França anuncia novo confinamento a partir de sexta-feira

Cugnot Mathieu / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron.

Emmanuel Macron anunciou hoje que o país vai voltar a um confinamento total a partir de sexta-feira. O presidente francês disse que vai “assumir a responsabilidade total” pelas medidas a introduzir.

Macron explicou que as medidas vão ser reavaliadas a cada 15 dias, mas que está previsto que sejam mantidas até dia 1 de dezembro. O primeiro-ministro francês reuniu esta terça-feira com os líderes de todos os partidos políticos, para analisar os cenários possíveis para travar a propagação de covid-19.

“Decidi que é necessário determinar, a partir de sexta-feira, o confinamento em todo o território nacional. As escolas ficarão abertas, e os lares podem receber visita. Tal como na primavera, podemos sair de casa para ir trabalhar, ir a consultas médicas, dar assistência aos familiares, fazer compras ou fazer breves passeios junto às nossas casas. Bares e restaurantes vão fechar. Funcionários e empregadores que não possam trabalhar continuarão a beneficiar de desemprego parcial”, detalhou Macron.

Ao contrário do primeiro confinamento no país, as escolas vão permanecer abertas; as pessoas vão poder sair para ir trabalhar por questões de saúde ou para comprarem alimentos e bens essenciais; e as visitas aos lares serão permitidas.

As fronteiras com os países vizinhos vão continuar abertas, mas apenas para cidadãos europeus, avisou o líder francês. Serão ainda disponibilizados testes rápidos para travar a entrada de pessoas infetadas em França.

“Creches, escolas, colégios continuarão abertos com protocolos de saúde fortalecidos. Pelo contrário, faculdades e estabelecimentos de ensino superior oferecerão cursos online. Sempre que possível, o teletrabalho será generalizado novamente. Mas, esta é uma segunda diferença em relação à primavera, os balcões dos serviços públicos continuarão abertos. As nossas fronteiras internas ao espaço europeu permanecerão abertas e, salvo exceções, as externas permanecerão fechadas. Quanto aos cemitérios, neste período marcado pelo Dia dos Finados, permanecerão abertos e quero que possamos continuar a enterrar os nossos entes queridos com dignidade”, acrescentou.

De acordo com o Observador, Macron apontou dois pontos de preocupação em França: o número de contágios duplicou e, neste momento, 58% das camas de cuidados intensivos estão ocupadas. Se nada for feito, em meados de novembro a capacidade dos cuidados intensivos estará esgotada.

Macron reforçou que é preciso proteger os doentes mais vulneráveis e os profissionais de saúde, sem esquecer a economia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Académicos sul-africanos querem diminuir o brilho do Sol

Um grupo de cientistas e académicos sul-africanos considera diminuir o brilho do Sol para evitar uma seca devastadora na Cidade do Cabo, de acordo com um novo estudo científico recentemente publicado. Os especialistas pretendem lançar …

O Universo está cheio de uma substância misteriosa: chama-se quintessência

Uma equipa internacional de cientistas sugere, num novo estudo, que a expansão acelerada do Universo pode ser causada por uma substância misteriosa chamada quintessência. Os cientistas acreditam que a expansão do Universo está relacionada com a …

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …