Deco alerta para falsas imobiliárias a operar no Porto

A Deco Norte está a alertar os consumidores que “devem ser claramente informados sobre a prestação de serviço das mediadoras imobiliárias e o impacto económico que a contratação destes serviços poderá ter no seu orçamento”.

O primeiro alerta da associação de defesa dos consumidores prende-se com o facto de “alguns negócios de compra e venda, publicitados através de anúncios em sites, nem sempre corresponderem a contratos de mediação imobiliária“.

A Deco explicita que “previamente à assinatura de um contrato, o consumidor deverá confirmar se essa entidade está devidamente registada no Instituto de Mercados Públicos do Imobiliário e da Construção (IMPIC)” – lembrando que “desde 2018, as mediadoras estão obrigadas a apresentar um modelo de contrato, previsto na lei, ou em alternativa, utilizando outro modelo de contrato, a enviá-lo para validação do IMPIC”.

Em paralelo, a Deco Norte adverte também que “frequentemente as mediadoras questionam o consumidor sobre a opção ou não pela exclusividade do seu serviço”, frisando que “a maioria dos consumidores desconhece que ao escolher um regime de exclusividade, durante um determinado período de tempo, não poderá efetuar qualquer transação de venda desse imóvel sem ser através dessa agência”.

Caso o faça, “poderá correr o risco de lhe ser exigido o valor da remuneração inicialmente estabelecido com a referida empresa, o qual não poderá exceder os 5% do valor estabelecido no contrato de mediação imobiliária”.

A Deco alerta ainda, segundo o Expresso, que “se o contrato for omisso quanto ao seu prazo de duração, considera-se celebrado por um período de seis meses“.

Face aos problemas que têm surgido com o crescimento de venda de casas no Grande Porto, a Deco Norte deixa alguns conselhos gerais aos consumidores. Em primeiro lugar, que façam “uma pesquisa prévia do mercado, para depois escolher agência imobiliária com segurança e certeza de que se trata de uma empresa”.

Além das falsas imobiliárias, os consumidores são também alertados para outras questões que envolvem empresas certificadas. “Antes de assinar o contrato, leia cuidadosamente o clausulado e exija a inclusão de informação que considera ser relevante para efeitos de concretização do negócio, como seja o valor da remuneração e duração do contrato”, aconselha a Deco Norte.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas hoje em dia ainda há quem recorra a imobiliárias???
    Temos inúmeras plataformas onde podemos procurar casa ou até mesmo vender a nossa, sem ter de pagar os ridículos valores de comissões apresentados pelas imobiliárias.
    Imobiliárias são um negócio com fim à vista! Em todas as aquisições e vendas de imóveis que fiz até hoje nunca recorri a tal serviço e nem vou recorrer, vai contra os meus princípios!
    Só é enganado quem quer!

RESPONDER

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …