Excedente orçamental em 2019 ameaçado pela PPP do Douro Litoral

Stephanie Lecocq / EPA

A polémica parceria público-privada do Douro Litoral levou a que o Estado tivesse de pagar uma indemnização à concessionária. Isto pode fazer com que o excedente orçamental já em 2019 esteja sob ameaça.

O esboço idealizado para este Orçamento do Estado fazia prever que a boa execução ao nível das receitas poderia antecipar já para 2019 a obtenção do primeiro excedente orçamental. No entanto, esta possibilidade ficou agora reduzida, uma vez que o Estado português foi condenado a pagar mais de 200 milhões de euros aos donos da concessão rodoviária do Douro Litoral.

As regras europeias ditam que pelo menos parte desta despesa tem de ser registada nas contas do ano passado, o que afetará o saldo orçamental previsto. A notícia foi avançada este sábado pelo jornal Público.

No mês passado, o Ministério das Finanças anunciou que o défice público, numa ótica de caixa, tinha ficado, em 2019, mais de 500 milhões de euros abaixo do que era esperado. Contudo, uma fonte oficial do ministério explicou que na altura “ocorreu uma melhor execução de receita de fundos europeus do que o esperado, que melhorou o saldo em contabilidade pública mas sem reflexos em contabilidade nacional“.

O Estado vê-se, então, obrigado a pagar uma indemnização de 219 milhões de euros devido à parceria público-privada (PPP) do Douro Litoral, que gerou muita polémica. Ficou definido, em setembro do ano passado, que o Estado pagaria 42 milhões de euros inicialmente e cinco milhões, todos os semestres, até 2034. Foram pedidos vários recursos à decisão, mas esta manteve-se como definida inicialmente.

O contrato de concessão da Auto-estrada Douro Litoral foi assinado em 2007 e tinha como objetivo melhorar a fluidez de trânsito da área metropolitana do Porto. O baixo tráfego não foi suficiente para remunerar a concessionária pelo investimento, razão pela qual foi pedida uma indemnização de 1350 milhões de euros, decorrente da anulação do concurso para a construção da auto-estrada e perda de tráfego.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …