Fonte termal de Yellowstone entra em erupção passados 14 anos

Chuck Martin / Flickr

A fonte termal Ear Spring do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos

A fonte termal, chamada Ear Spring, situada no Geiser Hill do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos da América, entrou em erupção no sábado passado, após 14 anos de inatividade.

A atividade térmica no parque tem aumentado nos últimos tempos, mas especialistas afirmam que não há nada a temer.

No dia 15 de setembro, a fonte, parecida com uma orelha humana, despertou lançando jatos de vapor de água a uma altitude de seis e nove metros, e lançando água a 60 centímetros de altura. Trata-se da primeira erupção deste tamanho desde 1957.

O The Express UK diz que a nova atividade coloca os visitantes em risco, porque a pressão criada no geiser tem enviado detritos e rochas para o céu.

De acordo com funcionários do parque, trata-se da 4ª erupção da fonte nos últimos 60 anos e também da maior altura de jatos de água registada desde 1957, cita a agência AP.

Esta erupção faz parte da recente atividade térmica registada no Geiser Hill, destacou a agência.

Qualquer atividade registada em Yellowstone tem de ser tida em consideração e analisada pois há receios de poder despertar um supervulcão, adormecido há 630 mil anos.

O supervulcão do Parque de Yellowstone, apesar da sua beleza observável a partir da órbita terrestre baixa, é um dos 20 supervulcões que pode destruir a vida na Terra.

A  cratera deste vulcão tem 72 quilómetros de comprimento e 55 de largura e os canais subjacentes contêm várias dezenas de milhares de quilómetros cúbicos de material magmático.

O segredo que alimenta Yellowstone foi desvendado e as conclusões aproximam-nos de uma maior e melhor compreensão do Yellowstone com características que poderiam tornar o planeta Terra num inferno vulcânico catastrófico.

Uma análise sísmica do núcleo do vulcão de Yellowstone mostrou que debaixo deste vulcão localiza-se uma poderosa pluma mantélica – um fluxo vertical de magma que sobe rapidamente das profundezas da Terra.

Segundo os resultados, debaixo do Yellowstone está localizado um “tubo” de magma estreito e direito que desce por 3 quilómetros até à profundeza terrestre.

Também localizado no Parque Yellowstone está o géiser Steamboat – capaz de disparar água a uma altura de cerca de 90 metros, que entrou em atividade por quatro vezes n ano de 2018.

“Estas erupções irregulares de géiseres são, em grande escala, uma consequência das mudanças na superfície e no fluxo de água que ocorrem nas centenas de metros mais próximos da superfície”, explicou Michael Poland, diretor do Observatório Vulcanológico de Yellowstone (OVY).

As características do Parque de Yellowstone representam uma ameaça tão grande para o planeta Terra que a NASA já traçou um plano de salvamento baseado no arrefecimento do supervulcão de Yellowstone – um dos 20 supervulcões que pode destruir a vida na Terra.

PARTILHAR

RESPONDER

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …

Cancelamento de consultas leva a quebra de vacinação contra a pneumonia

O cancelamento ou adiamento de milhares de consultas levou a uma quebra na vacinação contra a pneumonia. É preciso "voltar a dar confiança às pessoas para que regressem aos estabelecimentos de saúde", apela o Mova. De …

Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados …

"O que se passa com enfermeiros e lay-off é uma vergonha." Marques Mendes também fala dos "4 contratos" do Novo Banco

António Costa e Rui Rio "não têm a coragem de dizer a verdade" no âmbito da polémica do Novo Banco, critica o comentador Luís Marques Mendes, considerando que ambos procuram sacudir água do pacote. Na …

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …