Francesa condenada a prisão por torturar o namorado

Uma francesa que mantinha o namorado como “escravo doméstico”, forçando-o a ingerir esponjas e detergente limpa-vidros, foi sentenciada em Paris a uma pena de três anos, dos quais cumprirá apenas 18 meses de prisão efetiva.

Zakia Medkour, de 43 anos de idade, foi ainda condenada a pagar 200 mil euros ao ex-namorado, Maxime Gaget, de 37 anos pelos danos cometidos contra este.

“Os crimes perpetrados foram além da violência, envolvendo uma torturadora feminina e uma vítima masculina”, considerou o tribunal.

O casal conheceu-se em 2007 pela Internet e, sete meses depois, passaram a viver no apartamento em que Medkour morava com os seus dois filhos, em Paris.

Medkour revelou durante o julgamento como roubou os documentos de identificação e cartões de crédito a Maxime Gaget, como o forçou a dormir no chão junto da porta de entrada e o impedia de usar a casa de banho.

Durante mais de um ano, Gaget foi vítima de insultos e pancada, queimaduras de cigarro e de facas em brasa. A ex-namorada atirava-lhe ainda sal para os olhos e cortou-lhe o contacto com o mundo exterior.

Medkour mantinha o namorado sob a ameaça de o acusar de pedofilia caso não lhe obedecesse.

“Onde havia amor — no ínicio — passou a haver medo e depois vergonha”, declarou Gaget ao tribunal.

“É difícil para um homem admitir que é espancado por uma mulher. Por outro lado, também fiquei para proteger as crianças.

“My Gilfriend. My Torturer” é o nome do livro que Gaget publicou em fevereiro para contar as experiências vividas, e o qual contribuiu para “diminuir o tabu” sobre a violência doméstica sentida no masculino em França.

“Tais atrocidades existem e, infelizmente, não se trata de casos isolados “, disse Gaget, salientando que o intuito do livro é a divulgação dessa realidade.

Em média, 7.000 homens apresentam todos os anos queixas por violência doméstica em França, segundo dados da Associação SOS Hommes Battus (SOS Homens Espancados).

Acredita-se que o número seja muito superior, mas por vergonha, as denúncias não são feitas.

Chorosa, Medkour pediu desculpas ao ex-namorado durante o julgamento, dizendo que não era insensível.

Os seus advogados atribuíram o comportamento a um passado conturbado. “O pai suicidou-se quando ela era ainda criança, levando a que tivesse crescido em lares adotivos e se tornasse alcoólatra”, argumentaram.

Além disso, “ela tem um distúrbio mental, é bipolar“, aduziram os advogados.

Medkour terá que se submeter a tratamento psiquiátrico e de reabilitação da dependência alcoólica, enquanto parte da sua sentença.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

A linguagem de Benoit está a morrer. O senegalês quer salvá-la através da música

O senegalês Benoit Fader Keita está a usar o poder da música para salvar a sua linguagem, ménik, que tem apenas 3 mil falantes e está em risco de extinção. Benoit Fader Keita nasceu no Senegal …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

 A doença misteriosa foi identificada, pela primeira vez, em 2015, num doente considerado um "caso isolado e atípico". Há quase dois anos, Roger Ellis desmaiou depois de ter tido uma convulsão durante o 40.º aniversário de …

Estudo sugere que há quatro tipos de Alzheimer

Uma equipa de investigadores sugere que há quatro tipos da doença de Alzheimer, que atacam diferentes zonas do cérebro e têm sintomas distintos. Um novo estudo sugere que o Alzheimer é uma doença bem mais complexa …

Jovens tentam salvar vidas na Índia através do Youtube. Plataforma elimina vídeos por serem "perigosos"

A Índia continua a debater-se com a grave crise sanitária desencadeada pela covid-19. Jovens indianos publicaram no Youtube vídeos a produzir oxigénio em casa, usando processos químicos ensinados nas escolas. A plataforma eliminou-os. De acordo com …

Shuvuuia era um dinossauro do tamanho de uma galinha, que caçava às escuras

Os investigadores descobriram que Shuvuuia, um pequeno dinossauro do tamanho de uma galinha, tinha uma excelente audição e visão noturna, que lhe permitiam caçar de noite. São poucas as aves que têm aquilo que é preciso …

Na China, é ilegal pedir comida em excesso nos restaurantes

A China aprovou uma lei anti-desperdício de alimentos que proíbe clientes de restaurantes de pedirem mais do que precisam, uma legislação abrangente pode prejudicar a experiência de comer fora de casa. A lei, que entrou em …

Sindicato de pilotos denuncia pedidos da TAP para voos em folga

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) denunciou pedidos da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) para que alguns trabalhadores efetuem voos em dias de folga, ao mesmo tempo que afirma ter pilotos em excesso. Num email …

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …