Ex-ministro das Finanças brasileiro preso por suspeitas de negociar subornos

Valter Campanato / ABr

Guido Mantega, ex-ministro das Finanças brasileiro

Guido Mantega, ex-ministro das Finanças brasileiro

O ex-ministro das Finanças do Brasil Guido Mantega foi detido esta quinta-feira e está em prisão preventiva por suspeitas de ter pedido pagamentos de subornos para o Partido dos Trabalhadores (PT) para auxiliar empresas investigadas pela Operação Lava Jato.

Segundo informações divulgadas num comunicado do Ministério Público Federal (MPF), o ex-ministro de Estado teria ajudado a OSX e a construtora Mendes Junior a vencer uma licitação para a construção de duas plataformas da Petrobras (a P-67 e P-70) com contrato no valor de 922 milhões de dólares (820,2 milhões de euros), em troca de pagamentos ilícitos ao PT.

A negociação ilícita teria sido confirmada à justiça brasileira pelo empresário Eike Batista, ex-presidente do Conselho de Administração da OSX, num depoimento ao MPF.

“Eike Batista declarou que, em 01/11/2012, recebeu pedido de um então ministro e presidente do Conselho de Administração da Petrobras [Guido Mantega], para que fizesse um pagamento de cinco milhões de reais (1,3 milhões de euros), no interesse do Partido dos Trabalhadores (PT)”, lê-se no comunicado.

Para pagar o suborno, o executivo da OSX teria sido orientado a firmar um contrato ideologicamente falso com uma empresa ligada a publicitários já denunciados na Operação Lava Jato por disponibilizarem seus serviços para a lavagem de dinheiro oriundo de crimes.

Já a Mendes Júnior teria sido responsável pela entrega de sete milhões de reais (1,9 milhões de euros) a um operador financeiro ligado a um partido político e à Diretoria Internacional da Petrobras, já condenado no âmbito da Operação Lava Jato.

O MPF destacou, ainda, que a OSX e a Mendes Junior “não detinham tradição no mercado específico de construção e integração de plataformas e por isto viabilizaram sua contratação pela Petrobras mediante o repasse de valores a pessoas ligadas a agentes públicos e políticos”.

Desde o início da manhã, a policia federal do Brasil cumpre oito mandados de prisão temporária, oito mandados de condução coercitiva e 32 mandados de busca e apreensão nos estados de Minas Gerais, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Sul.

Além de Guido Mantega, são alvos da 34ª fase da Operação Lava Jato, denominada de Arquivo X, executivos das empresas Mendes Júnior e OSX Construção Naval S.A., assim como representantes de outras empresas por elas utilizadas para receber os repasse de vantagens indevidas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Trump está a "ter o seu próprio Brexit": tirar os EUA da União Postal Universal

Os EUA podem estar prestes a sair de um tratado misterioso que governa a entrega global de correspondências, deixando os remetentes comerciais, gerentes de correspondência militar e milhões de americanos estrangeiros preocupados. A Casa Branca diz …

Ativista Greta Thunberg arrasa congressista republicano nos EUA

Com tranquilidade e humor, a ambientalista sueca de 16 anos Greta Thunberg mostrou na quarta-feira que é um osso duro de roer em pleno Congresso dos Estados Unidos (EUA), ao devolver o argumento usado por …

Conselho de Disciplina nega recurso e confirma suspensão de Bruno Fernandes

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) rejeitou esta sexta-feira o recurso apresentado pelo Sporting relativo à expulsão de Bruno Fernandes, tendo mantido a partida de suspensão aplicada ao médio leonino. Em …

Mães acusam escola em Lisboa de racismo na divisão de turma

A Escola Básica S. Vicente, em Telheiras, Lisboa, foi acusada de fomentar a divisão racial e está a ser investigada pela Inspecção-Geral da Educação e Ciência (IGEC).  Foi Sandra Monteiro, de 36 anos, assistente técnica num …

TripAdvisor ganha processo contra restaurante que reclamou das críticas

O juiz de um tribunal espanhol considerou que os filtros utilizados pelo TripAdvisor funcionaram e que o dono dos restaurantes poderia ter denunciado o perfil dos utilizadores que escreveram os comentários alegadamente negativos. O proprietário de …

Twitter fecha milhares de contas por divulgarem notícias falsas. Mais de 200 associadas ao PP de Espanha

O Twitter anunciou esta sexta-feira que fechou milhares de contas em todo o mundo por divulgarem notícias falsas e propaganda pró governamental, em países como os Emirados Árabes Unidos, Egito e Espanha. As contas criadas na …

Remessas de emigrantes crescem 12,5% até julho

As remessas dos emigrantes portugueses voltaram a disparar. Crescem nos primeiros sete meses deste ano em 12,5% e já valem mais de 2,3 mil milhões de euros. A manter-se este ritmo, caminham para superar largamente …

Parecer da PGR sobre empresas de familiares de políticos dá razão a António Costa

O primeiro-ministro decidiu esta sexta-feira homologar o parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre incompatibilidades e impedimentos de políticos, no qual se recusam interpretações estritamente literais - e até inconstitucionais - …

Cuba considera "injustificada" a decisão dos Estados Unidos de expulsar diplomatas

O Governo de Cuba considerou "injustificada" a expulsão dos dois diplomatas, acusados pelos Estados Unidos de "atividades que comprometem a segurança nacional". O Governo de Cuba considerou esta quinta-feira "injustificada" a expulsão de dois dos seus …

Fisco perde recurso e vai ter de devolver parte de imposto sobre carro usado importado

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) perdeu o recurso que tinha interposto no Supremo Tribunal Administrativo (STA) e vai mesmo ter de devolver a um contribuinte parte do Imposto sobre Veículos (ISV) cobrado na importação …