Eutanásia. Processo legislativo sobre o referendo pronto até outubro

O processo legislativo, no parlamento, sobre a realização de um referendo à eutanásia deverá estar concluído até à primeira semana outubro, segundo o calendário anunciado hoje na comissão de Assuntos Constitucionais.

O pedido de uma consulta popular resulta de uma iniciativa popular de referendo organizada pela Federação Portuguesa pela Vida, que reuniu 95.287 assinaturas e foi entregue em 18 de junho na Assembleia da República, em Lisboa.

Depois de ser aceite pelo presidente da AR, Ferro Rodrigues, vão ser ouvidos os primeiros signatários da iniciativa de referendo numa reunião de comissão.

Segundo a lei do referendo, a comissão tem, depois, 20 dias para criar um ante-projeto de resolução a enviar a Ferro Rodrigues e submeter a votação em plenário pelos deputados, segundo descreveu o presidente da comissão de Assuntos Constitucionais, Luís Marques Guedes.

Tendo em conta estes prazos, o processo legislativo terá de estar concluído na primeira semana de outubro, de acordo com Marques Guedes. O deputado do PCP António Filipe será o responsável por este ante-projeto.

A lei do referendo determina que o presidente da Assembleia da República deve agendar o projeto de resolução para uma das dez sessões plenárias seguintes, pelo que a votação poderá acontecer ainda em outubro, desconhecendo-se ainda se esta iniciativa será viabilizada ou rejeitada no parlamento.

A AR tem em curso o debate da lei para a despenalização da morte medicamente assistida, depois de ter aprovado, em 20 de fevereiro, cinco projetos do PS, BE, PEV, PAN e Iniciativa Liberal, por maioria e na generalidade.

Até julho, um grupo de trabalho criado para o efeito – na comissão de Assuntos Constitucionais -, ouviu entidades, a favor e contra. Está agora terminado esse ciclo de audições com as Ordens dos Enfermeiros e dos Médicos.

Após o regresso de férias arranca formalmente, o debate na especialidade e o trabalho da deputada do PS Isabel Moreira, que fará um projeto de texto de substituição consensual.

A lei só será aprovada em definitivo após o debate na especialidade e a votação final global no parlamento, dependendo a sua entrada em vigor a promulgação pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. À direita, o CDS-PP é contra e o PCP também. No PSD, há divisões e no PS igualmente.

Está pendente uma iniciativa popular, assinada por 95.287 pessoas, para a realização de um referendo à despenalização da eutanásia, cujo discussão debatido e votado no parlamento.

Os diplomas preveem que só possam pedir a morte medicamente assistida, através de um médico, pessoas maiores de 18 anos, sem problemas ou doenças mentais, em situação de sofrimento e com doença incurável.

Propõem também a despenalização de quem pratica a morte assistida, nas condições definidas na lei, garantindo-se a objeção de consciência para os médicos e enfermeiros.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"É gritante". Críticas às medidas adotadas nas escolas (e o que se faz noutros países)

Com o arranque do novo ano letivo em Portugal, que volta a ser presencial, há muitas críticas relativamente às medidas adotadas nas escolas para a prevenção do contágio por covid-19. Mas, afinal, por que razão …

Sporting não marcava quatro desde 2014 (e alguém deste plantel jogou na última vitória?)

Campeão português foi ao terreno do Beşiktaş ganhar por 4-1. A maior vitória na fase de grupos dos últimos anos. O Sporting conseguiu a primeira vitória na fase de grupos da Liga dos Campeões, com um …

Veja fósseis no telemóvel e ajude a desvendar o passado da Terra

Ao catalogar fósseis de folhas de plantas no seu smartphone pode ajudar investigadores a desvendar o passado do planeta Terra. Ao participar no projeto Fossil Atmospheres, analisando fósseis no telemóvel, você pode ajudar os investigadores a …

Vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, Espanha

Sismo de magnitude 4,8 na escala de Richter abala La Palma. É o maior desde o início da erupção

Esta terça-feira à noite, um terramoto de magnitude 4,8 na Escala de Richter abalou La Palma. É o maior sismo até ao momento, desde o início da erupção do vulcão Cumbre Vieja. Segundo o El País, …

Recálculo das pensões exigido pelo Bloco custa 200 milhões de euros por ano

Bloquistas usaram as estimativas do governo sobre o impacto anual de cada uma das fases de flexibilização nas pensões e chegaram ao valor de 200 milhões de euros anuais. Entre as nove exigências do Bloco de …

Revolta na Marinha com a compra de 3900 bolas de golfe (e há quem desconfie das "intenções" da notícia)

A Marinha gastou 1692 euros na compra de 3900 bolas de golfe, o que está a gerar mal-estar entre os militares deste ramo das Forças Armadas, até devido às dificuldades financeiras que tem sentido. Mas …

Descoberta pode acrescentar página de centenas de milhões de anos à história evolutiva dos animais

Uma nova descoberta fóssil pode adicionar centenas de milhões de anos à história evolutiva dos animais. Já se perguntou como e quando é que os animais mergulharam no estágio evolucionário? Quando, onde e porque é que …

Governo quer aliviar impacto da subida do gasóleo nos transportes

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, anunciou que o Governo está disponível para aliviar o impacto da subida do gasóleo nos transportes. A ideia é transversal a todo o espectro do Governo: tanto António …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Mesmo que Marcelo dissolva o Parlamento, Costa pode ficar a gerir os fundos europeus

Se o Orçamento do Estado chumbar, o Presidente dissolve o Parlamento, mas mesmo ainda assim, António Costa fica com plenos poderes e pode gerir os fundos europeus. Numa altura em que o Orçamento do Estado ainda …

Em África, as hienas têm um papel importante na prevenção de doenças de saúde pública

Muitas das vezes são temidas, mas as hienas podem ser essenciais não só para a economia como para a saúde pública de um país. Um estudo mostrou a relevância do seu papel numa cidade africana. Num …