Familygate. Da “mulher do próximo” no tempo de Cavaco às filhas de coronéis na GNR

José Sena Goulão / Lusa

O ex-Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, com o primeiro-ministro António Costa.

A polémica das relações familiares no Governo socialista domina a actualidade política nacional. Mas está longe de ser uma realidade exclusiva do Executivo de António Costa. No tempo de Cavaco Silva, havia 13 mulheres e 3 irmãs de elementos do seu segundo Governo nomeadas. E até na GNR há casos de ligações familiares.

Após estalar a polémica com as nomeações de familiares no Governo de António Costa, a jornalista Ana Leal da TVI descobriu que há uma teia semelhante na Guarda Nacional Republicana (GNR).

A investigação levada a cabo pela estação apurou que há “situações de favorecimento às famílias das mais altas patentes da GNR, com o conhecimento do ministro da Administração Interna”, Eduardo Cabrita.



Eduardo Cabrita é um dos nomes do Governo do PS que surge na teia das relações familiares, já que é casado com a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

Na GNR, “há casos de mulheres e filhas de coronéis que entraram directamente para os quadros da GNR, passando à frente de militares de carreira, altamente qualificados”, avança a TVI.

As “mulheres do próximo” do Governo de Cavaco

A temática dos laços familiares no Governo do PS levou Cavaco Silva a fazer uma das suas raras intervenções públicas, desde que deixou a Presidência da República, para criticar a “prática de ‘jobs for the boys'” e falar em situações “indecorosas”. Mas o antigo primeiro-ministro esqueceu-se da nomeação de 13 mulheres e de 3 irmãs de elementos do seu segundo Governo.

Este dado foi relembrado pela secretária-adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, numa intervenção num debate na SIC Notícias, onde lembrou uma investigação do extinto jornal “O Independente”, na edição de 7 de Fevereiro de 1992, quando Paulo Portas era o director.

Intitulado “A Mulher do Próximo”, o artigo realçava que havia 15 familiares de governantes no Executivo de Cavaco que governava com maioria absoluta. O site Polígrafo fala de uma “nomeação em série” de mulheres de ministros e de secretários de Estado.

Sofia Marques Mendes, mulher de Marques Mendes, uma das grandes figuras do PSD de Cavaco que era, na altura, Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, era adjunta do secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Amaro. Tinha sido professora, com uma licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas.

Maria dos Anjos Nogueira, mulher do ministro da Presidência e da Defesa Nacional, Fernando Nogueira, era adjunta do secretário de Estado da Saúde, José Martins Nunes.

Fátima Dias Loureiro, mulher do ministro da Administração Interna, Dias Loureiro, era adjunta de Pedro Santana Lopes, o Secretário de Estado da Cultura.

Margarida Cunha, mulher do ministro da Agricultura, Arlindo Cunha, era secretária do ministro dos Assuntos Parlamentares, Couto dos Santos.

Maria Filomena de Sousa Encarnação, mulher do secretário de Estado Adjunto da Administração Interna, Carlos Encarnação, era adjunta do sub-secretário de Estado da Cultura, António Sousa Lara.

Maria Cândida Menezes, mulher de Luís Filipe Menezes que era então secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, era secretária de Fernando Nogueira.

Celeste Amaro, mulher do secretário de Estado da Agricultura, foi nomeada para vogal da direcção dos serviços sociais da Presidência do Conselho de Ministros.

A ex-ministra de Passos, Paula Teixeira da Cruz, era, no segundo Governo de Cavaco, assessora de Marques Mendes. Já o seu marido, Paulo Teixeira Pinto, foi nomeado sub-secretário de Estado da pasta tutelada pelo mesmo Marques Mendes.

Regina Estácio Marques, mulher de Pedro Estácio Marques que era assessor de Cavaco Silva, era secretária do secretário de Estado Adjunto da Administração Interna.

O casal Fátima Loureiro e Carlos Loureiro integrava o ministério da Administração Interna.

Eduarda Honorato Ferreira, responsável pela agenda do Ministro das Finanças, era irmã do chefe de gabinete de Cavaco Silva, José Honorato Ferreira.

