Fisco vai ter acesso total a todas as contas bancárias

Até julho de 2017, as Finanças vão passar a ter acesso aos dados sobre todas as poupanças bancárias portuguesas de cidadãos residentes e não residentes.

O Jornal de Negócios relata que um diploma, aprovado em abril em conselho de ministros, prevê que até julho de 2017 a banca envie os dados sobre as poupanças detidas em Portugal por residentes e não residentes.

Caso os clientes sejam pessoas singulares ou sociedades passivas, tem de ser reportada toda a informação, independentemente do valor das poupanças. Se forem empresas ativas, têm de ser reportadas todas as contas com saldo superior a 250 mil dólares, na condição de que estas contas já estivessem abertas a 31 de dezembro de 2015.

A informação fornecida – que inclui depósitos, fundos de investimento, contas de custódia, entre outras – será usada para as Finanças procurarem indícios de evasão fiscal.

Assim, dentro de um ano, bancos, seguradores ou sociedades gestoras de fundos terão de comunicar todas as aplicações financeiras dos clientes, tanto os que residem em Portugal como os clientes não residentes que vivam num dos Estados que aderiram à primeira fase do acordo.

Os dados relativos aos cidadãos não residentes serão exportados para o país de origem do cliente até setembro do próximo ano, ou seja, quem tiver poupanças no estrangeiro terá os seus dados a serem comunicados pelos serviços de finanças locais para as autoridades portuguesas.

Com esta medida, que faz parte de um decreto-lei aprovado pelo Governo no final de abril, será muito mais difícil para os cidadãos portugueses dissimular património financeiro.

ZAP

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Já falta pouco para que seja instalado (sem permissão) um contador com ligação as c…ões. e no de x em x tempo passa um fiscal das finanças fazer a leitura para que se passe a pagar imposto das f…as que cada um dá.

  2. É uma violação a privacidade das pessoas.Agora que eu trabalho nas finanças vou ter acesso aos saldos dos meus amigos.Assim eles não podem contar historias para fugir ao pagamento do jantar.
    Para dar o exemplo tem de começar com o presidentes,deputados,primeiros ministros,chefes e por ai fora.
    1º o pessoal do sector publico e depois os restantes .

  3. Acho muito bem desde que comecem por primeiro presidente da republica, deputados, grandes gestores de empresas e por ai fora, também a muita gatuno donos de pequenos negócios que desviam bastante, alias até conheço pessoas que pagam de rendas camararias 5 e 10 euros tendo no banco para cima de 50 mil euros, penso que em certas coisas poderá ser bom mas como digo só depois de passarem primeiro a pente fino todas as grandes contas e perceberem donde caga… tanto dinheiro por vezes sem pagarem os impostos devidos.

  4. Se o sistema bancário já não está bom, então isto poderá ser a machadada final. Todos os que puderem vão meter o dinheiro debaixo da almofada e acabar com contas bancárias. Antes de avançarem com esta medida pensem bem nas consequências, caso contrário poderá dar asneira séria.

    • Pois, também não era má ideia fiscalizar o desperdício na função pública, as negociatas, o assobiar para o lado, os compadrios, as cunhas, os jobs for the boys, etc, etc, etc. É que o dinheiro dos nossos impostos cada vez menos é para os cidadão deste país, é antes para uma “corte” e os seus vassalos. Tudo se paga neste país, e o parasitismos está à cabeça. Que tal começar precisamente por aí?

  5. Se as tais Finanças vigiassem os bancos é que eu os achava espertos assim são pessoas cheias de ideias é o estado miserável que temos, Deus tenha pena de nós isto é de quem trabalha.
    Com tudo isto vamos continuar a alimenta-los e a engorda-los.
    Portugal e o seu estado não presta mesmo para nada, o desgraçado é sacado e alguém come à brava e à francesa é a total miséria criada por um gabarito esfomeado e descalabrado mentalmente, são uns Párias.

