Ex-ministro das Finanças brasileiro preso por suspeitas de negociar subornos

Valter Campanato / ABr

Guido Mantega, ex-ministro das Finanças brasileiro

Guido Mantega, ex-ministro das Finanças brasileiro

O ex-ministro das Finanças do Brasil Guido Mantega foi detido esta quinta-feira e está em prisão preventiva por suspeitas de ter pedido pagamentos de subornos para o Partido dos Trabalhadores (PT) para auxiliar empresas investigadas pela Operação Lava Jato.

Segundo informações divulgadas num comunicado do Ministério Público Federal (MPF), o ex-ministro de Estado teria ajudado a OSX e a construtora Mendes Junior a vencer uma licitação para a construção de duas plataformas da Petrobras (a P-67 e P-70) com contrato no valor de 922 milhões de dólares (820,2 milhões de euros), em troca de pagamentos ilícitos ao PT.

A negociação ilícita teria sido confirmada à justiça brasileira pelo empresário Eike Batista, ex-presidente do Conselho de Administração da OSX, num depoimento ao MPF.

“Eike Batista declarou que, em 01/11/2012, recebeu pedido de um então ministro e presidente do Conselho de Administração da Petrobras [Guido Mantega], para que fizesse um pagamento de cinco milhões de reais (1,3 milhões de euros), no interesse do Partido dos Trabalhadores (PT)”, lê-se no comunicado.

Para pagar o suborno, o executivo da OSX teria sido orientado a firmar um contrato ideologicamente falso com uma empresa ligada a publicitários já denunciados na Operação Lava Jato por disponibilizarem seus serviços para a lavagem de dinheiro oriundo de crimes.

Já a Mendes Júnior teria sido responsável pela entrega de sete milhões de reais (1,9 milhões de euros) a um operador financeiro ligado a um partido político e à Diretoria Internacional da Petrobras, já condenado no âmbito da Operação Lava Jato.

O MPF destacou, ainda, que a OSX e a Mendes Junior “não detinham tradição no mercado específico de construção e integração de plataformas e por isto viabilizaram sua contratação pela Petrobras mediante o repasse de valores a pessoas ligadas a agentes públicos e políticos”.

Desde o início da manhã, a policia federal do Brasil cumpre oito mandados de prisão temporária, oito mandados de condução coercitiva e 32 mandados de busca e apreensão nos estados de Minas Gerais, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Sul.

Além de Guido Mantega, são alvos da 34ª fase da Operação Lava Jato, denominada de Arquivo X, executivos das empresas Mendes Júnior e OSX Construção Naval S.A., assim como representantes de outras empresas por elas utilizadas para receber os repasse de vantagens indevidas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …