Fábrica em Seia fechou após todos os trabalhadores rescindirem contrato

marcel maia / Flickr

-

Uma empresa metalúrgica de Loriga, no concelho de Seia, fechou as portas após os 32 trabalhadores terem rescindido os contratos devido a salários em atraso, disse esta quinta-feira à agência Lusa o presidente da Junta de Freguesia.

Segundo o autarca António Mendes, no dia 4 de Novembro, os operários da Metalúrgica Vaz Leal SA, fundada em meados do século passado, “rescindiram os contratos por terem dois meses [de salários] em atraso” relativos a Setembro e a Outubro.

“Os salários em atraso ainda não são muitos, mas parece que [os trabalhadores] também tinham metade de um subsídio em atraso e que havia uma promessa [da administração] de que a situação estaria regularizada no final de Outubro”, contou.

António Mendes referiu que a empresa trabalhava para clientes como a Siderurgia Nacional e as minas da Panasqueira e, por aquilo que sabe, “não tinha falta de encomendas”.

O autarca disse à Lusa que o fecho da fábrica é “uma facada” e é “péssimo” para a economia da vila de Loriga, com cerca de mil habitantes.

“Não são 32 pessoas [que perdem o sustento]. São 70 ou 80, porque há famílias que dependem de uma pessoa que ali trabalhava“, disse o presidente da Junta de Freguesia, indicando que os salários totais que auferiam “eram na casa dos 20 mil euros mensais“.

Apontou que naquela localidade da região da Serra da Estrela “não há alternativas de emprego” e os operários que ficaram sem trabalho têm idades entre os 40 e os 50 anos.

“Esta mão-de-obra é mais [ao nível] de torneiros e de serralheiros. Um ou outro ainda é capaz de conseguir novo emprego em Seia, mas para os restantes é difícil”, vaticina.

António Mendes ainda tem a esperança de a fábrica Metalúrgica Vaz Leal SA poder reabrir as portas “em breve”.

“Ainda temos um pouco de fé. Já houve vários contactos com a Câmara Municipal de Seia e pode ser que ainda se consiga alguma coisa”, concluiu o autarca.

A agência Lusa tentou contactar a administração da empresa, mas não foi possível até ao momento.

A Comissão Coordenadora Distrital da Guarda do Bloco de Esquerda (BE), em comunicado, já lamentou o encerramento da unidade fabril de Loriga.

O BE mostra-se solidário com os trabalhadores e refere que a decisão “é mais uma machadada” na região, que agrava a situação socioeconómica daquela vila do concelho de Seia e do distrito da Guarda.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Gabo a atitude dos trabalhadores. Assim todos os que trabalham tivessem a mesma dignidade. Trabalhar para aquecer? Que trabalhem os patrões.

RESPONDER

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …

Preço da luz no mercado regulado deverá subir 0,2% em 2022

O preço da eletricidade para os consumidores do mercado regulado deverá subir 0,2% no próximo ano face à média do ano em curso, segundo a proposta da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) hoje anunciada. “Para …

Governo recua e anuncia redução de imposto sobre combustíveis. Gasolina desce dois cêntimos e gasóleo um

Com a subida abrupta do preço dos combustíveis, o Governo anunciou esta sexta-feira à tarde que irá reduzir o ISP. Na prática, ao consumidor isto significa que o preço da gasolina vai baixar dois cêntimos …

Bolsonaro admite que chora sozinho na casa de banho

Num encontro organizado pela igreja evangélica Comunidade das Nações, em Brasília, na quinta-feira, o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, admitiu que costuma chorar na casa de banho. “Quantas vezes eu choro na casa de banho, em …

Jogadores em greve no Brasil, presidente no Estádio da Luz

Crise financeira grave no Cruzeiro, jogadores não apareceram para treinar e o presidente estava em Portugal. O plantel do Cruzeiro não apareceu no treino marcado para a tarde desta quinta-feira. Na véspera, os jogadores já tinham …

"É devastador": os millenials que querem ter filhos, mas não têm condições financeiras

Têm três empregos, querem mudar de carreira ou estão a mudar-se para zonas distantes para ter alojamento mais acessível. Assim é a vida dos millenials, que fazem tudo para juntar dinheiro suficiente para sustentar uma …