Função Pública: Governo propõe aumentos até 0,7%, revela José Abraão

António Pedro Santos / Lusa

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública

José Abraão, da Fesap, revelou esta quarta-feira que o Governo quer dar à função pública aumentos salariais iguais aos que serão aplicados às pensões, que no máximo serão de 0,7% em 2020.

À saída da uma reunião com os secretários de Estado do Orçamento, João Leão, e da Administração Pública, José Couto, o líder da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), José Abraão, considerou a proposta “uma ofensa”.

“A proposta que o senhor secretário de Estado do Orçamento nos fez foi exatamente que iria aumentar os salários de todos os trabalhadores da administração pública no ano de 2020 utilizando a fórmula que vai ser utilizada para os aumentos da pensões”, disse, citado pelo Jornal de Negócios.

Para o líder da Fesap, o aumento é “ridículo”. Questionado se a fórmula será exatamente igual, o dirigente sindical reiterou que as atualizações serão feitas “nos mesmos exatos termos”.

Caso sigam a mesma fórmula das pensões, para o próximo ano, os salários até cerca de 878 euros terão um aumento nominal de 0,7%. Por sua vez, quem ganha entre este valor e os 2.634 euros terá uma subida de 0,24% no próximo ano. No entanto, os salários acima deste último escalão voltarão a ficar congelados.

Sentimo-nos claramente defraudados com a proposta que nos foi apresentada”, disse José Abraão.

Helena Rodrigues, do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), também reagiu, afirmando que estão cada vez mais perto do salário mínimo nacional. “Todos estes anos em que houve congelamento os trabalhadores perderam poder de compra”, disse, citada pelo Negócios.

A proposta de orçamento do Estado é apresentada na próxima segunda-feira, dia 16 de dezembro.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É engraçado. No privado o aumento do salário mínimo é bem superior. Por que será? É fácil… porque não é o estado a pagar.

RESPONDER

Chega quer câmaras nas fardas e nos carros-patrulha

O Chega, liderado por André Ventura, apresentou um projeto de resolução a defender que os agentes das forças de segurança nacionais devem poder utilizar câmaras, que seriam introduzidas nas fardas e nos carros-patrulha. O partido liderado …

"Não tenho o apoio de Assunção Cristas", diz João Almeida

O candidato à liderança do CDS-PP defende que o partido deve, no imediato, fortalecer-se e depois participar numa "plataforma à direita" de alternativa ao PS, com o PSD, mas sem o Chega. "A alternativa à governação …

Campanha internacional quer salvar leões subnutridos em parque no Sudão

Várias fotografias de leões subnutridos no zoo de Al-Qureshi, no Sudão, atraíram a atenção de milhares de pessoas, que tentam agora salvar os animais. O fotógrafo Ashraf Shazly encontrou cinco leões malnutridos, enjaulados e sem …

Joacine Katar Moreira defende mais direitos para deputados não inscritos em partidos

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, defendeu nesta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos, durante uma reunião do grupo de trabalho para racionalizar os votos objecto de …

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …

Governo prevê descontos nas portagens no interior

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira que o novo modelo de desconto das portagens para o interior do país prevê descontos para quem vive, para quem trabalha e para quem visita no …

Excesso de higiene está a tornar a nossa saúde mais frágil, aponta estudo

Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) divulgou recentemente um estudo sobre a perda de diversidade da flora intestinal - também denominada como microbiota - e as consequências desta diminuição na nossa …