Exemplo de Costa sobre o Natal é o que os portugueses não devem fazer, diz especialista

Hugo Delgado / Lusa

Para que se fale mais do que é realmente eficaz no combate à pandemia um médico de medicina familiar lançou uma petição pública “em sentido inverso”, apelando para a cooperação do “único órgão de soberania” capaz de a travar: os portugueses.

A “Petição pública dos médicos ao povo português” teve uma adesão “muito satisfatória” e já conta com 1440 assinaturas, o que surpreendeu o médico de medicina geral e familiar e professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Carlos Martins, que redigiu o texto no domingo e tem recolhido mensagens de apoio de muitos colegas, adiantou à Lusa.

O texto da petição pública, é um apelo dos médicos para que os portugueses cumpram medidas de proteção e higiene básicas, repetidas desde o início da pandemia pelas autoridades de saúde, mas também para que as pessoas se abstenham de contactos sociais.

Carlos Martins rejeita o discurso constante de medidas para a “salvação do Natal”, defendendo que o exemplo pessoal dado pelo primeiro-ministro, António Costa, sobre a sua gestão familiar dos encontros desta época festiva, com reuniões familiares em dias diferentes, é exemplo do que não se deve fazer, sublinhando que é importante que as pessoas minimizem o número de contactos.

No texto pede-se aos portugueses que assumam que, para que o próximo seja normal, “este Natal vai ser diferente”, passado apenas com o agregado familiar, estendendo a precaução a eventos de empresas, defendendo que será “necessário evitar essa forma de convívio”. Carlos Martins defende que se isto não acontecer “a pandemia vai descontrolar-se e descontrolada já ela está”.

O professor universitário critica o espaço mediático completamente ocupado “com controvérsias e medidas legais” em vez de se focar nas questões essenciais de combate à pandemia. “É preciso sensibilizar os cidadãos para regras tão simples, mas que não estão a ser cumpridas”, disse.

O especialista defendeu que as férias escolares de Natal deviam ser alargadas de duas para quatro semanas, como forma de travar contágios, uma vez que discorda da “retórica em relação às escolas”, com as autoridades de saúde a insistirem que são responsáveis por uma percentagem residual de infeções.

Cita ainda estudos internacionais que questionam essa ideia, referindo também que em Portugal há um desconhecimento sobre a origem da infeção numa parte significativa dos casos positivos, ao que acresce que entre os jovens as infeções são muitas vezes assintomáticas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não sou especialista mas penso que a continuar assim ou os laboratórios se viram para a descoberta de medicamentos que curem este Vírus ou vamos piorar mais ainda tanto em Portugal como no Mundo, a vacina segundo especialistas ela não cura, senão cura há que investigar e se possível rápido medicamentos para acura, já está há vista que confinamento não está a dar o resultado que esperávamos

RESPONDER

Crise alimentar leva Coreia do Norte a distribuir reservas militares de arroz

A Coreia do Norte está a destribuir reservas militares de arroz para enfrentar a atual crise alimentar, ao mesmo tempo que uma onda de calor e a seca atingem o país, revelou na terça-feira a …

Jogos Olímpicos: a terra tremeu durante o Brasil-México

Primeira meia-final do torneio masculino de futebol não teve direito a golos durante 120 minutos, mas teve direito a um sismo. Final será entre Brasil e Espanha. O Brasil estará novamente na final dos Jogos Olímpicos, …

A turbina de marés mais potente do mundo já está a funcionar

A mais poderosa turbina de marés do mundo está em funcionamento desde a passada quarta-feira no arquipélago escocês de Orkney. A turbina O2, que pesa 680 toneladas métricas, começou a funcionar na passada quarta-feira, 28 de …

Vacinação Casa Aberta já está disponível para maiores de 30 anos

A modalidade de vacinação Casa Aberta está desde esta terça-feira disponível para as pessoas com idade igual ou superior a 30 anos. De acordo com um comunicado enviado esta terça-feira pela task force, “a modalidade Casa …

Governo motivado para executar PRR "de forma célere"

O ministro das Finanças, João Leão, afirmou esta terça-feira que o Governo está muito motivado “para executar de forma célere” o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), depois de Bruxelas ter desembolsado 2,2 mil milhões …

Governador de Nova Iorque assediou sexualmente várias mulheres, revela investigação

A procuradora-geral de Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA), disse que a investigação sobre Andrew Cuomo revelou que o governador assediava sexualmente atuais e antigas funcionárias. As descobertas surgem após uma investigação de cinco meses sobre …

Pedri vai superar recorde de Bruno Fernandes

Ainda falta um jogo para a seleção espanhola nos Jogos Olímpicos e, por isso, o jovem do Barcelona vai jogar 73 vezes nesta temporada. A Espanha vai disputar o número máximo de jogos possível no torneio …

Governo duplica ajuda a bares e discotecas

O Governo vai duplicar o limite máximo dos apoios, através do programa Apoiar,  a empresários em nome individual de setores que se mantêm encerrados por lei. O Governo decidiu não só prolongar o programa Apoiar para …

Brasil. Tribunal vai investigar Bolsonaro por alegações de fraude eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil decidiu na segunda-feira abrir uma investigação contra o Presidente Jair Bolsonaro. Em causa estão as suas declarações sobre fraude nas eleições do próximo ano. Segundo avançou a agência France …

Jantar do Chega com 170 pessoas. MP acusa Ventura de crime de desobediência

O líder do Chega, André Ventura, foi acusado pelo Ministério Público de ser coautor material do crime de desobediência, pelo jantar-comício organizado em Braga em plena pandemia. O Ministério Público acusou esta terça-feira o ex-candidato presidencial …