Europeias. Costa quer “voto de confiança no governo” contra PSD “imoral”

Miguel A. Lopes / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, pediu aos portugueses “um voto de confiança ao Governo” nas eleições europeias de maio, salientando que o desejo da oposição é pedir um “cartão vermelho” ao executivo que lidera.

“Eles bem nos querem derrubar e ainda não tiveram a coragem de dizer o que verdadeiramente desejam pedir, que é um cartão vermelho ao Governo. Mas eu quero ser muito claro: quem não deve não teme e se eles não têm coragem de pedir um cartão vermelho, pois eu não tenho medo de dizer, eu quero pedir um voto de confiança a este Governo, a esta governação, nestas eleições para o Parlamento Europeu”, referiu Costa.

Falando num jantar comício em Braga, perante cerca de 800 pessoas, o secretário-geral do PS e também primeiro-ministro pediu aos portugueses o voto no PS, para “darem força” ao Governo e à Europa.

Costa acusou os partidos de direita de, nesta pré-campanha, à falta de assuntos para criticar o Governo e a lista socialista, se limitarem “a fazer ataques pessoais“.

O secretário-geral socialista não perdeu a oportunidade de criticar as recentes propostas do PSD em matéria fiscal, nomeadamente a subida do IVA da restauração e a criação de uma coleta mínima no IRS, que, segundo disse, levaria a que os 2,5 milhões de famílias que atualmente estão isentas, por terem rendimentos muito baixos, passassem a ser abrangidas por aquele imposto. “Isto é injustiça, isto é imoral, isto é o verdadeiro PSD que se apresenta a estas eleições”, apontou.

Numa comparação entre os cabeças-de-lista do PS e do PSD, Costa disse que Pedro Marques “tem muito trabalho feito ao serviço de Portugal e dos portugueses”, enquanto o social-democrata Paulo Rangel “nada de útil fez por Portugal” no Parlamento Europeu. “Quem já deu provas de trabalhar cá, vai trabalhar lá”, disse ainda António Costa.

Em relação à lista do PS, Costa disse que é “paritária à séria” e destacou a sua “abertura”, com três independentes nos dez primeiros lugares. Pedro Marques, por seu turno, acusou o PSD de estar a levar a cabo uma campanha de “mentiras, enganos e falsidades”, sem se “chegar à frente” com qualquer proposta para a Europa.

“Não têm uma única proposta para a Europa para apresentar”, criticou, sublinhando que “o PS merece uma grande vitória pelo trabalho que fez em Portugal”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Centros de instalação do SEF lotados. Migrantes colocados em cadeias e quartéis

Os centros que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem para instalar os migrantes que aguardam execução das decisões de expulsão estão lotados. O Diário de Notícias adianta esta sexta-feira que os quatro espaços que …

Estrutura do Montepio é "insustentável a prazo". Reestruturação avança em Outubro

O Banco Montepio vai avançar com uma reestruturação em Outubro. Para já, ainda não se sabe quantos funcionários deverão deixar a instituição, mas é certo que a actual estrutura é "insustentável a prazo". Nas reuniões do …

Enquanto estava em coma, bens de Navalny foram congelados pela justiça russa

Oficiais de justiça russos congelaram as contas e uma parte do apartamento do opositor ao governo Alexei Navalny quando este permanecia em coma após um presumível envenenamento no final de agosto, indicou esta quinta-feira a …

Mais cinco mortes e 899 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta sexta-feira, mais cinco mortes e 899 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quinta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

Governo de Bolsonaro bate recorde de aprovação durante a pandemia

A aprovação do Governo brasileiro, presidido por Jair Bolsonaro, subiu para 40%, a maior percentagem desde o início do seu mandato, iniciado em janeiro de 2019, segundo uma sondagem do Instituto Ibope divulgada na quinta-feira. A …

Número de casos baixa nos EUA. Na Bélgica, deixa de ser obrigatório usar máscara na rua

A pandemia tem assolado toda a população mundial, mas há países que têm sofrido mais com o aumento de número de infetados e com mortes. Apesar de serem um dos países mais afetados, os EUA …

Seis enfermeiros infetados e cirurgias canceladas no hospital de Beja

O hospital de Beja detetou esta quinta-feira seis enfermeiros do bloco operatório infetados com Covid-19 e cancelou algumas cirurgias programadas por questões de segurança, disse à agência Lusa a presidente da Unidade Local de Saúde …

Reformas na função pública subiram para 43% (e um quinto são professores)

Mais de 6.500 trabalhadores das administrações públicas aposentaram-se na primeira metade deste ano, o que representa um crescimento de 43% face ao mesmo período de 2019. A maioria das saídas deriva de áreas como a …

“Arma de diagnóstico”. Teste que distingue covid-19 de outras infeções respiratórias chega a Portugal

A Unilabs vai disponibilizar um teste que permite “diferenciar o novo coronavírus de outros tipos de infeções respiratórias sazonais”, auxiliando os clínicos a realizarem diagnósticos mais precisos. “A ideia era tentarmos ter uma ferramenta de diagnóstico …

Jovem de 23 anos morre baleada em ação da PSP. Polícias vão alegar legítima defesa

Uma jovem de 23 anos morreu, na madrugada de quinta-feira, na sequência de ferimentos causados por uma arma de fogo, após uma intervenção policial em São João da Madeira. A mulher, de 23 anos, morreu na …