Europol alerta para “repetidas ameaças” do Daesh a Portugal e a Espanha

El Mundo

Terrorista do Daesh ameaça a Península Ibérica, num vídeo publicado a 30 de janeiro

Terrorista do Daesh ameaça a Península Ibérica, num vídeo publicado a 30 de janeiro

A Europol destacou as “repetidas ameaças” do Daesh a Portugal e Espanha e considerou que ataques semelhantes aos de novembro, em Paris, podem ocorrer num “futuro próximo” na União Europeia.

No seu relatório anual sobre terrorismo na União Europeia (UE), divulgado esta quarta-feira, o serviço europeu de polícia referiu, no capítulo sobre terrorismo jihadista e o grupo extremista Estado Islâmico (EI), que a organização tem “repetidamente ameaçado a Península Ibérica e os membros da UE da coligação anti-EI nos seus vídeos de propaganda, fazendo referências específicas à Bélgica, França, Itália e Reino Unido“.

No parágrafo anterior, lê-se que os ataques de 13 de novembro, em Paris, que mataram 130 pessoas, introduziram uma tática para “causar mortes em massa“, ao combinar o uso de armas pequenas com dispositivos explosivos improvisados colocados em coletes suicidas.

“A forma como estes ataques foram preparados e perpetrados – planeados por repatriados, muito provavelmente a receber instruções da liderança do EI, incluindo o uso de recrutas locais para realizar os atentados – leva-nos à avaliação de que ataques semelhantes podem voltar a ser encenados na UE num futuro próximo”, refere o documento sobre a situação e tendência do terrorismo na União Europeia.

Entretanto, o Serviço de Informações de Segurança (SIS) confirmou ao Diário de Notícias que há ameaças do Daesh contra Portugal, mas no quadro geral da Península Ibérica.

O diretor do SIS, Neiva da Cruz , salienta que a “menção que o Daesh faz a Portugal tem sido, em regra, inserida no contexto da referência genérica de reivindicação do Al Andalus pela organização terrorista”.

Neiva da Cruz admite  que houve uma situação em que a ameaça foi direta, quando se registou uma “menção ao nosso país através da apresentação, num vídeo de difusão da mensagem jihadista, da bandeira nacional inserida no conjunto de bandeiras de países que integram a coligação contra o Daesh”.

Não há provas que atacante de Nice pertença ao ISIS

A Europol comunicou também não haver qualquer prova de que o atacante de Nice (França) seja um membro do grupo extremista, e que não há prova de envolvimento do EI noutros recentes atentados.

Numa nota divulgada esta quarta-feira sobre os quatro ataques terroristas perpetrados no espaço de um mês (Orlando, EUA, Magnanville e Nice, França e Würzburg, Alemanha), a Europol sublinhou as “dificuldades operacionais em detetar e desmantelar ataques de atores solitários“.

“Apesar de o EI ter reivindicado os últimos ataques, nenhum dos quatro parece ter sido planeado, com apoio logístico, ou diretamente executado pelo EI”, destaca a Europol.

Segundo a organização, existem indícios que os atacantes de Orlando, Magnanville e Würzburg sejam apoiantes dos radicais, mas o “seu envolvimento real com o grupo não pode ser estabelecido”.

O relatório refere que, “além disso, não há nenhuma prova que sugira que o atacante de Nice se considerava membro do EI. Foi relatada a sua radicalização num muito curto espaço de tempo e o seu consumo de propaganda jihadista nos dias anteriores ao ataque”.

“No caso de Würzburg, as notícias são da existência de uma bandeira feita à mão no quarto do agressor”, lê-se na nota, pelo que a Europol concluiu que, apesar da reivindicação dos ataques, a “filiação no grupo não é clara”.

O serviço policial também destacou as palavras usadas nas mensagens do EI sobre os ataques, notando que a agência A’maq argumentou ter recebido informações de fonte não identificada de que os ataques foram realizados por ‘soldados do Califado” ou por um “combatente do EI”.

“Isto em contraste com as reivindicações claras do EI de responsabilidade no ataque de novembro de Paris e de março de Bruxelas, ao dizer que os atacantes eram membros enviados para realizar os atentados”, indicou a Europol, referindo haver ligações religiosas e ideológicas nos ataques de solitários, mas não podem ser excluídos eventuais problemas de saúde mental.

Na passada quinta-feira, um homem atirou um camião contra uma multidão, em Nice, provocando pelo menos 84 mortos, enquanto em Würzburg, na segunda-feira, um jovem feriu cinco pessoas, num comboio com um machado.

A 12 junho, em Orlando, um homem matou 49 pessoas numa discoteca e um dia depois, em Magnanville, foram assassinados dois polícias.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por cá o senhor Medina e companhia já estão a preparar-lhes uma nova mesquita para que sejam recebidos com todas as honras e se possam expandir mais à vontade.

"Janelas de Vinho". Itália ressuscita tradição do tempo da peste

Centenas de bares e restaurantes italianos "ressuscitaram" a tradição antiga das chamadas "Janelas de Vinho" durante a pandemia de covid-19, tentando assim servir os seus clientes com o mínimo contacto pessoal. A tradição remonta aos …

Um dos maiores telescópios do mundo ficou gravemente danificado devido a um cabo partido

O radiotelescópio de Arecibo, um ícone da busca para entender o Universo, sofreu graves danos como resultado do rompimento de um cabo. A causa da quebra e quanto tempo o telescópio demorará a ser consertado …

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …