Freddie Mercury quis que Mary Austin escondesse as suas cinzas (e já se sabe porquê)

Freddie Mercury é um dos ícones inquestionáveis da história da música. A sua maneira de entender o rock, a sua voz e a sua maneira de se mover no palco fizeram dele um dos melhores artistas do século XX.

O enorme sucesso do filme “Bohemian Rhapsody” colocou-o de volta na primeira fila e tudo o que cercou a vida – e morte – do líder dos Queen refressou às manchetes.

Uma das histórias que nos lembra o filme, estrelado por Rami Malek, é o relacionamento peculiar que Freddie teve com Mary Austin até à sua morte. De Amor a principio a amizade fiel até ao fim, a sua relação sempre foi intensa, tanto que Mercury fez dela sua herdeira e foi a única pessoa a quem confessou onde queria que as suas cinzas ficassem após a sua morte.

Este é precisamente um dos grandes mistérios que cercaram o enigmático Mercury. Agora, no rastro do sucesso de “Bohemian Rapsody”, veio à luz mais uma vez o documentário “Freddie Mercury, A História Não Contada”. Feito no ano 2000 por Rudi Dolezaly Hannes Rossacher, traz-nos mais perto da vida do cantor através dos seus parentes mais próximos e amigos.

Durante a entrevista com Mary Austin, conta o jornal ABC, ela revela em detalhe o dia em que Mercury lhe disse – e apenas a ela – quais eram os seus últimos desejos. “Ele disse-me de repente, depois de comer num domingo: Eu sei onde quero que me coloques exatamente, mas não quero que ninguém saiba porque eu não quero ser desenterrado”. Estas foram as suas palavras exatas. “Eu quero descansar em paz”, disse.

As teorias são várias: as cinzas teriam sido espalhadas no jardim japonês da mansão em Londres ou atiradas para um lago suíço onde Freddie ia às vezes em busca de paz.

A resposta concorda com a atitude que Mercury assumiu no último estágio da sua vida, onde a pressão e o peso da fama já pareciam pesar-lhe e ele queria manter a sua privacidade a todo custo.

Como o jornal britânico Express relata, isso reflete-se nos comentários que fez: “No final, todos os erros e desculpas pertencem-me. Gostaria de sentir que estou a ser honesto comigo mesmo. Não quero saber do que as pessoas dizem sobre mim. Não me arrependo de nenhuma das coisas que fiz. Sou só eu”.

Freddie e Mary moraram juntos, como um casal, durante seis anos, mas nunca se casaram. Ele contou-lhe que era gay em 1976, embora Mary tenha declarado que já via um comportamento estranho nele durante dois anos.

Quando o cantor abandonou o apartamento que dividiam já transformado em cantor mundialmente famoso e milionário, comprou para Austin uma casa ali perto e deu-lhe emprego como sua assistente pessoal.

Após a morte de Freddie Mercury em 1991, Austin herdou a casa em que o cantor viveu até à sua morte, um dos maiores num dos bairros mais exclusivos de Londres. Além disso, recebe uma percentagem do sucesso de bilheteira de “Bohemian Rapsody”, que é estimado em cerca de 45 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. É uma história linda, de tirar o chapéu.
    Gostaria de saber como anda Mary Austin? Se tem novidades recentes? Afinal saber dela é saber muito de Freddie Mercury.

Fugitivo promete entregar-se se tiver 15.000 "gostos". Polícia dos EUA aceita

A Polícia de Connecticut, nos Estados Unidos, informou esta quarta-feira que um fugitivo com vários mandados de prisão concordou entregar-se, mas com uma condição insólita: arrecadar 15.000 "gostos" no Facebook. De acordo com a Esquadra …

Há um pequeno satélite a revolucionar o setor espacial. Chama-se CubeSat

Apesar das pequenas dimensões do CubeSat, o satélite é capaz de efeitos extraordinários que estão a revolucionar o setor espacial. Os avanços da microeletrónica das últimas décadas permitiram desenvolver sistemas espaciais eficazes, de forma mais rápida …

Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus

O treinador espanhol Pep Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus para ser o próximo treinador dos bianconeri, avança a agência italiana AGI.  De acordo com a mesma fonte, Guardiola, de 48 anos, prepara-se …

Porto quer declarar guerra às gaivotas. "É uma questão de saúde"

Vários organismos reclamam que é necessário tomar medidas para controlar o excesso de gaivotas nas zonas urbanas, que se tem tornado num problema de saúde pública. São várias as queixas na zona do Porto por incidentes …

Esta cigarra é a mais ameaçada em Portugal. Só existe em dois ou três sítios do Alentejo

A Euryphara contentei - há quem lhe chame só cigarrinha e há quem diga cigarrinha-verde - resiste apenas em alguns locais exíguos da planície alentejana. É a mais ameaçada das 13 espécies de cigarras que …

EUA anunciam ajuda de 16 mil milhões de dólares a agricultores prejudicados pela disputa comercial com a China

A administração Trump disponibilizará 16 mil milhões de dólares (cerca de 14 mil milhões de euros) para manter os agricultores à tona durante a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China, anunciou …

Perdeu a família e foi violada. Quase duas décadas depois, recebeu a maior indemnização de sempre na Índia

Na primavera de 2002, uma jovem de 19 anos, grávida de cinco meses, foi violada por 11 homens que lhe mataram a família. Teve que fingir-se de morta para escapar. Agora, 17 anos depois, o …

Ivo Rosa questiona legalidade de provas da ​Operação Marquês

O juiz de instrução criminal da Operação Marquês, Ivo Rosa, tem dúvidas sobre a legalidade de algumas provas recolhidas na investigação, tendo assinado um despacho que enviou para os advogados dos arguidos para se pronunciarem. Segundo …

"Desprezo" do Governo terá "consequências terríveis" no futuro, avisa Fenprof

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, argumentou que o Governo “desrespeita, desvaloriza e até chega a manifestar desprezo pelos professores”, o que terá “consequências terríveis para o futuro”, como a falta de docentes. “O que temos …

Berardo admite que se excedeu no Parlamento. "Tenho servido de bode expiatório"

O empresário José Berardo, mais conhecido por Joe Berardo, admitiu esta quinta-feira que se excedeu durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, mas disse que não tinha a …