Trump usasse os dados para abrir uma investigação com motivações políticas, a cronologia dos acontecimentos noticiada pelo New York Times mostrou que a sua equipa começou a “esconder os números” meses antes dos primeiros pedidos de divulgação por parte do Departamento de Justiça dos EUA.

Na última semana, três mulheres – incluindo duas das suas ex-assistentes – acusaram Cuomo de assédio sexual e de perseguição no local de trabalho.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. As máscaras estão caindo e vão cair muito mais, tem muita coisa mal contada, muita sincronia de cima para baixo na pirâmide entre eles. Só dar um investigada melhor que vai ver que nesse jogo muitas peças não se encaixam.

    Tem responsalilizar a todos, porque quem está pagando é a população e quem está na ponta, medicos, enfermeiros, faxineiros, etc..

RESPONDER

Uniforme da II Guerra Mundial encontrado num pacote "cheio de história"

Um uniforme de piloto da Força Aérea Real (RAF), usado na II Guerra Mundial, foi descoberto embrulhado num pacote feito de folhas de jornais e vai agora a leilão. De acordo com a cadeia televisiva CNN, …

Primeiro motociclo voador do mundo pode alcançar uma velocidade de quase 490 km/h

A empresa Jetpack Aviation concluiu os testes referentes ao projeto Speeder, para o desenvolvimento de uma aeronave que faz descolagens e aterragens na vertical. Segundo a companhia, o veículo, que se assemelha a um motociclo, …

Scarlett Johansson processa Disney por estreia de "Viúva Negra" no streaming

A atriz norte-americana processou a Disney, esta quinta-feira, por violação do contrato, na sequência do lançamento digital do filme "Black Widow" na plataforma de streaming, adiantando que o seu salário estava dependente das receitas de …

Incidente com módulo russo fez EEI mudar de posição

A Estação Espacial Internacional (EEI) perdeu, esta quinta-feira, o controlo de orientação e saiu da posição configurada, na sequência de um incidente com o módulo russo Nauka. A situação, que se prolongou durante 47 minutos, aconteceu …

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa como a varicela

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela. O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno …

Task force concorda que número de mortos e internados vacinados seja divulgado

A sugestão apresentada pelo presidente da Assembleia da República, de se divulgar os dados da vacinação nos internamentos e óbitos por covid-19, "é muito sensata", defendeu o coordenador da task force do plano de vacinação. Em …

Lucro da CGD sobe 18% para 294 milhões de euros no primeiro semestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou 294 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, mais 18% do que no período homólogo, foi anunciado esta sexta-feira. "A Caixa Geral de Depósitos registou 294 milhões de …

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%. Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair …

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …