Desvendado o segredo que alimenta o inferno explosivo de Yellowstone

Jim Peaco, National Park Service / Wikimedia

A Grand Prismatic Spring, no Parque National de Yellowstone, EUA, é um dos locais do planeta onde apenas os extremófilos sobrevivem.

Simulações de supercomputadores ofereceram uma nova explicação para a geologia subjacente às imagens sísmicas recentes dos corpos de magma do Parque Yellowstone, nos Estados Unidos.

O supervulcão de Yellowstone é o mais bonito barril de pólvora do planeta, uma caldeira gigantesca tão grande que é observável a partir da órbita terrestre baixa.

Através de simulações de supercomputadores os cientistas analisaram o comportamento de duas câmaras de magma ocultas debaixo da superfície do Yellowstone e identificaram uma zona de transição onde os corpos de magma se encontram.

A zona de transição é o lugar onde as rochas frias e rígidas da crosta superior dão lugar a rochas quentes, dúcteis e até parcialmente fundidas, de acordo com o estudo publicado na Geophysical Research Letters.

É nesta zona que é criada uma laje de rocha solidificada que pode ser o que alimenta as explosões infernais do supervulcão. “Achamos que é essa estrutura que causa o vulcanismo de riolito-basalto em todo o Yellowstone, incluindo as erupções supervulcânicas”, afirma o geólogo Ilya Bindeman, da Universidade de Oregon.

Esta zona de transição aprisiona o aumento dos magmas e faz com que se acumulem e se solidifiquem num grande corpo horizontal chamado de “peitoril médio-crustal”, que pode ter até 15 quilómetros de espessura, de acordo com os modelos de computador. “Este é o berçário, um fósforo geológico e petrológico com produtos eruptivos”, descreve.

Para investigar como é que as duas câmaras de magma surgiram e tentar entender a relação de transferência de magma entre as mesmas, Bindeman e a sua equipa realizaram simulações de computador com o objetivo de traçar a evolução hipotética do Yellowstone ao longo de 7 milhões de anos.

De acordo com a investigação, o “peitoril médio-crustal” é composto por magma frio, fica entre os reservatórios mais quentes e mais viscosos – localizado a cerca de 10 quilómetros abaixo da superfície do Yellowstone – e tem entre 10 a 15 quilómetros de espessura.

O peitoril é composto por gabro solidificado, uma rocha formada a partir de magma arrefecido. Os cientistas admitem a possibilidade de este fenómeno se formar noutros supervulcões.

Embora esta investigação tenha por base simulações, os cientistas acreditam que estas descobertas podem mesmo ser o primeiro vislumbre de como o magma se distribui dentro da cratera.

As conclusões do estudo não nos dizem como ou quando o supervulcão irá entrar em erupção, mas aproximam-nos de uma maior e melhor compreensão do Yellowstone: e quando estamos a falar de um evento que poderia tornar o planeta Terra num inverno vulcânico catastrófico, esta é uma informação muito importante a reter.

PARTILHAR

RESPONDER

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …