Fisco devolve 1 euro e meio de imposto em quatro cheques de cêntimos

José Sena Goulão / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno

A Autoridade Tributária devolveu a uma empresa da Amadora 1,5 euros, relativos a IRC cobrado a mais, em quatro cheques diferentes, todos no valor de poucos cêntimos.

O caso é relatado pelo jornal Correio da Manhã que refere que o sócio-gerente de uma empresa de eficiência energética na Amadora, Manuel dos Santos, recebeu quatro cartas da Autoridade Tributária (AT), cada uma com um cheque no valor de poucos cêntimos, perfazendo um total de 1,4 euros.

Um cheque valia 3 cêntimos, outro 24 cêntimos, outro respeitava a 59 cêntimos e finalmente, o outro tinha o valor de 63 cêntimos, conforme aponta o CM.

Está em causa a devolução de IRC cobrado em excesso pelo Fisco, relativo ao mês de Janeiro, conforme explica Manuel dos Santos ao jornal, criticando a situação “ridícula”.

“Provavelmente a emissão de cada cheque e o envio por correio custou mais do que o total restituído”, lamenta o sócio-gerente da empresa, acusando a “máquina fiscal” de entreter-se “com estas ninharias” enquanto deixa escapar “grandes quantidades, como no caso das offshores“.

“O ridículo é a máquina fiscal não ter um sistema de bom senso para que abaixo de determinado valor o dinheiro entre em crédito para pagamentos futuros”, realça Manuel dos Santos.

Contactado pelo CM, o Ministério das Finanças não comentou o caso.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Quando isto acontece, que dizer de um país destes?! Se as Instituições do Estado ” brincam” com isto, ou seja, são os primeiros a dar os maus exemplos…logo que futuro terá este país?! Bom não será, certamente..

    • Sem dúvida. Isto é revelador das pessoas incompetentes que estão frente das Instituições do Estado. Muitas delas, só porque acabaram de tirar comprar, uma licenciatura numa qualquer faculdade privada.

  2. Mais, os excessos de cobrança deveriam ir “por defeito” para crédito, a menos que os directos interessados pedissem a devolução — importante no caso de montantes elevados, que só seriam compensados em longo tempo.

  3. Nos finais do milênio passado, mandei um funcionário pagar na tesouraria das finanças no dia 12 de maio, um valor de IVA liquidado a uma entidade estrangeira, cujo prazo de entrega decorria até dia 30 do mês. O funcionário pagou o valor do IVA mais o valor de uma multa. Telefonei imediatamente à tesouraria invocando a lei que me permitia o pagamento até ao dia 30, e exíjia a devolução do valor cobrado pela multa. Responderam que o dinheiro já havia sido registado, e por conseguinte não seria devolvido. Reclamei de imediato por escrito. A reclamação foi para a “gaveta”. Fui pessoalmente, varias vezes à reparticao, exigir resposta, até que, um ano depois, me responderam que eu tinha razão, mas não devolviam o dinheiro, porque o valor da devolução era inferior a cinco mil escudos! Como agora devolvem menos de €1,5?!!!!!

  4. Como devolveram a quantia de €1,50? já foi alterado ou anulado o valor mínio de €5,00 para devolução dos excessos cobrados?

RESPONDER

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …

Paris acordou repleto de cartazes que denunciam violência contra as mulheres

Um dos bairros de Paris acordou com cartazes, escritos em português, numa ação de rua contra a violência sobre as mulheres, uma iniciativa do movimento "Collages Feminicides", que tem feito este tipo de ações ilegais …

Ana Julia Quezada declarada culpada no caso da morte de Gabriel

Um júri popular considerou esta quinta-feira por unanimidade que Ana Julia Quezada é culpada de assassinar, com maldade (que segundo o código pena espanhol serve de agravante penal), Gabriel, o filho de oito anos do …

Burger King vai deixar de oferecer brinquedos de plástico nas refeições infantis

A cadeia de hambúrgueres Burger King no Reino Unido vai deixar completamente de usar plástico não biodegradável nos brinquedos que acompanham as refeições infantis. A decisão segue-se a uma petição pública lançada no site Change.org por …

Presidente veta “barrigas de aluguer”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vetou esta quinta-feira a alteração à lei relativa à procriação medicamente assistida, em consequência de o Tribunal Constitucional (TC) ter declarado inconstitucional duas normas do diploma. “Na sequência …

Raquel é a nova embaixadora do combate às alterações climáticas da ONU

A investigadora Raquel Gaião Silva promete dar o seu melhor como embaixadora da juventude para o combate às alterações climáticas, estatuto que alcançou ao vencer um concurso internacional de vídeo promovido pela ONU. "É uma responsabilidade. …

Huawei lança telemóvel sem aplicações do Google e Facebook

Os novos telemóveis topo de gama da Huawei vão chegar ao mercado sem aplicações do Google pré-instaladas. O Mate 30 e o Mate 30 Pro terão um sistema Android, mas virão sem serviços como o …