Ex-líder do PSD-Lisboa critica o “messias” Rui Rio

Paulo Novais / Lusa

Numa carta aberta a Rui Rio, Pinto Luz exigiu que o novo líder do PSD ganhasse as legislativas, não viabilizasse o próximo Orçamento de Estado e não reeditasse o bloco central.

Na carta aberta escrita a Rui Rio por Miguel Pinto Luz, ex-líder da distrital de Lisboa do PSD que foi lançado por Miguel Relvas como um possível candidato à liderança do partido, o ex-presidente da distrital de Lisboa critica a postura de “messias” de Rui Rio.

Segundo o Observador, Miguel Pinto Luz, que não chegou a avançar para uma candidatura à liderança dos sociais-democratas, não terá gostado do que viu na campanha. “Sou um dos muitos cidadãos que consideraram que a campanha interna no PSD ficou muito aquém do esperado. Esperava mais. Quando se candidatou esperava mais”.

“Ao contrário do que alguns têm tentado afirmar publicamente, o mandato agora conquistado não lhe permite não vencer as próximas eleições legislativas. Pelo contrário, tem o dever de conduzir o partido à terceira vitória consecutiva nas eleições legislativas”, refere Pinto Luz, na carta a que a Lusa teve acesso, com data de sexta-feira.

No texto, Miguel Pinto Luz aponta omissões à moção que Rui Rio apresentou em Dezembro e que será votada no Congresso: “E essas omissões falam. Colocam-nos limites ao que podemos e não podemos fazer”.

Como exemplos, o ex-líder da distrital de Lisboa do PSD considera que o mandato de Rio “não lhe permite viabilizar o orçamento do próximo ano“, que vai ser aprovado em vésperas de eleições, tal como “não lhe permite estabelecer contactos ou encontros informais e discretos com a liderança do PS com o propósito de abordar a reedição do Bloco Central”, considerando que tal seria interpretado pelos militantes “como deslealdade”.

“O mandato agora conquistado também não permite que o processo de descentralização seja aproveitado para fazer uma regionalização administrativa e opaca“, defendeu.

Finalmente, Pinto Luz considera que Rio não tem igualmente mandato para “abalar os pilares da política externa portuguesa construída com o determinante contributo do PSD”.

“Bem sabemos que algumas vezes manifestou publicamente reservas à atuação de algumas instituições comunitárias. Contudo, essas mesmas manifestações pessoais não podem ser confundidas com o posicionamento estrutural do PSD em relação à Europa”, alerta, considerando que “ao zig zag do PS sobre a Europa, o PSD só pode responder com confiança e sentido de pertença” à União Europeia.

Salientando que as eleições europeias serão precisamente “o primeiro teste” do partido sob a sua liderança, Pinto Luz defendeu que “a escolha de um candidato vencedor só pode corresponder a um perfil europeísta que represente o legado de valores do PSD”.

Assim, o antigo líder da distrital de Lisboa e atual vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais desafia Rui Rio, “se tiver outra leitura” sobre estas matérias, a apresentá-la inequivocamente no Congresso.

“Independentemente de outras considerações ou juízos, a moção apresentada na campanha merece uma revisão. Exige essa revisão. Rever a moção só enriquecerá o Congresso e a própria liderança”, apela.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …