Fim do imposto adicional aos combustíveis tira 474 milhões por ano à receita do Estado

Marcelo Camargo / ABr

Acabar com o adicional ao Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), segundo a proposta do CDS-PP que foi aprovada no Parlamento, resultará para os cofres do Estado na perda de 474 milhões de euros de receita, conforme revela o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

“O projecto de lei que o CDS-PP propõe é a redução da receita fiscal em 474 milhões de euros num ano”, referiu António Mendonça Mendes, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.

Há cerca de um mês, os centristas fizeram aprovar, na generalidade, um projecto de lei para o fim do adicional ao ISP criado com o Orçamento do Estado para 2016 (OE2016).

O deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares recordou que o Governo socialista justificou a criação do adicional ao ISP (que nesse ano significou um aumento de seis cêntimos na gasolina e no gasóleo) com a necessidade de manter a receita fiscal, que desceria directamente devido à redução do preço do petróleo.

Mais tarde, o Governo comprometeu-se com a revisão trimestral do valor do ISP em função da variação do preço base dos produtos petrolíferos, tendo ajustado o imposto ao longo de 2016, mas acabou por deixar de o fazer em 2017.

“A neutralidade fiscal que o Governo prometeu que ia aplicar já não existe”, acusou o deputado, lembrando que logo em 2016, a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estimou que esta alteração significou um ganho de receita de 250 milhões de euros.

Para o CDS, é possível avançar com o fim do adicional ao ISP “sem perder a estimativa da receita fiscal” para este ano, uma vez que o Orçamento do Estado de 2018 (OE2018) assume o preço do barril do petróleo em torno dos 55 dólares – um valor que hoje está perto dos 77 dólares.

Também o deputado do PSD Cristóvão Norte criticou o Governo por “não ter honrado a sua palavra”, por ter prometido uma neutralidade fiscal que não se cumpriu, e insistiu que com o aumento do preço do barril do petróleo é possível reduzir o ISP sem perder a estimativa de receita.

O deputado social-democrata questionou ainda sobre qual o acréscimo de receita em IVA com os combustíveis, criticando a ausência de resposta da Autoridade Tributária e do Governo.

Também o deputado do Bloco de Esquerda Heitor de Sousa criticou que se mantenha o ISP em níveis que tinham sido anunciados como uma medida transitória e para compensar uma quebra do preço do petróleo.

Lembrando que o Governo tem invocado o impacto ambiental e a necessidade de corrigir escolhas de consumo através de mecanismos fiscais, Heitor de Sousa contrapôs com o investimento em transportes públicos, considerando que a situação é “calamitosa”, dado que a oferta não responde à procura.

“Esse argumento não colhe porque não é confirmado pela realidade”, afirmou.

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais adiantou ainda que o fim do ISP “não dá nenhuma garantia de impacto directo no preço de venda ao público”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “O projecto de lei que o CDS-PP propõe é a redução da receita fiscal em 474 milhões de euros num ano”, referiu António Mendonça Mendes, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.
    -Será que o perdão de 125 M€ que as mesmas Finanças perdoaram não sacou nada ao cofres do estado?
    -Será que ao 10.000 M€ dos ofensores que as mesmas Finanças deixar passar por entre as pernas não sacou nada aos cofres do estado ?
    – e mais, e mais, e mais, etc. etc. etc.

  2. Aconselho muito cuidado com este tipo de projectos de lei que muitas vezes não passam de propostas populistas e feitas apenas quando se está na oposição; (lembram-se de como estava o preço da gasolina quando o cds foi governo?).
    Quanto á ideia em si, pode parecer muito “gira” mas convém esclarecer para onde iriam todos esses milhões retirados ao orçamento de Estado, ou seja, a todos nós. Iriam para o bolso dos automobilistas ou, devido ao já mais que provado conluio nos preços entre as grandes empresas dos petróleos, engordar apenas e só os já xorudos lucros das referidas petrolíferas???

    • De facto é fantástico pensarem que por saberem escrever umas palavras a seguir às outras ainda pensam que conseguem enganar alguém.
      Já com o aumento da dívida que até ao final deste ano deve chegar aos 260 MM já não é preciso ter cuidado.
      Seguindo esse brilhante raciocínio caso o estado eliminasse todo o imposto o preço permanecia o mesmo.
      O imposto era apenas para ser temporário, mas como já se sabe que dizem uma coisa e fazem outra…
      A dívida em Dezembro de 2015 estava perigosamente instável(230 MM), neste momento está em 250 MM, está controlada e é sustentável, só não compreendo como conseguem dizer isto sem se rirem.

RESPONDER

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …