Ex-líder do PSD-Lisboa critica o “messias” Rui Rio

Paulo Novais / Lusa

Numa carta aberta a Rui Rio, Pinto Luz exigiu que o novo líder do PSD ganhasse as legislativas, não viabilizasse o próximo Orçamento de Estado e não reeditasse o bloco central.

Na carta aberta escrita a Rui Rio por Miguel Pinto Luz, ex-líder da distrital de Lisboa do PSD que foi lançado por Miguel Relvas como um possível candidato à liderança do partido, o ex-presidente da distrital de Lisboa critica a postura de “messias” de Rui Rio.

Segundo o Observador, Miguel Pinto Luz, que não chegou a avançar para uma candidatura à liderança dos sociais-democratas, não terá gostado do que viu na campanha. “Sou um dos muitos cidadãos que consideraram que a campanha interna no PSD ficou muito aquém do esperado. Esperava mais. Quando se candidatou esperava mais”.

“Ao contrário do que alguns têm tentado afirmar publicamente, o mandato agora conquistado não lhe permite não vencer as próximas eleições legislativas. Pelo contrário, tem o dever de conduzir o partido à terceira vitória consecutiva nas eleições legislativas”, refere Pinto Luz, na carta a que a Lusa teve acesso, com data de sexta-feira.

No texto, Miguel Pinto Luz aponta omissões à moção que Rui Rio apresentou em Dezembro e que será votada no Congresso: “E essas omissões falam. Colocam-nos limites ao que podemos e não podemos fazer”.

Como exemplos, o ex-líder da distrital de Lisboa do PSD considera que o mandato de Rio “não lhe permite viabilizar o orçamento do próximo ano“, que vai ser aprovado em vésperas de eleições, tal como “não lhe permite estabelecer contactos ou encontros informais e discretos com a liderança do PS com o propósito de abordar a reedição do Bloco Central”, considerando que tal seria interpretado pelos militantes “como deslealdade”.

“O mandato agora conquistado também não permite que o processo de descentralização seja aproveitado para fazer uma regionalização administrativa e opaca“, defendeu.

Finalmente, Pinto Luz considera que Rio não tem igualmente mandato para “abalar os pilares da política externa portuguesa construída com o determinante contributo do PSD”.

“Bem sabemos que algumas vezes manifestou publicamente reservas à atuação de algumas instituições comunitárias. Contudo, essas mesmas manifestações pessoais não podem ser confundidas com o posicionamento estrutural do PSD em relação à Europa”, alerta, considerando que “ao zig zag do PS sobre a Europa, o PSD só pode responder com confiança e sentido de pertença” à União Europeia.

Salientando que as eleições europeias serão precisamente “o primeiro teste” do partido sob a sua liderança, Pinto Luz defendeu que “a escolha de um candidato vencedor só pode corresponder a um perfil europeísta que represente o legado de valores do PSD”.

Assim, o antigo líder da distrital de Lisboa e atual vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais desafia Rui Rio, “se tiver outra leitura” sobre estas matérias, a apresentá-la inequivocamente no Congresso.

“Independentemente de outras considerações ou juízos, a moção apresentada na campanha merece uma revisão. Exige essa revisão. Rever a moção só enriquecerá o Congresso e a própria liderança”, apela.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente chinês faz rara e discreta visita ao Tibete

O Presidente chinês fez uma rara visita ao Tibete, numa altura em que as autoridades reforçam o controlo sobre a cultura budista tradicional e impulsionam o desenvolvimento económico e modernização das infraestruturas da região dos …

Casinos em concelhos de risco elevado e muito elevado podem abrir a partir de sábado

Casinos, bingos e estabelecimentos similares localizados em concelhos de risco elevado e muito elevado podem funcionar a partir de sábado, tendo os clientes que apresentar certificado digital ou teste negativo. A medida consta de um despacho …

EMA aprova uso da vacina da Moderna para jovens entre os 12 e 17 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou, esta sexta-feira, a administração da vacina da Moderna em jovens dos 12 aos 17 anos. Foi aprovada a administração da vacina da Moderna para jovens menores de idade. A …

Dizer que MAI autorizou festejos do Sporting é "delírio"

Esta sexta-feira, no Funchal, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, voltou a distanciar-se do modelo adotado pelo Sporting para os festejos do campeonato. Os festejos do Sporting, do passado dia 11 de maio, não cumpriram …

"Não tem emenda." PSD e Bloco de Esquerda criticam relatório do Novo Banco

O Bloco de Esquerda defende que a versão entregue do relatório da comissão do Novo Banco, redigida por um deputado do PS, tem uma "parcialidade evidente" a favor do Governo. O PSD diz que "não …

Frederico Morais falha Jogos Olímpicos. Testou positivo à covid-19

O português Frederico Morais vai falhar a estreia do surf nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, por estar infetado pelo novo coronavírus, informou esta sexta-feira o Comité Olímpico de Portugal (COP). O surfista natural de Cascais, de 29 …

Governo propõe que todas as freguesias possam ter pelo menos um autarca a meio tempo

O Governo aprovou uma proposta para que todas as freguesias do país possam ter um autarca a meio tempo independentemente da sua dimensão, anunciou esta sexta-feira a ministra da Modernização do Estado, que tutela as …

Espanha vai administrar terceira dose da vacina

Espanha anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose da vacina contra a covid-19, embora ainda não haja data prevista. Carolina Darias, ministra da Saúde espanhola, anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose …

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …