Comportamento dos gatos varia tendo em conta (apenas) sete traços de personalidade

Um novo estudo, levado a cabo na Finlândia, descobriu que a personalidade dos gatos pode ser definida através de uma combinação de apenas sete traços de personalidade.

De acordo com uma nova investigação, cujos resultados foram publicados, no início de julho, na revista científica Animals, a personalidade e comportamento de cada gato podem ser definidos através de uma combinação de apenas sete traços.

“Comparativamente com os cães, sabe-se menos sobre o comportamento e personalidade dos gatos”, disse o veterinário Salla Mikkola, da Universidade de Helsínquia, na Finlândia.

“Precisamos de mais conhecimento e ferramentas para erradicar os comportamentos problemáticos e melhorar o bem-estar dos gatos”, como por exemplo problemas de agressividade, acrescentou.

Outro dos desafios comportamentais mais comuns associados a estes felinos relaciona-se com o facto de fazerem as necessidades no lugar errado, explica o médico veterinário.

Para a investigação, foram realizados inquéritos com 138 perguntas através do site Petsofi. Este foi o método escolhido porque, se fossem avaliados num ambiente de laboratório, os gatos poderiam ter um comportamento completamente diferente.

Após excluir os gatos cuja idade não pôde ser verificada e aqueles com demasiada informação em falta, a amostra final consistiu em 4.316 gatos, cujos donos realizaram o questionário por duas vezes para que os resultados fossem mais precisos.

A partir daí, os investigadores conseguiram reduzir as características dos gatos a cinco características de personalidade e duas características comportamentais: quão ativos são/brincadeiras que fazem; medo, agressividade para com as pessoas; sociabilidade para com os humanos; sociabilidade em relação aos gatos; questões relacionadas com a caixa de areia; e excesso de cuidados.

Além disso, os resultados revelaram que diferentes raças se inclinam para diferentes traços de personalidade.

“A raça mais temível é a Russian Blue [raça do famoso gato da Whiskas], enquanto o gato abissínio era a menos temível”, disse o veterinário Hannes Lohi, também da Universidade de Helsínquia.

Os gatos-de-bengala eram a raça mais ativa, enquanto os persa e os exóticos eram os mais passivos. Já “as raças que precisam de mais cuidados são os siameses e os balineses, enquanto a raça Turkish Van mostrou uma pontuação consideravelmente mais alta em termos de agressividade para com os humanos” e menos sociabilidade com outros felinos, acrescentou Lohi.

O objetivo desta investigação não era efetuar uma análise comportamental dos felinos envolvidos, mas sim demonstrar a validade do inquérito da equipa para recolha de informações sobre o comportamento felino.

Embora existam várias limitações à investigação — tais como a incapacidade de verificar a veracidade dos dados nos inquéritos —, a equipa de cientistas acredita que, em geral, o modelo do inquérito poderia ser uma ferramenta útil para compreender os gatos.

“Queríamos obter uma ideia aproximada sobre se existem diferenças nas características de personalidade entre as raças”, disse Mikkola.

“Em estudos posteriores, utilizaremos modelos mais complexos para examinar fatores que afetam os traços e o comportamento problemático. Nestes modelos, tomaremos em consideração, para além da sua raça, a idade do gato, sexo, saúde, e uma vasta gama de factores ambientais”, concluem.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …