Ex-amante (e testa de ferro) de Juan Carlos I revela os seus negócios secretos

A alemã Corinna zu Sayn-Wittgenstein, apontada como amante do Rei Juan Carlos I, foi apanhada a fazer várias denúncias contra o monarca, nomeadamente confessando que é sua testa-de-ferro e revelando que tem contas bancárias em paraísos fiscais.

As denúncias feitas por Corinna zu Sayn-Wittgenstein, uma filantropa alemã, foram apanhadas em escutas realizadas sem o seu conhecimento, em 2015, durante uma reunião que ela manteve com o ex-comissário da polícia espanhola José Villarejo Pérez, e com o empresário Juan Villalonga Navarro.

O jornal El Español divulgou algumas das revelações feitas por Corinna zu Sayn-Wittgenstein que contou, nomeadamente, que o ex-Rei de Espanha a usava como testa-de-ferro. “Não por gostar muito de mim, mas porque resido no Mónaco“, sustenta a mulher que terá sido amante de Juan Carlos entre 2006 e 2013.

A alemã refere que o facto de o Mónaco ter uma fiscalidade facilitada, nomeadamente em termos da isenção de declaração de bens, levou Juan Carlos a colocar várias propriedades no nome dela. O monarca estará, agora, a pressioná-la para transferir esses imóveis para o nome do primo dele, Álvaro de Orleans de Borbón.

Aleph / Wikimedia

Juan Carlos I de Espanha

Corinna também diz que o antigo Rei tem uma conta bancária num banco do Mónaco no nome deste primo, bem como outra na Suíça no nome do advogado Dante Canonica.

Este advogado trabalhou durante vários anos para Arturo Gianfranco Fasana, gestor suíço apanhado nos “Panama Papers” e condenado por tráfico de influências, fraude fiscal, associação criminosa e lavagem de dinheiro no chamado caso Gürtel.

Este caso judicial envolve uma gigantesca teia de corrupção política, com o Partido Popular no centro, e que já levou à condenação de 31 pessoas. Mas prosseguem em investigação vários inquéritos que podem levar ainda a mais condenações.

Corinna sublinha, na gravação divulgada pelo El Español, a ligação de figuras próximas de Juan Carlos a este caso Gürtel, em especial a uma conta criada na Suíça para movimentar “dinheiro sujo”. O próprio monarca terá recorrido a esta conta, usando o nome do primo, para efectuar pagamentos de voos privados para os EUA.

A alemã também diz que recebeu ameaças de morte do Director do Centro Nacional de Inteligência de Espanha, Félix Sanz Roldán, para não revelar o seu caso com Juan Carlos.

Esse terá sido o motivo que a levou a contactar o ex-comissário da polícia José Villarejo Pérez, recorrendo a Juan Villalonga Navarro, que já foi CEO na Credit Suisse First Boston e na Telefónica em Espanha, como intermediário.

Villarejo Pérez deveria chantagear a Casa Real Espanhola no âmbito do escândalo do relacionamento amoroso entre Juan Carlos e Corinna. O ex-comissário de polícia está detido desde 2017 por organização criminosa, suborno e branqueamento de capitais.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Já nada me espanta, desta realeza caquéctica e fedorenta. Em que o absolutismo ainda é reinante numa €uropa feudalizada.

  2. O dom, é algo que repugna ao mais elementar cidadão, a assistir ao desmoronamento do feudalismo, que ainda paira em algumas cabeças. Corruptos é cadeia porque nós cidadãos pagamos impostos e esta gentalha da realeza fazem o que querem e entendem. E depois tem a distinta lata vir a público com ares de heróis de um passado longínquo.

  3. Esta senhora é duma baixeza inerranável. Se o monarca fosse já falecido,a situação seria diferente. Assim ??!!

  4. Quer dizer com isto que a justiça de Madrid irá certamente actuar de igual forma como o está a fazer aos independentistas catalães e aqui certamente com razões mais justificadas e menos políticas.

  5. … apanhado nos Panamá papers… Condenação de 31 pessoas… Diz o texto. Em Portugal os Panamá papers o que deram? Audiências e lucro aos média?

RESPONDER

Comprar móveis mata relacionamentos

Os números não mentem e está comprovado: comprar móveis com a sua cara-metade é a arma fatal do seu relacionamento. A marca online de móveis Article conduziu recentemente uma pesquisa com cerca de 2.000 norte-americanos, em …

Marisa Matias critica Centeno por “encabeçar ameaças” a Itália

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, disse a Mário Centeno, num debate no Parlamento Europeu, que é “desconcertante” vê-lo, enquanto presidente do Eurogrupo, a “encabeçar as ameaças” a Itália, questionando-o se não "há …

Moscovici quer voltar a "tweeetar" com Costa (mas deixa avisos)

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, diz que ficará "encantado" se o primeiro-ministro e seu "bom amigo" António Costa tiver o prazer de voltar a "tweetar". Isto para sublinhar que espera que Portugal …

Não há acordo. Greve dos enfermeiros começa quinta-feira e só acaba no fim do ano

Os enfermeiros mantêm a greve que começa na quinta-feira nos blocos operatórios de cinco hospitais, por falta de acordo com o Governo sobre a estrutura da carreira. A informação foi prestada à Lusa pelos presidentes da …

Próximas eleições portuguesas podem ser marcadas por fake news

A difusão de notícias falsas durante as eleições brasileiras atingiu níveis sem precedentes e o fenómeno chegou também a Portugal, onde se pode estar a preparar uma ação semelhante para as próximas eleições nacionais, alertou …

Proposta de Orçamento mostra um "profundo desconhecimento" do país

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta terça-feira que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um "profundo desconhecimento" e está de "costas voltadas" para o país. "É um Orçamento que mostra …

Caso Khashoggi: Trump mantém-se ao lado da Arábia Saudita

Donald Trump emitiu um comunicado em que se pronunciou sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, revelando que embora condene veemente o crime, a relação dos Estados Unidos é com Reino da Arábia Saudita, "parceiros …

Visita de João Lourenço pode deixar “irritante” entre Portugal e Angola para trás

A primeira viagem de Estado de João Lourenço a Portugal é uma demonstração de que Portugal e Angola "pretendem enterrar o irritante e avançar com os temas da cooperação direta", avança Jornal de Angola. No editorial …

Documento de 2014 previu colapso e aconselhava encerramento da estrada de Borba

Há novos dados que apontam que a tragédia da estrada de Borba, que desmoronou, provocando a morte de 2 pessoas e mais 3 desaparecidas, poderia ter sido evitada. Um memorando de 2014 já previa a …

Noiva adolescente leiloada no Facebook. Rede social só reparou depois do casamento

Uma jovem de 16 anos do Sudão do Sul foi leiloada para casamento no Facebook. Quando a rede social reparou, a jovem já tinha sido comprada e estava casada. De acordo com a organização pelos Direitos …