Isabel Elias da Costa, mulher do secretário de Estado das Finanças, Elias da Costa, era adjunta de Couto dos Santos. E a secretária do ministro dos Assuntos Parlamentares, Teresa Corte Real Silva Pinto, era irmã da secretária de Estado da Modernização Administrativa, Isabel Corte Real.

Isabel Ataíde Cordeiro, adjunta da secretária de Estado do Desenvolvimento e Planeamento Regional, Isabel Mota, era mulher do chefe de gabinete do secretário de Estado da Cultura, Manuel Falcão. Mas ela chegou primeiro ao cargo do que o marido chegou ao Governo.

Margarida Durão Barroso, mulher do então secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Durão Barroso, foi nomeada para a Comissão dos Descobrimentos.

Costa ordena análise às relações familiares

Com a polémica a ser muito negativa para a imagem do PS, tanto mais em ano de eleições, os socialistas consideram que está em causa “uma campanha negra” com vista a prejudicar o partido nas urnas, como repara o Público.

A teia de casos já levou à primeira baixa com a demissão do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, que nomeou o primo como seu adjunto.

Entretanto, o primeiro-ministro ordenou que seja feita uma análise interna às ligações familiares no seio do Executivo para perceber se haverá mais casos, como reporta o Observador.

SV, ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Ambos “farinha podre do mesmo saco”! 2 tipos execráveis, verdadeiros excrementos da política!
    Que os seres pensantes e eticamente adequados que ainda existem em Portugal se organizem, rapidamente em associações cívicas para restituir o país aos portugueses dignos e honrados.

    • ó zandinga tens que explicar bem o que é essa treta de politico que acabaste de bolsar senão acabas por parecer aquilo que és, igual a eles.

  2. Com noticias cheias como esta o ZAP perde os clientes, perdão comentadeiro(a)s do costume para quem tudo está mal neste País e principalmente neste governo. Informação de última hora do IEFP dá conta que subiu abruptamente a % de desempregados, supõe-se que são os mal dizentes habituais do ZAP a prever o pior (pra eles) nas próximas eleições o que os levará a mais 4 anos de jejum.
    No tempo da múmia de boliqueime é que eram todos santos, deixem-nos chegar novamente à governação do País e com os tempos que correm vão ver o que é bom.Gente mesquinha de baixa índole.

  3. O Ministério Público deveria investigar a fundo o que se passa nas autarquias. São famílias inteiras a viver à pala dos nossos impostos. De Norte a Sul uma autêntica vergonha. Abrem-se concursos públicos mas que de públicos nada têm. Estão logo assegurados para os familiares e amigos. Isto é gritante pela dimensão que tem a nível nacional. Investigue-se! Há famílias inteiras. Há câmaras em que a grande maioria dos funcionários são todos de 4 ou 5 famílias. É uma vergonha completa!

    • Na Câmara de Elvas foram “encaixados” 29. Mas fazem concursos públicos? Penso que nem isso. É tudo por ajuste direto!!

  4. Façam greve aos votos e mandem estes Mer..as trabalharem e acabemos com esta raça de maçonicos.
    viva a maçonaria.

  5. O ministério público,e chefiado pela PGR,se está nas mãos de costa,não vai actuar.nao há investigações.

    • Nas mãos do costa e do presidente das selfies! A Joana Vidal levou um pontapé no traseiro em menos de nada. Se não fosse ela nunca a operação marquês tinha existido.

  6. “…os socialistas consideram que está em causa “uma campanha negra” com vista a prejudicar o partido nas urnas,…”. Eu também penso que é tudo uma cabala para decapitar o PS como foi o caso Casa Pia. Assim dizia o outro. Os gajos andam mesmo à rasca, O costa quer que se vasculhe a ver se ainda há mais familiares na geringonça. É melhor não mexerem mais porque há coisas que quanto mais se lhe mexe mais mal cheiram…!

  7. O que é preciso é não cobiçar a mulher do próximo (7º. mandamento). Especialmente se ele estiver muito próximo…!

  8. Faço minhas as palavras do habilidoso Costa: claramente a memória não é uma das qualidades do Cavacão. Junto com a mania de tanguear os portugueses (lembram-se do valor da reforma que não dava para pagar as despesas ?!), fica mesmo muito bem na chapa…!
    Perdeu mais uma oportunidade para ficar calado.

RESPONDER

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …