Aos 3 anos acusou o pai de matar a mãe e ninguém acreditou. 21 anos depois, encontrou as provas

(dr) Bonnie Pasciuto Haim / Facebook

Em dezembro de 2014, Aaron Fraser converteu-se no proprietário da casa onde viveu até aos 4 anos em Jacksonville, na Florida.

Decidiu renovar a casa, começando pela zona da piscina. Depois de partir um bloco de cimento encontrou um saco com ossos e restos mortais humanos, que acabou por se comprovar que pertenciam a Bonnie Haim – a sua mãe.

A descoberta de Aaron foi a peça-chave para um mistério familiar que começou em janeiro de 1993 com o desaparecimento de Bonnie. Anos depois, o mistério pode ser finalmente resolvido com o início do julgamento de Michael Haim, o pai de Aaron, acusado de homicídio, escreve a ABC.

Michael e Bonnie Haim trabalharam juntos numa empresa de fornecimento para construção. Como refere o The Washington Post, o relacionamento dos dois estava num ponto de rutura.

Em 7 de janeiro de 1993, Bonnie, de 23 anos, não apareceu ao trabalho. O marido diria mais tarde que os dois tiveram uma discussão na noite anterior e que ela terá deixado a casa sozinha por volta das 23h00.

No dia em que desapareceu, um funcionário do hotel perto do Aeroporto Internacional de Jacksonville descobriu a carteira de Bonnie num caixote do lixo.

A polícia também descobriu o carro num estacionamento do aeroporto, o que levantou suspeitas sobre a posição “incomum” do banco do motorista, que parecia estar mais demasiado para trás para o tamanho de Bonnie. Para tornar as suspeitas mais evidentes: foi detetada uma pegada de um sapato de homem no tapete do carro

No entanto, o que levantou as suspeitas em torno de Michael foram algumas palavras de Aaron, com três anos de idade na época: “O pai magoou-a”, disse ele a um funcionário de serviços de proteção à criança. No entanto, nenhum membro de sua família, nem mesmo os pais da sua mãe, acreditavam nessa versão, pensado que ele tinha sofrido uma “lavagem cerebral” para culpar o pai.

Aaron foi adotado por outra família, os Frasers, passando a utilizar o seu apelido. No início de 2000, apresentou uma queixa de morte por negligência contra o pai, apesar de os  restos de Bonnie não terem sido encontrados.

Os restos encontrados na renovação de 2014 tornaram-se evidências que levariam à prisão do pai, que foi oficialmente acusado em agosto de 2015 pelo assassinato da esposa. Na segunda-feira, 8 de abril, começou o julgamento pelo assassinato de Michael Haim, que sempre afirmou que não tinha nada a ver com a morte da esposa.

A acusação diz que o cadáver era a peça que faltava e que o motivo do crime foi o facto de Bonnie querer sair de casa e levar com ela o filho. Como prova, foi encontrada junto ao corpo uma cápsula de uma bala de calibre .22, idêntico ao da arma de que o então marido era detentor. Para além disso, Michael alugava a casa de família na condição de que não fosse feita qualquer obra no quintal nem deixados cães no espaço.

Aaron é esperado para testemunhar no julgamento, o que poderia ser um fator-chave no caso. A irmã da vítima, Liz Mahoney, confessou ao El Mundo que este processo significa ”fechar o último capítulo da vida de Bonnie” e que, por isso, vai ser um momento doloroso.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Dificilmente haverá crime perfeito e ainda bem que este acabou por ser esclarecido e confirmar a afirmação da criancinha na altura com três anos apenas.

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …