Europeias. Costa quer “voto de confiança no governo” contra PSD “imoral”

Miguel A. Lopes / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, pediu aos portugueses “um voto de confiança ao Governo” nas eleições europeias de maio, salientando que o desejo da oposição é pedir um “cartão vermelho” ao executivo que lidera.

“Eles bem nos querem derrubar e ainda não tiveram a coragem de dizer o que verdadeiramente desejam pedir, que é um cartão vermelho ao Governo. Mas eu quero ser muito claro: quem não deve não teme e se eles não têm coragem de pedir um cartão vermelho, pois eu não tenho medo de dizer, eu quero pedir um voto de confiança a este Governo, a esta governação, nestas eleições para o Parlamento Europeu”, referiu Costa.

Falando num jantar comício em Braga, perante cerca de 800 pessoas, o secretário-geral do PS e também primeiro-ministro pediu aos portugueses o voto no PS, para “darem força” ao Governo e à Europa.

Costa acusou os partidos de direita de, nesta pré-campanha, à falta de assuntos para criticar o Governo e a lista socialista, se limitarem “a fazer ataques pessoais“.

O secretário-geral socialista não perdeu a oportunidade de criticar as recentes propostas do PSD em matéria fiscal, nomeadamente a subida do IVA da restauração e a criação de uma coleta mínima no IRS, que, segundo disse, levaria a que os 2,5 milhões de famílias que atualmente estão isentas, por terem rendimentos muito baixos, passassem a ser abrangidas por aquele imposto. “Isto é injustiça, isto é imoral, isto é o verdadeiro PSD que se apresenta a estas eleições”, apontou.

Numa comparação entre os cabeças-de-lista do PS e do PSD, Costa disse que Pedro Marques “tem muito trabalho feito ao serviço de Portugal e dos portugueses”, enquanto o social-democrata Paulo Rangel “nada de útil fez por Portugal” no Parlamento Europeu. “Quem já deu provas de trabalhar cá, vai trabalhar lá”, disse ainda António Costa.

Em relação à lista do PS, Costa disse que é “paritária à séria” e destacou a sua “abertura”, com três independentes nos dez primeiros lugares. Pedro Marques, por seu turno, acusou o PSD de estar a levar a cabo uma campanha de “mentiras, enganos e falsidades”, sem se “chegar à frente” com qualquer proposta para a Europa.

“Não têm uma única proposta para a Europa para apresentar”, criticou, sublinhando que “o PS merece uma grande vitória pelo trabalho que fez em Portugal”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

CP recebeu injeções de 1800 milhões de euros do Estado nos últimos três anos

Nos últimos três anos, o Estado fez 17 operações de reforço de capital na CP, na ordem dos 1,8 mil milhões de euros. Estes serviram principalmente para pagar dívidas da empresa a privados e ao …

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …

"Batalha campal" na Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …