“Não há falta de médicos”. Faculdades de Medicina não vão aumentar vagas

O Governo vai voltar a abrir a porta ao aumento de vagas nos cursos procurados pelos melhores alunos, mas as faculdades de Medicina voltam a fechá-la.

De acordo com o jornal Público, o Governo vai voltar a permitir que os cursos procurados pelos melhores alunos aumentem as vagas até 15%, mas as faculdades de Medicina não o vão fazer.

Uma vez que “as condições se mantêm, a decisão também será no mesmo sentido” da que foi tomada no ano passado, avança ao matutino Henrique Cyrne Carvalho, presidente do organismo que agrupa todas as faculdades de Medicina.

O Conselho de Escolas Médicas Portuguesas (CEMP) diz que o número de estudantes que as faculdades de Medicina recebem neste momento já é “bem superior ao número de vagas” que os seus responsáveis entendem ser “adequadas”.

Além disso, destacam os responsáveis destas faculdades, já existem limitações dos estudantes no acesso às práticas clínicas durante a formação e tem vindo a aumentar o número de médicos que, depois de concluído o curso, não conseguem acesso à especialidade.

“Não há falta de médicos em Portugal”, dizem ainda, contrariando o Ministério da Ciência e Ensino Superior, tutelado por Manuel Heitor.

Na perspetiva de Fausto Pinto, diretor da faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, formar mais médicos seria condená-los “ao desemprego ou a terem que emigrar”.

No ano passado, quando foi publicado o despacho que permitia às faculdades de Medicina aumentarem o número de vagas, o CEMP já tinha manifestado a sua “discórdia e estupefação”.

Segundo o organismo, “o aumento do número de alunos, a verificar-se, iria naturalmente degradar a qualidade do ensino, sobretudo nas vertentes clínicas, dada a manifesta incapacidade de cumprir rácios aceitáveis”.

O CEMP realçou que as faculdades de Medicina esgotaram a capacidade “há muito”, por falta de “espaços físicos” e pela carência de “recursos humanos que permitam um rácio aluno:tutor de acordo com as recomendações internacionais”.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Vamos contratar cubanos outra vez….. para que os senhores não fiquem marcados como “fraudes” por não formarem mais médicos porque não querem para os preços praticados continuem altos e ordenados chorudos….

  2. Não há falta de médicos???? Em que país? Onde? Quem diz que em Portugal não há falta de médicos experimente vir aqui onde eu moro para marcar uma consulta. A resposta é: Não há médicos. A marcação é feita por telefone, depois o médico de serviço (quando há) telefona para quem marcou e faz a consulta por telefone e só será presencial se for necessário. Mais ainda: Só admitem 20 marcações por dia e apenas à quarta e à sexta. Mais nada. Isto porque não há médicos para mais. E não pensem que estou a escrever de algum concelho lá longe nos confins de Portugal. Não. Estou num concelho bem pertinho de Lisboa que até faz parte da Área Metropolitana.

    • Na noticia não fala no SNS; fala em Portugal – são coisas diferentes.
      E, no geral, os “concelhos nos confins de Portugal” tem melhores serviços do que a Áreas Metropolitanas.

  3. É uma vergonha nacional. Mais um ano! São centenas de jovens que todos os anos vão estudar para fora do seu país! Jovens com médias de 17 e 18 valores que não conseguem entrar em medicina. Concluindo não são suficientemente bons para o nosso país. É pena!!!

  4. Este corporativismo é vergonhoso. O governo tem de intervir nesta matéria de uma vez por todas. Somos o país da Europa que tem as consultas mais caras em PPC.

  5. Deve ser por isso que o meu médico de família é Cubano. Ou que uma parte da população nem sequer tem médico de familia. Ou que muitas vezes não se fazem operações porque não há anestesistas. Ou não há médicos ou há muita falta de organização.

    • “Ou não há médicos ou há muita falta de organização.”
      Ou estás a confundir o número de médicos em Portugal com numero de médicos no SNS…

  6. Bem visto!!
    O problema será o SNS estar completamente deficitário, pagar muito mal e exigir muito mais. Médicos haverão porém a trabalhar em clínicas privadas onde talvez ganhem um pouco mais condignamente.
    Não posso comentar mais a não ser dar a minha simples opinião pois não é a minha área.
    Mas falando de uma área que conheço, como a engenharia, curiosamente também se vê muitas notícias que fazem falta engenheiros e mão-de-obra especializada. Ora caríssimos, pensem em ganhar obras por preços realistas e não com orçamentos “só para ganhar ou não estar parado” mas já a saberem que estão a perder ainda nem a obra começada e a pagar em condições aos trabalhadores e quiçá os que saíram do país para procurar melhores salários voltarão….

  7. Parece que vão ter que engolir a Católica.
    Lá vão umas centenas de jovens estudar para a Republica Checa etc etc. e após a sua formação estão-se marimbando para a País, por lá ficam, por lá casam etc etc.

RESPONDER

Maiores de 40 anos vão poder agendar vacinação ainda esta segunda-feira

Os cidadãos com mais de 40 anos vão poder fazer o auto-agendamento para serem vacinados contra a covid-19 ainda esta segunda-feira. O auto-agendamento da vacina contra a covid-19 vai estar disponível a partir desta segunda-feira para …

Escócia 0-2 República Checa | Chapéu Schick deslumbra Glasgow

Um bis de Patrick Schick, rematado com um golo pouco à frente da linha do meio-campo, valeu hoje à República Checa o triunfo sobre a Escócia por 2-0, na primeira jornada do Grupo D do …

Dadores de sangue querem dispensa do trabalho no dia da dádiva

Os dadores de sangue devem voltar a ter direito à dispensa laboral no dia da dádiva, reivindicou esta segunda-feira a federação portuguesa que os representa, alertando que o país perdeu 40 mil dadores regulares entre …

Tiago Barbosa Ribeiro é o candidato do PS à Câmara do Porto

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado e presidente da comissão política concelhia do PS-Porto, vai liderar a lista do partido à presidência da Câmara do Porto nas eleições autárquicas. Depois das desistências do secretário de Estado da …

Portugal com mais 625 novos casos e sem registo de mortes

Num dia em que Portugal não regista qualquer óbito, a Direção-Geral da Saúde (DGS) dá conta de que há 625 novos casos confirmados. De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, não houve nenhuma …

Vacina da Novavax com eficácia de 90% comprovada em estudo

A empresa de biotecnologia Novavax anunciou, esta segunda-feira, que a sua vacina contra a covid-19 mostrou uma eficácia de 90%, em geral, num ensaio clínico de fase três com quase 30 mil participantes nos Estados …

Caso dos ativistas anti-Putin: "Ninguém tem dúvidas sobre a posição de Portugal em relação à Rússia"

Esta segunda-feira, à chegada à cimeira da NATO, o primeiro-ministro português, António Costa, pronunciou-se pela primeira vez sobre a polémica dos dados pessoais de ativistas anti-Putin enviados às autoridades russas pela Câmara Municipal de Lisboa. À …

Vereador de Gondomar acusado de usar carro para fins pessoais

O vereador da Câmara de Gondomar José Fernando Moreira está a ser vigiado pela PSP, por usufruir de uma viatura alugada para uso oficial, combustível, portagens e estacionamento. O vereador da Câmara de Gondomar foi acusado, …

"Compromisso renovado da América". Cimeira da NATO em Bruxelas conta com a presença de Joe Biden

Os chefes de Estado e de Governo da NATO reúnem-se esta segunda-feira em Bruxelas para renovar os votos com a defesa coletiva e reforçar o compromisso de futuro da aliança transatlântica. Será o primeiro encontro com …

"Pior que os comunistas". Iniciativa Liberal arrasado após arraial de Santo António

O arraial de Santo António organizado pelo partido Iniciativa Liberal (IL), em Lisboa, levantou uma onda de críticas. Há quem fale em "tolice completa" e Rui Rio diz que ainda foi "pior que os comunistas", …