Futebol e Fórmula 1 sem público até maio. Escolas não fecham por concelho

António Cotrim / Lusa

O secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo

A I Liga vai continuar sem público nos estádios até meio de maio e o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 também não contará com adeptos. Quanto aos estabelecimentos de ensino – e já depois de creches, jardins de infância e escolas do 1.º ciclo terem reaberto – qualquer retrocesso será sempre nacional.

O Governo esclareceu ao Expresso: até ao fim deste período de desconfinamento, os jogos da Liga Portuguesa de Futebol e o Grande Prémio de Fórmula 1 “não terão público“.

Ao contrário do que admitiu esta quinta-feira o secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo, numa entrevista à Bola, o mais provável é que a época termine sem adeptos nas bancadas, uma vez que o campeonato de futebol acaba no dia 19 de maio e a final da Taça de Portugal está marcada para dia 23 do mesmo mês.

Já o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, previsto para 2 de maio, também não contará com adeptos, ao contrário do que aconteceu no ano passado.

Nas respostas enviadas ao semanário, o Executivo esclareceu ainda que, em relação às escolas, a lógica de se optar pelo desconfinamento nacional e confinamento local, não se aplica às escolas, tal como foi sugerido pelos peritos.

“As medidas relativas às escolas devem ser sempre de âmbito nacional“, o que significa que os estabelecimentos de ensino só encerram a nível concelhio nos casos em que existam surtos.

Os casamentos e batizados podem ter de ser sujeitos a uma “avaliação de risco, pelas autoridades de saúde locais, para determinação da viabilidade e das condições da sua realização”.

A matriz de risco que cruza a incidência e a transmissibilidade para monitorizar a situação em Portugal Continental será atualizada à segunda, quarta e sexta no boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O Executivo explicou que ultrapassar uma incidência de 120 casos por 100 mil habitantes em 14 dias e ter um Rt acima de 1 não é sinal de um travão ou recuo imediato, até porque “a passagem de um estado, ou de uma cor, para outro não é direta“.

“Só uma subida consistente da incidência nos coloca claramente numa zona amarela, que, como explicado, obriga a rever o calendário de desconfinamento”, explicou o Governo. De 15 em 15 dias, a situação epidemiológica será avaliada em Conselho de Ministros e as decisões serão ajustadas em função do cenário.

Além da incidência e da transmissibilidade, o Governo está a monitorizar em permanência outros indicadores sugeridos pelos peritos, como o número de camas em cuidados intensivos e o rastreio de contactos.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E a ditadura continua…!
    O povo é sereno! É só fumaça! O povo é sereno… O povo dorme com tranquilidade! A ditadura continua!
    Votem Xuxalismo!

RESPONDER

Liveblog Autárquicas. Poderá ser "a primeira vez que um partido ganha três vezes seguidas"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Alemanha: Sociais-democratas reclamam vitória (com "desastre" para os conservadores)

Os sociais-democratas SPD reivindicaram hoje vitória nas eleições parlamentares alemãs, numa altura em que os conservadores da CDU, força política de Angela Merkel, se aproximam de uma votação mínima histórica, de acordo com as primeiras …

Em 2018, cientistas de Wuhan terão planeado infetar morcegos com coronavírus

Em 2018, um grupo de cientistas da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registado o primeiro caso de covid-19, estaria a planear infetar, com coronavírus modificados, morcegos que vivem em cavernas. Os cientistas terão pedido 14 …

Este batom foi lançado em 1971, mas está esgotado - e é mais uma prova do impacto económico do TikTok

O Black Honey da Clinique é o mais recente produto de maquilhagem a bombar no TikTok. Muitas marcas estão a notar o poder económico que em ser viral na aplicação e estão a tentar promover …

Portugal regista mais duas mortes e 599 casos de covid-19

Nas últimas 24 horas registaram-se mais duas mortes e 599 novos casos de covid-19 em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS. Portugal regista hoje duas mortes atribuídas à covid-19, assim como 599 novos …

Em 2021, Sochi voltou a ser Sochi e em Sochi ganha a Mercedes – com recorde histórico para Hamilton

Lando Norris, o jovem piloto da Mclaren, vai sair da Rússia com um misto de sensações. No fim-de-semana em que conquista a primeira pole position da carreira, perde também, de forma dramática, a hipótese de …

As pessoas que comem mais gordura láctea têm menor risco de doença cardíaca

As pessoas que fazem uma dieta com maior teor de gordura láctea têm um menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, revela um novo estudo. Uma equipa internacional de cientistas estudou o consumo de gordura láctea de …

Alaphilippe revalida título de campeão mundial de fundo

O francês Julian Alaphilippe revalidou neste domingo o título de campeão mundial de fundo, ao cortar isolado a meta no final da “prova rainha” dos Mundiais de ciclismo de estrada, que decorreram na região belga …

Do céu ao inferno. Adeptos do Palmeiras chamam "arrogante" a Abel Ferreira

O Palmeiras perdeu e está cada vez mais longe da liderança do Brasileirão. Os adeptos estão insatisfeitos com as exibições e chamaram "arrogante" a Abel Ferreira. O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, perdeu na deslocação …

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …