Desvendado o segredo que alimenta o inferno explosivo de Yellowstone

Jim Peaco, National Park Service / Wikimedia

A Grand Prismatic Spring, no Parque National de Yellowstone, EUA, é um dos locais do planeta onde apenas os extremófilos sobrevivem.

Simulações de supercomputadores ofereceram uma nova explicação para a geologia subjacente às imagens sísmicas recentes dos corpos de magma do Parque Yellowstone, nos Estados Unidos.

O supervulcão de Yellowstone é o mais bonito barril de pólvora do planeta, uma caldeira gigantesca tão grande que é observável a partir da órbita terrestre baixa.

Através de simulações de supercomputadores os cientistas analisaram o comportamento de duas câmaras de magma ocultas debaixo da superfície do Yellowstone e identificaram uma zona de transição onde os corpos de magma se encontram.

A zona de transição é o lugar onde as rochas frias e rígidas da crosta superior dão lugar a rochas quentes, dúcteis e até parcialmente fundidas, de acordo com o estudo publicado na Geophysical Research Letters.

É nesta zona que é criada uma laje de rocha solidificada que pode ser o que alimenta as explosões infernais do supervulcão. “Achamos que é essa estrutura que causa o vulcanismo de riolito-basalto em todo o Yellowstone, incluindo as erupções supervulcânicas”, afirma o geólogo Ilya Bindeman, da Universidade de Oregon.

Esta zona de transição aprisiona o aumento dos magmas e faz com que se acumulem e se solidifiquem num grande corpo horizontal chamado de “peitoril médio-crustal”, que pode ter até 15 quilómetros de espessura, de acordo com os modelos de computador. “Este é o berçário, um fósforo geológico e petrológico com produtos eruptivos”, descreve.

Para investigar como é que as duas câmaras de magma surgiram e tentar entender a relação de transferência de magma entre as mesmas, Bindeman e a sua equipa realizaram simulações de computador com o objetivo de traçar a evolução hipotética do Yellowstone ao longo de 7 milhões de anos.

De acordo com a investigação, o “peitoril médio-crustal” é composto por magma frio, fica entre os reservatórios mais quentes e mais viscosos – localizado a cerca de 10 quilómetros abaixo da superfície do Yellowstone – e tem entre 10 a 15 quilómetros de espessura.

O peitoril é composto por gabro solidificado, uma rocha formada a partir de magma arrefecido. Os cientistas admitem a possibilidade de este fenómeno se formar noutros supervulcões.

Embora esta investigação tenha por base simulações, os cientistas acreditam que estas descobertas podem mesmo ser o primeiro vislumbre de como o magma se distribui dentro da cratera.

As conclusões do estudo não nos dizem como ou quando o supervulcão irá entrar em erupção, mas aproximam-nos de uma maior e melhor compreensão do Yellowstone: e quando estamos a falar de um evento que poderia tornar o planeta Terra num inverno vulcânico catastrófico, esta é uma informação muito importante a reter.

PARTILHAR

RESPONDER

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …

Centenas foram à baixa de Lisboa protestar contra exploração do lítio

Cerca de quatro centenas de manifestantes de diferentes movimentos independentes de defesa do ambiente e de proteção do património rural protestaram hoje em Lisboa, contra a concessão e exploração a céu aberto do lítio em …

Rússia vai permitir que astronautas levem armas em viagens espaciais

Os astronautas russos vão começar a levar consigo uma arma de fogo durante as suas viagens espaciais. O objetivo é poderem afastar animais selvagens quando aterrarem em áreas remotas na Terra. A Rússia começou a armar …

Hotel no Peru vai ser demolido porque destruiu muro da época Inca

A justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por ter destruído, durante as obras, muros incas de 500 anos numa região considerada Património Cultural da …

No Museu do Louvre, os guias turísticos vão ser refugiados sírios e iraquianos

O Museu do Louvre, em Paris, vai treinar refugiados sírios e iraquianos como guias turísticos para os visitantes que solicitam um tour em árabe. Para os refugiados e requerentes de asilo, é agora gratuito entrar no …

Casal inglês tem um bebé com 17 meses (mas recusa-se a dizer se é menino ou menina)

Há casais que não querem saber o sexo do filho antes do momento do parto. Mas para um casal inglês, o parto da criança não acabou com o mistério em relação ao género. Decididos a proteger …