Reforma das Forças Armadas. Ministro recuou em dois pontos (o resto, é pouco mais do que “cosmética”)

Rodrigo Antunes / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

Os diplomas para a reforma do comando superior das Forças Armadas (FA) já seguiram para a Assembleia da República. João Gomes Cravinho recuou em dois pontos e atenuou outros.

Fontes militares destacaram ao semanário Expresso duas alterações, considerando as restantes como apenas “cosméticas”.

Das reservas apresentadas pelas chefias militares, o Governo deixou cair o “recurso hierárquico” das decisões e atos dos chefes e recuou noutra questão relacionada com a nomeação dos comandantes de componente, ou seja, os comandantes operacionais das forças terrestres, do comando naval e do comando aéreo.



Numa primeira versão, o CEMGFA nomeava estes comandantes apenas ouvindo as chefias. Na proposta final, estes comandantes passam a ser nomeados e exonerados pelo ministro da Defesa, sob proposta dos chefes dos ramos (e apenas ouvindo o CEMGFA).

O matutino adianta que, na versão enviada para o Parlamento, o Governo atenuou a formulação sobre a forma como estes comandos de componente passam para a dependência do CEMGFA: em vez de ser automático, são os chefes a dar a ordem para os comandos operacionais passarem para a dependência direta do CEMGFA.

A partir daqui, os militares contactados pelo Expresso descrevem as alterações como mera “cosmética“.

Como já estava previsto, os chefes dos ramos podem reunir com o ministro da Defesa no Conselho Superior Militar, e em relação a matérias que tenham a ver com a execução da Lei de Programação Militar (compra de equipamentos) e com a Lei de Infraestruturas Militares (gestão de edificado), mas não em relação à sua concepção.

O Governo acrescentou que o despacho também pode incidir em “matérias administrativas e de execução orçamental que resultem da lei”.

O facto de o Conselho de Chefes de Estado-Maior perder várias competências deliberativas mereceu algumas clarificações. Na nova versão, os chefes dão “parecer” em vez de apenas serem “ouvidos”.

Agora, falta saber que propostas de alterações vão apresentar os partidos.

Esta segunda-feira, ao Diário de Notícias, Melo Gomes, ex-chefe de Estado-Maior da Armada, disse que, ao concentrar os poderes no Chefe de Estado-Maior-General das Forças Armadas, se pode estar a criar “uma figura demasiado poderosa” no sistema de Defesa Nacional.

“A ser aprovada assim esta lei prefigura um CEMGFA com poderes e responsabilidades como não se vê em nenhuma outra pessoa. Vamos ter um Dono Disto Tudo nas Forças Armadas?”, questionou.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Catarina Martins defende presunção de inocência de Luís Monteiro e fala da "situação insustentável" de Cabrita

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou que as denúncias de violência doméstica nunca devem ser desvalorizadas, mas defendeu a presunção de inocência do deputado bloquista Luís Monteiro. Além disso, considerou a situação de Eduardo …

Dermatologistas dizem que 90% das mortes por cancro de pele podem ser evitadas

A Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo (APCC) alerta para o facto de 90% das mortes por cancro de pele serem evitáveis, sublinhando que os custos em tratamento para os serviços de saúde rondam os 20 …

Especialista considera possível "largar as máscaras" antes de julho. Há 85 concelhos com zero casos de covid-19

A maior parte dos concelhos em Portugal encontra-se abaixo do limiar de risco e 85 contam mesmo zero casos. Para o virologista Pedro Simas, é possível que as máscaras deixem de ser utilizadas ainda antes …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Belenenses e Santa Clara também têm direito a nota artística

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/belenenses-0-2-santa-clara-o-musical-1 - Então? Numa jornada de Benfica-Sporting e de um importante Rio Ave-FC Porto, este indivíduo aborda o Belenenses-Santa Clara neste espaço? - É verdade. Por duas razões: a primeira é que fui eleita a Miss Mundo …

Joe Exotic implora que o tirem da prisão. Sofre de um cancro na próstata

A estrela de Tiger King, Joe Exotic, revelou que tem cancro de próstata e voltou a pedir a sua libertação da cadeia. Joseph Maldonado-Passage, mais conhecido por Joe Exotic, está a cumprir pena de prisão depois …

Ryanair passa de lucro a prejuízo de 815 milhões de euros no último ano

A irlandesa Ryanair revelou hoje que teve um prejuízo de 815 milhões de euros no ano fiscal terminado em 31 de março, contra um lucro de 1.002 milhões de euros no exercício anterior. Na base deste …

Mais duas mortes e 199 novos casos em Portugal. R(t) sobe para 1

Portugal registou esta segunda-feira 199 novos casos de infeção por covid-19 e mais duas mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas …

"Ameaça emergente". Produção de armas em casa com impressoras 3D deixa polícia em alerta

O alerta surgiu da Europol. Na Europa, estão a ser fabricadas pistolas semiautomáticas em impressoras e teme-se que o fenómeno chegue a Portugal. Os programas podem ser descarregados em plataformas na internet. Segundo avança o Jornal …

Jerónimo acusa Governo de "falta de vontade" para responder à crise

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu que o Governo "tem meios" e só não responde aos problemas concretos causados pela crise sanitária, por lhe "faltar a vontade", dando como exemplo a questão das …

Marcelo Rebelo de Sousa inicia visita oficial à Guiné-Bissau, 32 anos depois de Mário Soares

Marcelo Rebelo de Sousa inicia esta segunda-feira à tarde a sua primeira visita oficial à Guiné-Bissau enquanto Presidente da República, com um programa intenso, que inclui encontros institucionais, com a comunidade portuguesa e uma homenagem …