  6. Quem deveriam fiscalizar não fiscalizam e depois dá nisto…falava-se do Salazar!!! E isto é o que!??!? Eu estou de acordo que, caso existam suspeitas de evasões fiscais, as contas bancárias sejam fiscalizadas..agora qualquer um?!?!!?!? Ganhem juízo que já têm idade para o ter…eu que não percebo nada de leis parlamentares ou leis europeias, digo que isso não faz qualquer sentido..a lei deveria permitir só em casos de suspeitas de evasões ficais..por exemplo! Deveriam-se preocupar com aquilo que é importante, não com tretas destas…enfim ..mas quem tem culpa é o povo que pensa que ao votar nos partidos políticos estes vão fazer alguma coisa de jeito pelo português…enfim…se calhar os refugiados fizeram bem em ir embora…que neste país nada funciona em condições..

  7. Não é com saudosismo, mas com tristeza recordar os tempos em que as liberdades embora algemadas ainda existiam. No mínimo havia o direito à privacidade e eram necessárias suspeitas (por mais ténues que fossem) para levantar esse direito.
    Hoje, o estado português é não só totalitário e desmedido para com os seus cidadãos, é também o estado mais repressivo do ocidente (facto documentado). Até na China há mais privacidade. Hoje em Portugal qualquer cidadão nasce já corrupto e vigarista até provar o contrário.
    Esta ditadura é bem mais perigosa pois está mascarada de liberdade e justiça. Pobre país!

RESPONDER

China acusada de violar sanções à Coreia do Norte. EUA oferecem recompensa de 5 milhões

A China está a ser acusação de uma “violação flagrante” da obrigação de aplicar sanções internacionais à Coreia do Norte. Os Estados Unidos estão a oferecer uma recompensa de cinco milhões de dólares por informações. De …

Fabricante de aeronaves Embraer revela ter sido vítima de ataque informático

A fabricante aeronáutica brasileira Embraer informou esta terça-feira, em comunicado, que sofreu um ataque informático aos seus sistemas. A Embraer frisou, em comunicado divulgado aos acionistas, que o ataque “resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos …

Filho de Michael Schumacher ascende à Fórmula 1 em 2021

O alemão Mick Schumacher, filho do antigo piloto Michael Schumacher, ascende à Fórmula 1 na próxima temporada, para pilotar um dos carros da escuderia Haas, anunciou esta quarta-feira a equipa norte-americana. Atual líder do campeonato de …

Costa diz que ilegalização do Chega não é resposta, mas sim solucionar problemas

O primeiro-ministro considerou esta terça-feira que a resposta política mais eficaz ao Chega não passa pela sua ilegalização, mas por solucionar os problemas sociais que alimentam o populismo e explicam a existência do partido. António Costa …

Após atropelamento que fez 5 mortos na Alemanha, polícia exclui hipótese de terrorismo

O condutor que ontem provocou cinco mortes ao atropelar várias pessoas numa zona pedonal, em Trier, mostra sinais de "distúrbios psiquiátricos", afirmou o procurador dessa cidade do oeste da Alemanha, com a polícia a descartar …

Sonangol admite sair do Millennium BCP se surgir uma "boa oportunidade"

A petrolífera angolana Sonangol, segundo maior acionista do Millennium BCP com cerca de 20%, admitiu aproveitar alguma “boa oportunidade” que surja para vender a sua participação. A informação foi transmitida pela Sonangol de Sebastião Gaspar Martins, …

Portugal com mais 68 mortos e 3.384 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais 68 mortos relacionados com a covid-19 e 3.384 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.645 …

Tribunal de Contas usa inteligência artificial para controlar entidades

O Tribunal de Contas (TdC) começou a utilizar um sistema baseado em inteligência artificial para controlar as contas de cerca de 6.500 entidades que estão sob a sua alçada. Segundo noticiou esta quarta-feira o Correio da …

Açores decreta cerca sanitária em Rabo de Peixe

O governo regional decretou que vai implementar uma cerca sanitária em Rabo de Peixe, devido ao crescimento dos casos de covid-19. A freguesia de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, nos Açores, vai ficar …

Uma brecha na coligação israelita. Gantz ameaça apoiar moção de censura e derrubar Governo

Benjamim Netanyahu, primeiro-ministro israelita, pediu ao parceiro de coligação para votar contra a moção de censura ao Governo, apresentada esta quarta-feira no Parlamento. Mas Benny Gantz, ministro da Defesa, disse que o seu partido votará a …