57 anos depois, G3 diz adeus ao Exército

Esta segunda-feira é apresentada a SCAR-L, a arma ligeira do Exército que vai substituir a espingarda automática G3, introduzida em 1962.

Em setembro de 1962, saíram da Fábrica de Braço de Prata, em Lisboa, as primeiras unidades da espingarda automática G3, a arma da velha-guarda que serviu o esforço de guerra em Angola.

Agora, volvidos 57 anos, o Exército anuncia o seu fim e apresenta, esta segunda-feira, a sua sucessora: a belga SCAR-L.

A arma alemã que acompanhou os militares portugueses na guerra colonial, no 25 de abril nos Balcãs, Afeganistão, Timor ou na República Centro Africana diz adeus. A escolha da nova arma coube à NSPA, central de compras da NATO, e o negócio de 42 milhões de euros foi fechado no início deste ano, prevendo não só a aquisição de 15 mil espingardas automáticas, mas também 2 mil lança-granadas, 550 espingardas de precisão, 1400 metralhadoras ligeiras e médias e novas óticas.

Segundo o Expresso, o novo armamento vai permitir a modernização das unidades de elite e operacionais do Exército, assim como o alinhamento de calibre de Portugal com os outros países da NATO.

A substituição da G3 obriga a um novo manual de ordem unida – movimentos que os militares fazem com a arma quando estão em marcha ou parada – ou de novas tabelas de tiro. Por isso, a receção da SCAR-L está a ser preparada ao pormenor por um Grupo de Trabalho, que está também a definir o processo de abate das G3.

A emblemática arma acaba no Exército, mas mantém-se na Marinha e Força Aérea.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. … … “espingarda automática G3, a arma da velha-guarda que serviu o esforço de guerra em Angola.”… … Rectifico: eu também a usei assim como muitos camaradas na Guiné-Bissau. E penso que em Moçambique, no final dos anos 60, também era a arma utilizada pelo exército. Era a minha amante dado que até dormia (com um olho aberto e outro fechado), ao meu lado.

    • …este agora queria que Portugal, membro da maior aliança militar do mundo, ficasse com o armamento do Exército obsoleto até obter a cura de uma doença incurável… Uma das doenças incuráveis, é a demência! Nota-se!

  2. Agradeço ao ZAP a colocação do texto que define as regras de submissão de comentários, algo que eu já havia investigado anteriormente por mim. Espero também que desta forma, se evitem as confusões de comentários totalmente inóquos que são bloqueados sem que estejam a infringir quaisquer regras.

    Escusado será argumentar que o ZAP é que é o dono do site e que pode fazer o que bem entender. Poder não é dever. E se o ZAP pode censurar o que quer porque tem as ferramentas pra isso, por outro lado não o deve fazer, sempre que as regras do site estejam a ser respeitadas. Os leitores/comentadores/utilizadores do site são o que garante o tráfego que por sua vez permite que o ZAP ganhe dinheiro com publicidade. Devem ser tratados com a respectiva consideração.

    Obrigado,
    Miguel

  3. Quando fiz a tropa obrigatória, em 1991, já estava prevista a sua substituição em breve! (quase 30 anos…)
    Lembro-me de uma pergunta ao sargento: o ajuste da mira só vem até 100 m, o que fazemos se o inimigo estiver a menos de 10 metreos?- Resposta: larga a G3 e foge!
    Esta arma era boa para combate à distância, em terreno aberto, nada válida para a maioria dos conflitos atuais.

    • Resposta errada! Estive no mato ano e meio e quando o IN estava a 10 metros era tiro instintivo a nível da anca… Fazer pontaria??? Isso só na carreira de tiro… E também não creio que esse sargento tivesse dito isso… Enfim…

    • Eu disse 1991! Nessa altura já não estávamos em África e o combate era mais próximo. A conversa com o sargento estava a ser sobre a G3 já não ser uma boa arma e que ia ser substituida em breve. Foi nesse contexto que ele falou, na brincadeira, em largar a arma e fugir!
      Tiors institivos salvam-nos a vida! mas se eu tivesse o inimigo a 10 m preferia mil vezes ter uma Uzi do que a G3! Claro que se ele estivesse a 100 m preferia ter uma G3 do que a Uzi pela precisão de tiro!
      Esse meu sargento foi no primeiro contingente para a Bósnia e sabia bem do que falava.

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …