Fenprof acusa o Governo de “desvalorizar o trabalho” e desrespeitar os professores

ustock

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) considerou, esta sexta-feira, “inaceitável” e uma “verdadeira provocação” a proposta de aumentos salariais de 0,3% para 2020, acusando o Governo de “desvalorizar o trabalho” e “desrespeitar os trabalhadores”.

O aumento “não é ridículo, nem absurdo, é uma verdadeira provocação“, afirmou o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, em conferência de imprensa realizada em Lisboa, enquanto decorriam as negociações com o Governo sobre as medidas a incluir no próximo Orçamento do Estado.

“Dizer que, depois destes 10 anos, vão ter um aumento de três décimas é brincar com as pessoas, é desvalorizar o trabalho. É de um governo que desrespeita quem trabalha e os seus salários”, criticou Mário Nogueira, para quem o aumento proposto é algo “absolutamente inaceitável”.

O secretário-geral da Fenprof lembrou que, na última década, os professores tiveram os “salários congelados”, o que se traduziu numa “redução do poder de compra“.

No caso dos educadores de infância e professores do ensino básico e secundário, houve uma diminuição líquida do poder de compra de 18,2%, segundo números avançados esta sexta-feira por Mário Nogueira. Já no ensino superior, os docentes dos institutos politécnicos perderam 17,7% do poder de compra, enquanto entre os professores universitários a redução foi de 14,4%. O caso mais grave é a dos investigadores que “perderam 32,3% do poder de compra”, acrescentou.

O Ministério das Finanças explicou que os aumentos salariais para a função pública no próximo ano terão por base “a taxa de inflação observada até novembro de 2019, de 0,3% para todos os trabalhadores”.

Entretanto, esta sexta-feira, no final da última reunião das negociações com os sindicatos da Função Pública, o secretário de Estado da Administração Pública explicou que o Governo “foi até onde podia ir“, destacando o esforço do executivo de “regressar à normalidade”.

A proposta do Governo foi até onde podia ir, tendo em conta que o descongelamento das carreiras, com o pagamento a 100% das valorizações remuneratórias resultantes tem um impacto nas contas públicas em matéria de massa salarial de 527 milhões de euros”, disse José Couto aos jornalistas.

Segundo a consultora EY, um funcionário público com um rendimento mensal de mil euros terá, no próximo ano, um aumento inferior a dois euros por mês (mais 26,25 euros/ano). Já um trabalhador com um vencimento de 1.500 euros por mês, terá um aumento mensal de 2,6 euros. Quem recebe um salário de dois mil euros poderá contar com um aumento líquido de pouco mais de três euros por mês.

Para Mário Nogueira, os professores são os trabalhadores da função pública mais prejudicados: tiveram menos tempo de serviço congelado recuperado e são os que têm mais dificuldades em progredir na carreira. Sobre a progressão, Mário Nogueira referia-se ao regime de vagas de acesso aos 5.º e 7.º escalões, “mecanismos que impedem os professores de progredir na carreira”.

Uma realidade que muda consoante a região do país em que os docentes trabalham: Nos Açores, não existe regime de vagas; na Madeira, “foi apresentada uma proposta para acabar com esse regime” e no continente milhares de professores continuam “presos” nos 4.º e 6.º escalões, criticou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fuga em massa. 75 prisioneiros escapam de prisão no Paraguai

As autoridades do Paraguai anunciaram que pelo menos 75 detidos fugiram da prisão Pedro Juan Caballero, localizada perto da fronteira com o Brasil, sendo que muitos dos fugitivos pertencem a um conhecido grupo de crime …

Pneumonia viral já chegou à Coreia do Sul. China regista terceira morte

A Coreia do Sul confirmou esta segunda-feira o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China em dezembro e já provocou a morte a três pessoas no país. De acordo com …

Há uma espécie de árvore praticamente imortal (e o seu segredo foi descoberto)

Uma equipa de investigadores descobriu o segredo da Ginkgo biloba, a espécie de árvore que é praticamente imortal. Esta espécie existe desde o tempo dos dinossauros. A Ginkgo biloba, também conhecida popularmente por nogueira-do-japão, é uma …

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …