França anuncia novo confinamento a partir de sexta-feira

Cugnot Mathieu / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron.

Emmanuel Macron anunciou hoje que o país vai voltar a um confinamento total a partir de sexta-feira. O presidente francês disse que vai “assumir a responsabilidade total” pelas medidas a introduzir.

Macron explicou que as medidas vão ser reavaliadas a cada 15 dias, mas que está previsto que sejam mantidas até dia 1 de dezembro. O primeiro-ministro francês reuniu esta terça-feira com os líderes de todos os partidos políticos, para analisar os cenários possíveis para travar a propagação de covid-19.

“Decidi que é necessário determinar, a partir de sexta-feira, o confinamento em todo o território nacional. As escolas ficarão abertas, e os lares podem receber visita. Tal como na primavera, podemos sair de casa para ir trabalhar, ir a consultas médicas, dar assistência aos familiares, fazer compras ou fazer breves passeios junto às nossas casas. Bares e restaurantes vão fechar. Funcionários e empregadores que não possam trabalhar continuarão a beneficiar de desemprego parcial”, detalhou Macron.

Ao contrário do primeiro confinamento no país, as escolas vão permanecer abertas; as pessoas vão poder sair para ir trabalhar por questões de saúde ou para comprarem alimentos e bens essenciais; e as visitas aos lares serão permitidas.

As fronteiras com os países vizinhos vão continuar abertas, mas apenas para cidadãos europeus, avisou o líder francês. Serão ainda disponibilizados testes rápidos para travar a entrada de pessoas infetadas em França.

“Creches, escolas, colégios continuarão abertos com protocolos de saúde fortalecidos. Pelo contrário, faculdades e estabelecimentos de ensino superior oferecerão cursos online. Sempre que possível, o teletrabalho será generalizado novamente. Mas, esta é uma segunda diferença em relação à primavera, os balcões dos serviços públicos continuarão abertos. As nossas fronteiras internas ao espaço europeu permanecerão abertas e, salvo exceções, as externas permanecerão fechadas. Quanto aos cemitérios, neste período marcado pelo Dia dos Finados, permanecerão abertos e quero que possamos continuar a enterrar os nossos entes queridos com dignidade”, acrescentou.

De acordo com o Observador, Macron apontou dois pontos de preocupação em França: o número de contágios duplicou e, neste momento, 58% das camas de cuidados intensivos estão ocupadas. Se nada for feito, em meados de novembro a capacidade dos cuidados intensivos estará esgotada.

Macron reforçou que é preciso proteger os doentes mais vulneráveis e os profissionais de saúde, sem esquecer a economia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministro do Ambiente visita Moçambique com dois milhões e projetos de cooperação na carteira

O ministro do Ambiente e da Ação Climática português inicia quarta-feira uma visita a Moçambique, onde irá contactar com projetos apoiados por Portugal e anunciar investimentos ao nível da cooperação na ordem dos dois milhões …

Governo espanhol avança com "plano de choque" para reduzir tarifas de eletricidade

Ministros do Governo de Sanchéz (PSOE) afirmam que o conjunto de medidas apresentadas conseguirão reduzir a fatura da eletricidade para os consumidores em 12% e reiteram a promessa feita de que o ano de 2021 …

Textor suspende compra de acções da Benfica SAD após dúvidas do clube (e Vieira diz que não recebeu a carta)

O empresário norte-americano John Textor anunciou que suspendeu o acordo com José António dos Santos, o "Rei dos Frangos", para a compra de 25% das acções da SAD do Benfica, até à realização das eleições …

Governo trava duplo combate à esquerda (e, em ano de eleições, há muitos "nós" para desatar)

Em ano de eleições autárquicas, com o PS a visar a manutenção da maioria das Câmaras do país, o Governo socialista enfrenta um duplo combate com os parceiros de esquerda, com a revisão da lei …

Porto quer nova companhia para substituir a TAP — e já enviou proposta para Bruxelas

A Associação Comercial do Porto (ACP) enviou uma proposta para Bruxelas a defender a "criação de uma nova companhia aérea para voos intercontinentais a partir de Lisboa e o apoio à captação de rotas para …

Mais de 84% dos jovens dos 12 aos 17 anos com pelo menos uma dose da vacina

Mais de 84% dos jovens entre os 12 aos 17 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19, segundo dados da task force que coordena o processo de vacinação. Na segunda-feira, "cerca …

Seguido pelo Benfica, David Luiz explica porque assinou pelo Flamengo

David Luiz deu uma nega ao SL Benfica e optou pelo Flamengo. O defesa-central de 34 anos explicou a decisão que tomou de regressar ao Brasil. O Flamengo oficializou a contratação de David Luiz no sábado, …

Estatísticas apontam as duas melhores cidades para viver e fazer negócios (e a pior na gestão da pandemia)

Segundo a sétima edição do ranking elaborado pela Bloom Consulting, Porto e Lisboa são os melhores municípios para viver, para visitar e para fazer negócios. Já Albufeira é o concelho pior no que diz respeito …

O euro ganhou ao dólar e "decidiu" a transferência de Di María para o Benfica

A transferência de Di María para o SL Benfica apenas foi consumada devido à moeda de pagamento. O Rosario Central preferiu receber em euros do que em dólares. Não é novidade que quando Ángel Di María …

Há ambulâncias ilegais a fazer transporte de doentes

Há centenas de ambulâncias e veículos dedicados ao transporte de doentes que circulam ilegalmente sem vistoria. Em 24 operações de fiscalização levadas a cabo pelo INEM, foram instaurados 101 processos por infrações ao Regulamento do Transporte …