Dois contra (quase) todos. O fim dos debates quinzenais uniu o PS e o PSD mais do que nunca

Inácio Rosa / Lusa

As propostas dos socialista e dos sociais-democratas são debatidas e votadas, esta terça-feira, no Parlamento. A maioria dos partidos é contra.

Rui Rio foi o primeiro a propor o fim dos debates quinzenais com o primeiro-ministro, mas o PS apressou-se a mostrar que é a favor e a apresentar uma proposta própria. De acordo com o Expresso, ambas as propostas são, esta terça-feira, discutidas e votadas no Parlamento.

O PSD quer reduzir os debates para quatro por sessão legislativa (em setembro, janeiro, março e maio), em “data fixada pelo presidente da Assembleia, por proposta do primeiro-ministro com 15 dias de antecedência e ouvida a conferência de líderes”.

Segundo a proposta do PSD, caberia ao governante comparecer no Parlamento durante os debates do Estado da Nação, do Orçamento do Estado e duas sessões plenárias sobre temas europeus. Além disso, a proposta adianta que deveriam ainda realizar-se quatro debates com ministros dos vários setores.

Já a proposta socialista sugere que, em vez do debate com o primeiro-ministro se passe a realizar o Debate com o Governo, devendo o primeiro-ministro passar a marcar presença no Parlamento a cada dois meses.

O PS refere que o primeiro debate sobre política geral é aberto por uma intervenção inicial do primeiro-ministro, por um período não superior a dez minutos, a que se segue uma fase de perguntas dos deputados. “No segundo, sobre política setorial, o debate inicia-se com uma intervenção inicial do ministro com responsabilidade sobre a área governativa sobre a qual incide o debate ou do primeiro-ministro, a que se segue uma fase de perguntas dos deputados desenvolvida em duas rondas.”

Além disso, o chefe do Governo teria também que marcar presença no hemiciclo “no quadro do acompanhamento de Portugal no processo de construção europeia” e no debate sobre o Estado da Nação.

Chuva de críticas

O centrista Francisco Rodrigues dos Santos já deixou bem claro que os centristas não vão pactuar com a ideia, preferindo antes “mais e melhor oposição” e “não menos e pior oposição ao Governo socialista”. Da mesma forma, o PAN condenou a proposta, considerando que se trata de um “mau sinal” para a democracia.

João Cotrim de Figueiredo, líder do Iniciativa Liberal, acusou o PSD de ter “desistido definitivamente” de fazer oposição, numa “reedição do Bloco central, sem o ser”, adiantando que a diminuição do número de debates com António Costa no Parlamento corresponderá a uma “redução do escrutínio democrático“.

Do Bloco de Esquerda surgiu a acusação de um “mau exemplo” por parte da Assembleia da República. Pedro Filipe Soares referiu que o fim dos debates quinzenais se trata de diminuir “o confronto de ideias” numa espécie de “democracia amestrada”.

André Ventura, do Chega, criticou o eventual apoio do PCP à proposta de redução dos debates quinzenais com o primeiro-ministro, acusando o partido comunista de “atrás da cortina dar a mão ao PS”.

O PCP garantiu que está a avaliar o assunto, não tendo tomado uma posição. Já o líder da bancada d’Os Verdes (PEV), José Luís Ferreira, admitiu que até poderá ser positiva a hipótese de se realizarem debates com os ministros setorais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um megassatélite em órbita de Ceres daria "um ótimo lar" para seres humanos

Enquanto Elon Musk, CEO da SpaceX, olha para Marte, o físico e astrobiólogo Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico da Finlândia, está de olho no planeta anão Ceres. Seres humanos a viver noutros planetas do Sistema …

O vento solar é estranhamente atraído para o Pólo Norte (e não se sabe porquê)

Durante anos, os cientistas pensaram que o vento solar era igualmente atraído para os Polos Norte e Sul da Terra. No entanto, estudos recentes mostram que estas partículas parecem preferir o Norte - e não …

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …