Escavações mostram forte em Miranda do Douro ocupado entre os séculos III e IX

Francisco Pinto / Lusa

Arqueólogos em notificação castreja no São João das Arribas, Miranda do Douro

Após quatro anos de escavações no castro de São João das Arribas, em Miranda do Douro, os arqueólogos descobriram estruturas e objetos que situam a ocupação da fortaleza entre os séculos III e IX.

A ocupação do castro de São João das Arribas, em Miranda do Douro, situa-se entre a antiguidade tardia e a Alta Idade Média, disse a arqueóloga Mónica Salgado à Agência Lusa. “Neste último ano, fomos surpreendidos com o aparecimento de uma muralha com uma arquitetura diferente, que poderá ser um campo de pedras fincadas”, explicou.

Segundo a investigadora, os campos de pedras fincadas postos a descoberto são características defensivas do período proto-histórico da Idade do Ferro.

“Esta área, onde se encontra a muralha de pedras fincadas, começou a ser estudada no último ano. Provavelmente, não vamos conseguir compreender na totalidade esta estrutura defensiva. Terá, assim, de ficar para trabalhos futuros”, disse a arqueóloga.

As escavações decorreram por entre pequenos montes e giestas e outros arbustos da flora autóctone do Parque Natural do Douro Internacional. A equipa de arqueólogos e um conjunto de voluntários tentaram perceber a importância histórica e arqueológica do sítio classificado em 1910 como monumento nacional.

Neste campo arqueológico participaram jovens voluntários vindos de diversos países, que demonstraram vontade em conhecer a história do local e os usos e costumes das terras de Miranda.

Gaelle Carvalho, da Palombar  associação que promove o património rural e parceira nas escavações de São João das Arribas , disse à Lusa que os jovens estrangeiros se mostraram satisfeitos por contribuir para a preservação do património arqueológico.

“O desenvolvimento de técnicas a nível profissional é outra da vertentes escolhidas pelos jovens”, explicou a responsável. Francisco Conde, voluntário oriundo de Espanha, adiantou que quis complementar os seus estudos em arqueologia e conhecer o período histórico da Alta Idade Média.

A partir de 2021, os arqueólogos vão voltar ao trabalho para tentar compreender melhor o lugar emblemático. “Vamos entregar um relatório final destas campanhas desenvolvidas ao longo de quatro anos e vamos estudar o espólio cerâmico. Após a conclusão dos estudos, iniciaremos uma outra campanha de escavações”, frisou a investigadora.

Os trabalhos no distrito de Bragança tiveram início em 2014 e, após os estudos do sítio arqueológico, vai existir uma musealização de tudo o que foi encontrado no castro de São João das Arribas.

Avatar DR, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Plano de desconfinamento a circular nas redes sociais é falso. Governo faz denúncia ao Ministério Público

Esta quinta-feira, começou a circular nas redes sociais um alegado plano de desconfinamento que teria início já no mês de março. O Governo já veio avisar que o documento é falso e vai fazer uma …

Carlos Carreiras diz que "Passos Coelho não é passado, é presente"

O presidente da Câmara de Cascais voltou a criticar a liderança do líder do PSD e, em sentido contrário, deixou rasgados elogios ao seu antecessor. Numa entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Carlos Carreiras …

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …

Manchester United e Liverpool querem Raphinha, ex-Sporting

Raphinha, antigo jogador do Sporting CP e do Vitória SC, está a ser sondado pelo Manchester United e pelo Liverpool. O brasileiro tem estado em destaque na Premier League, ao serviço do Leeds. Manchester United e …

50 deputados e menos de 100 pessoas na sala. Posse de Marcelo segue modelo do 25 de Abril

Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República, no parlamento, no dia 9 de março, numa cerimónia em que apenas estarão presentes 50 dos 230 deputados e menos de 100 pessoas no …

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …