Gateway assume 100% da dívida e vai investir mais de 600 milhões na TAP

islandis / Flickr

Fernando Pinto, presidente da TAP

Fernando Pinto, presidente da TAP

O consórcio Gateway, que venceu a privatização da TAP, vai investir mais de 600 milhões de euros na companhia, entre capital permanente e compra de aviões, disse hoje o empresário David Neeleman, que integra o agrupamento vencedor.

“O investimento na TAP supera os 600 milhões de euros”, disse David Neeleman em conferência de imprensa, em Lisboa, depois de ter sido hoje assinado o contrato de venda de 61% do capital social da empresa ao consórcio Gateway, do empresário norte-americano e brasileiro Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa, do Grupo Barraqueiro.

O empresário explicou que o consórcio vai colocar 345 milhões de euros de capital permanente, dos quais 270 milhões de euros agora e o restante ao longo de 2016.

A este valor soma-se o financiamento para a compra de aeronaves, o chamado PDP (Financing commitments), que será “no mínimo de 150 milhões de euros, mas pode ir até aos 300 milhões de euros”, adiantou.

Ao todo, um pacote de investimento de 600 milhões de euros, mas que David Neeleman admite que poderá subir para os 800 milhões de euros.

A estratégia passa para já pela aquisição de pelo menos 53 aeronaves, um número que também poderá aumentar.

O contrato de venda da TAP com o agrupamento vencedor foi hoje assinado no Ministério da Finanças.

A 11 de junho, o Governo aprovou a venda de 61% do capital social da TAP ao consórcio Gateway, do empresário norte-americano David Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa – um dos dois finalistas do processo de privatização da transportadora aérea portuguesa, sendo o candidato preterido Germán Efromovich.

José Sena Goulão / Lusa

-

Fernando Pinto “não abandona o barco” para já, depois depende

O presidente da TAP, Fernando Pinto, afirmou hoje que se vai manter à frente da empresa durante a “passagem de testemunho” para os novos donos da companhia aérea, o consórcio Gateway, deixando em aberto o que acontecerá depois.

“Temos um trabalho até ao final do ano para fazer, depois veremos o que vai acontecer”, disse aos jornalistas o presidente da companhia aérea, à margem da assinatura do contrato de venda de 61% do grupo TAP ao consórcio Gateway, que decorreu hoje, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

Fernando Pinto sublinhou que a sua missão só acaba quando fizer a passagem de testemunho e que só quer sair da TAP no dia em que considerar que a empresa “está no bom caminho, no caminho do crescimento”.

Na fase de passagem de testemunho será feita uma gestão “praticamente conjunta” com os novos donos da TAP.

“A partir daí, depende de me convidarem e de eu aceitar”, adiantou.

O responsável da TAP salientou que “não gostaria pura e simplesmente de abandonar o barco” e que “tem a responsabilidade, perante os trabalhadores da TAP, de fazer essa passagem o mais suave, o mais gradual possível”.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Fernando Pinto “não abandona o barco”…era o que faltava!! Foi um dos responsaveis pela ruína da TAP e agora saía devagarinho!

  2. Fernando Pinto um dos maiores especialistas reconhecido pelos novos proprietários… Melhor dizendo: Os novos proprietários da TAP não abdicam das competências do anterior administrador.

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …