Gateway assume 100% da dívida e vai investir mais de 600 milhões na TAP

islandis / Flickr

Fernando Pinto, presidente da TAP

Fernando Pinto, presidente da TAP

O consórcio Gateway, que venceu a privatização da TAP, vai investir mais de 600 milhões de euros na companhia, entre capital permanente e compra de aviões, disse hoje o empresário David Neeleman, que integra o agrupamento vencedor.

“O investimento na TAP supera os 600 milhões de euros”, disse David Neeleman em conferência de imprensa, em Lisboa, depois de ter sido hoje assinado o contrato de venda de 61% do capital social da empresa ao consórcio Gateway, do empresário norte-americano e brasileiro Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa, do Grupo Barraqueiro.

O empresário explicou que o consórcio vai colocar 345 milhões de euros de capital permanente, dos quais 270 milhões de euros agora e o restante ao longo de 2016.

A este valor soma-se o financiamento para a compra de aeronaves, o chamado PDP (Financing commitments), que será “no mínimo de 150 milhões de euros, mas pode ir até aos 300 milhões de euros”, adiantou.

Ao todo, um pacote de investimento de 600 milhões de euros, mas que David Neeleman admite que poderá subir para os 800 milhões de euros.

A estratégia passa para já pela aquisição de pelo menos 53 aeronaves, um número que também poderá aumentar.

O contrato de venda da TAP com o agrupamento vencedor foi hoje assinado no Ministério da Finanças.

A 11 de junho, o Governo aprovou a venda de 61% do capital social da TAP ao consórcio Gateway, do empresário norte-americano David Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa – um dos dois finalistas do processo de privatização da transportadora aérea portuguesa, sendo o candidato preterido Germán Efromovich.

José Sena Goulão / Lusa

-

Fernando Pinto “não abandona o barco” para já, depois depende

O presidente da TAP, Fernando Pinto, afirmou hoje que se vai manter à frente da empresa durante a “passagem de testemunho” para os novos donos da companhia aérea, o consórcio Gateway, deixando em aberto o que acontecerá depois.

“Temos um trabalho até ao final do ano para fazer, depois veremos o que vai acontecer”, disse aos jornalistas o presidente da companhia aérea, à margem da assinatura do contrato de venda de 61% do grupo TAP ao consórcio Gateway, que decorreu hoje, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

Fernando Pinto sublinhou que a sua missão só acaba quando fizer a passagem de testemunho e que só quer sair da TAP no dia em que considerar que a empresa “está no bom caminho, no caminho do crescimento”.

Na fase de passagem de testemunho será feita uma gestão “praticamente conjunta” com os novos donos da TAP.

“A partir daí, depende de me convidarem e de eu aceitar”, adiantou.

O responsável da TAP salientou que “não gostaria pura e simplesmente de abandonar o barco” e que “tem a responsabilidade, perante os trabalhadores da TAP, de fazer essa passagem o mais suave, o mais gradual possível”.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Fernando Pinto “não abandona o barco”…era o que faltava!! Foi um dos responsaveis pela ruína da TAP e agora saía devagarinho!

  2. Fernando Pinto um dos maiores especialistas reconhecido pelos novos proprietários… Melhor dizendo: Os novos proprietários da TAP não abdicam das competências do anterior administrador.

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …