Lisboa lança fundo de três milhões para comprar bicicletas. Apoios vão até 350 euros

Ana Milena Ospina / Flickr

A Câmara Municipal de Lisboa está a preparar um fundo de três milhões de euros para incentivar a compra de bicicletas. Os apoios vão até um máximo de 350 euros.

De acordo com o jornal Público, a Câmara Municipal de Lisboa quer “dar um incentivo e confiança” às pessoas que estão “à procura de formas alternativas para se deslocarem”. Para isso, a autarquia vai lançar um fundo de três milhões de euros para apoiar a compra de bicicletas.

Deste montanto, 1,5 milhões de euros do chamado Fundo de Mobilidade vão destinar-se à compra de bicicletas convencionais e 1,5 milhões de euros serão para a compra de bicicletas elétricas.

A notícia é avançada esta quarta-feira, dia em que o Fernando Medina, presidente da Câmara da Lisboa, vai dar uma conferência de imprensa para apresentar medidas para uma cidade menos dependente do carro na era pós-covid-19.

De acordo com o Público, a autarquia de Lisboa vai dar apoios de 100 euros no caso das bicicletas tradicionais exclusivamente a estudantes, até um máximo de 15.000 unidades. No caso das elétricas, o apoio máximo é de 350 euros, disponíveis para moradores e trabalhadores da cidade.

O valor total do apoio é quase quatro vezes superior ao disponibilizado pelo Ministério do Ambiente no mais recente apoio deste tipo. Em causa estiveram 400 mil euros para a compra de bicicletas.

Nas últimas semanas, com o desconfinamento, arquitetos, urbanistas, associações de mobilidade sustentável e partidos têm pedido às autarquias e ao Governo uma atuação mais musculada para promover o uso da bicicleta e do espaço pedonal.

Lisboa tem alargado a sua rede de ciclovias e prepara-se para fazer mais obras como a da Rua de São Paulo, onde todo o estacionamento automóvel foi eliminado para alargar passeios e esplanadas.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Embora não seja Lisboeta, ficaria mais contente se o incentivo fosse para comprar bicicletas feitas em Portugal. No que toca a bicicletas eléctricas, não são daquelas eléctricas que nem pedais têm e chegam a andar a 40 km por hora, pois não?.

  2. Depois admiram-se dos Holandeses criticarem Portugal (e Espanha e Itália) por desperdiçarmos dinheiro, e quando é realmente preciso não o termos. E depois ainda temos o desplante de exigir “solidariedade”. Quem quer uma bicicleta que a compre com o seu dinheiro!

  3. Mas que e o amigo da camara que vende bicicletas?
    Espera-se em breve que esse apoio seja apenas valido nalgumas lojas (amigos) e que embora o apoio das mesmas seja de 100 euros, a bicicleta vai custar 200… mas na verdade, foram importadas da China for menos de 2 euros cada (procurar por cemiterio de bicicletas na china, algumas novas em folha).

    Uma coisa e certa, quem pagara os apoios serao os contribuintes.
    Ao menos que as pessoas possam comprar as bicicletas onde quiserem.
    Se for apenas nas lojas “parceiras” ja se sabe de onde veio a idea.

RESPONDER

EUA ponderam bloquear o TikTok e outras redes sociais chinesas

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, admitiu esta semana que os Estados Unidos estudam a possibilidade de bloquear a rede social de vídeos TikTok, bem como outras plataformas do género chinesas. Em entrevista à emissora …

Salgado acusa Banco de Portugal de "deslealdade" e "desonestidade"

Na contestação à coima aplicada pelo supervisor por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais, a defesa de Ricardo Salgado acusou o Banco de Portugal de ter sido “desleal e desonesto” na forma …

No Reino Unido, só 22% das pessoas que testaram positivo relataram ter sintomas

Um novo estudo acaba de revelar que, no Reino Unido, apenas 22% dos casos positivos tinha sintomas da covid-19 no dia em que fizeram o teste. Um estudo do Office for National Statistics (ONS) britânico, divulgado …

Administração Trump notifica formalmente o Congresso sobre saída da OMS

O Governo norte-americano informou esta terça-feira o Congresso sobre a sua saída forma da Organização Mundial da Saúde (OMS). A Administração Trump já notificou formalmente o Congresso norte-americano de que os Estados Unidos vão sair da …

“Não vou ser infetado e propagar a covid-19”. Burundi anuncia triagem maciça da população

O Governo do Burundi começou esta segunda-feira uma campanha de triagem maciça da covid-19, decisão que demonstra uma alteração das políticas implementadas pelo novo Presidente do país no sentido de combater mais assertivamente a propagação …

Despedida de Centeno e estreia de Leão. Eurogrupo elege presidente na quinta-feira

A eleição para a presidência do Eurogrupo, na quinta-feira, será a última reunião presidida por Mário Centeno e a estreia europeia de João Leão como ministro das Finanças. A eleição para a presidência do Eurogrupo é …

Governo está a preparar um programa específico de apoio ao Algarve

O Algarve terá um programa específico de apoio, que já está a ser preparado pelo Governo, avançou o ministro da Economia esta terça-feira. O ministro da Economia disse, esta terça-feira, que o Governo está a preparar …

OMS admite transmissão pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Depois do alerta de 239 especialistas, a Organização Mundial de Saúde diz que há novas provas de que o novo coronavírus se transmite pelo ar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, haver novas …

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos (e reduzir novas aeronaves a metade)

Esta terça-feira, a Lufthansa anunciou novas medidas do seu plano de reestruturação que incluem uma redução de mil postos de trabalho nos serviços administrativos. A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, esta terça-feira, que irá reduzir o …

Bloco deixa recado ao PS: voto do Suplementar não estará garantido para o OE2021

Depois de o PCP ter rompido o espírito de acordos à esquerda, foi a vez de o Bloco de Esquerda deixar avisos para 2021. Em entrevista ao portal esquerda.net, divulgada esta terça-feira, Mariana Mortágua deixa claro …