Ex-deputada do PCP Rita Rato escolhida para dirigir Museu do Aljube. Historiadores a académicos indignados

Tiago Petinga / Lusa

A deputada do PCP, Rita Rato, intervém durante o debate parlamentar

A ex-deputada comunista Rita Rato Fonseca foi escolhida para dirigir o Museu do Aljube Resistência e Liberdade, em Lisboa. Académicos e a Associação de Museologia mostram-se indignados com a escolha. 

A informação sobre a escolha foi avançada esta terça-feira pela agência Lusa através de uma Lusa fonte da Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC).

Em comunicado de imprensa citado pela agência Lusa, a EGEAC recorda que, na sequência da reforma do diretor do Museu do Aljube, Luís Farinha, foi aberto, em abril, um processo de recrutamento para selecionar nova direção.

O procedimento contou com diversas candidaturas e resultou na seleção de Rita Rato Fonseca, “que se destacou pelo projeto apresentado e pelo desempenho nas entrevistas realizadas com o júri”, pode ler-se na mesma nota, que detalha ainda que a antiga deputada comunista iniciará funções a 1 de agosto.

A escolha, contudo, parece não agradar à comunidade académica e à própria Associação Portuguesa de Museologia, que questiona a experiência da antiga deputada.

De acordo com o semanário Expresso, há vários académicos, historiadores e investigadores que questionam os critérios que levaram à escolha de Rita Rato, recordando que o perfil da antiga deputada não corresponde ao que tinha sido descrito e pedido para o concurso.

Muito destes críticos são pessoas que concorreram com Rita Rato para o cargo.

O jornal Observador elenca que Irene Pimentel, António Araújo e Miguel Soromenho foram alguns dos historiadores que se insurgiram contra a escolha do EGEAC, apontando também a falta de currículo e experiência da deputada na área.

Também a Associação Portuguesa de Museologia apresenta dúvidas quanto à nomeação, dando conta ao semanário Expresso, através do seu presidente, João Neto, que “vai pedir uma consulta dos projetos” para ver “de que forma se evidencia” o de Rita Rato.

“Os processos concursais são exímios na defesa do trabalho dos museus e dos seus profissionais. Não vejo é nenhum discurso curricular e experiência profissional por parte da Rita Rato que encaixe nos requisitos exigidos”, critica.

Formação em Ciência Política

No anúncio para o cargo, publicado a 29 abril, a EGEAC pedia um candidato om “formação superior adequada à função (preferencialmente na área de história política e cultural contemporânea)”, mas também “experiência em funções similares (preferencialmente na área dos museus)” e “experiência em programação e produção de exposições”.

Rita Rato não tem uma formação nesta linha, sendo licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa, recorda o Expresso, apontando esta como uma das causas que motivou indignação.

Ao mesmo jornal, a presidente do Conselho de Administração da EGEAC, Joana Cardoso, diz que Rita Rato se distinguiu por ter defendido “uma visão integrada para o museu, incluindo uma proposta de programação relacionada com temáticas de liberdades contemporâneas, como políticas de género e de desigualdade social e étnica, e destacou-se numa segunda ronda de entrevistas nessa abordagem múltipla”.

Contudo, este “projeto” não era mencionado nos critérios da EGEAC.

Joana Cardoso diz ainda que a equipa do conta já com uma “sólida formação académica e científica que continuará a apoiar a nova direção, assim como o Conselho Consultivo do Museu, do qual fará parte Luís Farinha”, pelo que Rita Rato terá respaldo nesse sentido.

Quanto às críticas associadas ao facto de Rita Rato ser militante comunista e antiga deputada do PCP, acrescenta: “O Museu do Aljube, tal como a EGEAC, é uma instituição plural onde convivem as mais diversas correntes políticas”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Começam a aparecer as facturas de quatro anos de geringonça. Primeiro foi o 25 de Abril, depois o 1.º de Maio. Não faltou o assobiar para o lado nas manif’s anti-racismo e, agora esta é apenas mais uma parcela da factura do apoio comunista ao governo socialista…

  2. Pois aquilo vai-se transformar numa sede de propaganda comunista, até poderá ser que a dita senhora tenha coragem de levar até lá os muitos Aljubes que a comunada tem utilizado ao longo dos anos e os quais são responsáveis por largos milhões de vidas perdidas e massacradas e aí sim, passará de um Aljubezinho para se tornar num museu a nível mundial e certamente digno da visita de milhões de cidadãos.

  3. E o Museu Salazar, em Santa Comba Dão, já escolheram quem o vai dirigir? É que o Salazar foi mil vezes mais importante para o país do que essas corjas que passaram pelo Aljube.

  4. Isto são as pagas sub-repticías de Costa, para pagar a rua reabilitação política, depois de estar politicamente quase morto, com as suas três derrotas eleitorais (iniciais).

  5. “…Rita Rato se distinguiu por ter defendido “uma visão integrada para o museu, incluindo uma proposta de programação relacionada com temáticas de liberdades contemporâneas, como políticas de género e de desigualdade social e étnica, e destacou-se numa segunda ronda de entrevistas nessa abordagem múltipla”.” Ou seja, não sabe o que é suposto fazer, e ser o Museu do Aljube ou outro tacho é totalmente indiferente, é apenas para fazer tábua rasa e uma plataforma para debitar a cartilha.

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …