Fisco fica a saber este ano quem tem 50 mil euros no banco

(dr) Laura Haanpaa

Esta quarta-feira, os deputados aprovaram na especialidade a proposta do Governo que obriga os bancos a comunicarem ao fisco as contas bancárias com saldo superior a 50 mil euros.

O diploma foi aprovado, na Comissão de Orçamento e Finanças, com votos a favor de PS, BE e PCP, abstenção do CDS-PP e contra do PSD.

Assim, a legislação passa a obrigar os bancos a comunicarem à Autoridade Tributária e Aduaneira, até 31 de julho, informações sobre as contas que, em 31 de dezembro do ano anterior, tinham um saldo superior a 50 mil euros. Este diploma ainda terá de ser votado em plenário e irá depois para o Presidente da República para promulgação.

Em 2016, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vetou um diploma semelhante.

Em 9 de maio do ano passado, depois de o tema do sigilo bancário ter sido levantado num debate entre a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, e o primeiro-ministro, António Costa, Marcelo Rebelo de Sousa divulgou uma nota em que lembrava que vetou o decreto do Governo sobre informação bancária em 2016 devido à “situação particularmente grave vivida então pela banca”.

Logo no dia seguinte, em 10 de maio, o Governo aprovou a proposta para levantar sigilo bancário nas contas de depósito de cidadãos residentes em Portugal com saldo superior a 50 mil euros.

Então, em conferência de imprensa, o ministro das Finanças esclareceu que a Autoridade Tributária terá acesso ao saldo mas não aos movimentos das contas. Mário Centeno disse ainda que, apesar de o fisco aceder a informação sobre contas a partir de 50 mil euros, não haverá “lugar a troca de informações com terceiros, nacionais ou estrangeiros, particulares ou públicos”.

O governante considerou a medida de “extrema importância para o combate à fraude e evasão fiscal” ao dar um “elemento adicional à Autoridade Tributária para apurar se existem indícios de práticas tributárias ilícitas relativamente a determinados contribuintes”. “Os dados servem como desincentivo à ocultação e têm importante função preventiva”, sublinhou.

No entanto, o diploma esteve oito meses a aguardar os necessários avanços legislativos, só tendo sido aprovado na especialidade esta quarta-feira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é pura vasculhice sem qualquer sentido! O estado está cada vez mais pidesco. Enfim. É a desgovernação que nos desgoverna diariamente. Deveriam era promover a criminalização do enriquecimento ilícito. E isso o PS nunca quis. Sabemos agora por que nunca o quis. E nessas situações deveriam inverter o ónus da prova e ficar à responsabilidade do contribuinte explicar de onde lhe veio o que em princípio não deveria ter. Mas isso, para muita gente do PS, seria particularmente difícil. Há tias, primos, amigos de longa data, fotocópias, caixas de robalos, sacos de dinheiro em cofres, pagamentos em offshores, sociedades fantasma, carros em nome de sociedades, barcos, familiares a receber sem nada fazerem e apenas para justificarem recebimentos… e por aí fora. Haveria muita coisa impossível de explicar. E não são apenas os apartamentos em Paris.

  2. Ora bem, lá vou este fim de semana escavar mais um buraco no quintal, lá ninguém vai ver o que há.
    Assim já posso gastar o que quiser nas férias que ninguém ira saber, pago em cash.

    • Mete isso na conta de um amigo. E depois telefona-lhe a pedir fotocópias de vez em quando. Nas férias ele paga o apartamento e tu pagas os jantares.

  3. Eu também vou passar a ter mais dentro do colchão. Mas com esta medida a corrupção vai desaparecer. Lá isso vai. Ónus da prova? Qual coisa? O Jorginho, que nunca passou de um palhaço, ainda falou nisso quando estava de caras à beira mas foi só para não estar calado. E os telhados de vidro??

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …

Deputado vai ser testemunha no caso do incêndio de Monchique. Mas não conhece o arguido

O deputado social democrata Cristóvão Norte vai testemunhar em defesa do suspeito do crime de incêndio, que deflagrou em Monchique em 2018, mas não conhece o arguido nem a sua advogada. O deputado foi um dos …

"Sozinhos e perdidos nas contas". O filme da direita segundo Centeno

O tempo das derrapagens e dos orçamentos retificativos pertence ao passado, defendeu, este sábado, o ministro das Finanças, Mário Centeno, considerando que PSD e CDS-PP estiveram na presente legislatura "sozinhos e perdidos nas contas". Estas críticas …