Família da mulher mais pesada do mundo acusa equipa médica de mentir

(CV) YouTube / BBC

Mulher mais pesada do mundo perde 250 kg em dois meses após cirurgia bariátrica

Mulher mais pesada do mundo perde 250 kg em dois meses após cirurgia bariátrica

Os familiares da mulher que perdeu mais de metade do seu peso, depois de uma cirurgia na Índia, alegam que a equipa médica está a mentir e que a paciente ficou “destruída” depois do tratamento. 

Eman Abd El Aty, de 36 anos, foi notícia no mês passado por ter perdido metade do seu peso dois meses após uma cirurgia na Índia. Conhecida como “a mulher mais pesada do mundo”, a egípcia deixou o país, na altura com 500 kg, rumo a um hospital em Mumbai.

Depois de sete horas de voo num avião de carga, a mulher foi transportada num camião até ao Saifee Hospital, onde foi submetida a uma cirurgia de redução de estômago e a uma dieta especial à base de líquidos, lideradas pelo cirurgião bariátrico Muffazal Lakdawala.

O famoso médico aproveitou uma cerimónia de entrega de prémios na área da Medicina, na qual foi homenageado, para anunciar que a sua paciente já tinha perdido cerca de 250 kg.

Desde esse dia que a relação entre a família da egípcia e a equipa médica azedou, escreve agora o The Guardian, com a irmã de Eman a acusar o médico de ter mentido sobre os progressos e a revelar que esta ficou “destruída” com o tratamento.

“Desde a cirurgia que ela não consegue falar, está ligada a um tubo de alimentação, (…) não se consegue mexer, tem um aspeto azulado, sem qualquer tipo de melhoria”, afirmou Shaimaa Selim, citada pelo jornal britânico.

Entretanto, o cirurgião respondeu às acusações através das redes sociais, partilhando fotografias que diz comprovar que a paciente pesa atualmente cerca de 170 kg.

Na terça-feira passada, toda a equipa médica, com exceção de Lakdawala, se demitiu, dando como principal razão as recentes acusações da família.

“O que aconteceu é muito triste”, afirmou Aparna Bhasker, cirurgiã bariátrica chefe do hospital indiano. “Estamos muito magoados. Este é o pior tipo de ataque que um médico pode enfrentar. Um ataque nem sempre tem de ser físico. Ao demitir-me da equipa, estou a protestar contra este tipo de ataque”, acrescentou.

Em declarações ao India Today, a médica revelou que os familiares estão chateados com o facto de Eman poder vir a ter alta em breve e, com isso, terem de regressar ao Egipto.

Eles querem mantê-la aqui. Nós podíamos ajudá-la, mas esta não é a melhor maneira de o conseguirem”, acusou.

Eman nasceu com mais de seis quilos e foi diagnosticada com elefantíase, uma doença parasitária que causa um inchaço extremo dos braços e das pernas. Aos onze anos de idade, já estava tão pesada que não conseguia ficar de pé e passou a gatinhar pela casa.

Algum tempo depois, a egípcia teve de abandonar a escola, após sofrer um AVC que a impediu de sair da cama. O lado direito do seu corpo ficou paralisado, prejudicando ainda mais a sua mobilidade.

Eman não saía de casa há mais de 25 anos, passando os dias deitada numa cama. Inicialmente, foi necessário demolir uma das paredes do seu quarto para a conseguirem retirar de casa, com a ajuda de um guindaste.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

China. Cientistas testam vacina contra a SIDA em seres humanos

Um grupo de cientistas chineses vai testar uma vacina "duradoura" contra o vírus da sida, em 160 voluntários, na primeira vez que uma vacina deste género atinge a segunda fase de testes, segundo a imprensa …

Empresa de Sérgio Ramos multada em 250 mil euros por cortar dezenas de árvores ilegalmente

A cidade de Alcobendas, em Espanha, decidiu em sessão plenária extraordinária multar a empresa Aguileña de Inversiones SA, veiculada ao futebolista Sérgio Ramos, em 250.000 euros devido ao abate ilegal de dezenas de árvores. Segundo escreve a …

Postal enviado de Hong Kong em 1993 chegou aos Estados Unidos esta semana

Uma norte-americano recebeu, esta semana, um postal oriundo de Hong Kong e datado de 1993 em perfeitas condições de preservação. Agora, falta encontrar os verdadeiros destinatários. Tal como conta a emissora norte-americana CNN, a mulher, Kim …

Além de programas e subscritores, Netflix está a perder (sobretudo) confiança

A Netflix apresentou, neste segundo semestre do ano, um crescimento global aquém das expectativas e, pela primeira vez, assistiu a uma perda de subscritores naquele que é o seu principal mercado. Estes resultados não agradaram …

Criança descobre fóssil de crocodilo gigante pré-histórico que habitou Amazónia

O rapaz de onze anos estava a pescar com o pai, nas margens brasileiras do rio Acre, quando descobriu a mandíbula de um crocodilo gigante pré-histórico que habitou a Amazónia há oito milhões de anos. Uma …

Protestos, detidos e estado de emergência. Um super-telescópio está a agitar o Havai

Centenas de manifestantes estão reunidos, na base da montanha Mauna Kea, no Havai, para contestar a construção no seu pico de um super-telescópio, avaliado em mil milhões de dólares. Segundo o Washington Post, os anciãos havaianos, conhecidos …

A Brienne de A Guerra dos Tronos propôs-se a um Emmy. E conseguiu a nomeação

A atriz Gwendoline Christie, que interpreta a cavaleira Brienne of Tarth em A Guerra dos Tronos, propôs-se a um Emmy depois de a produtora HBO não a ter indicado para os maiores prémios da televisão. Christie …

Espiões nos recreios das escolas para ver se as crianças falavam Catalão

O Governo regional da Catalunha autorizou que elementos de uma organização não governamental se introduzissem nos recreios das escolas para aferirem se as crianças e os professores falavam Catalão ou Espanhol. A iniciativa foi levada a …

Bill Gates já não é o segundo homem mais rico do mundo

O fundador da Microsoft, Bill Gates, já não é o segundo homem mais rico do mundo. Segundo o ranking elaborado pela Bloomberg, o empresário foi destronado pelo francês Bernard Arnaut, dono da empresa de artigos …

Passageira tenta abrir porta do avião em pleno voo e obriga piloto a aterrar de emergência

Uma passageira que se comportou de forma agressiva e descontrolada durante um voo que seguia de Londres para a Turquia obrigou o piloto a regressar ao aeroporto de Stansted, escoltado por dois jatos militares. O incidente …