Europeias. CDS já definiu alvos a abater: a abstenção, o “ministro do desinvestimento” e Paulo Rangel

Estela Silva / Lusa

O eurodeputado Nuno Melo, do CDS/PP

Assunção Cristas e Nuno Melo definiram as linhas orientadoras do partido para levar mais do que um eurodeputado para Bruxelas. Na convenção europeia organizada em Lisboa, ficaram definidos os alvos a abater.

Primeiro, a abstenção — “porque a Europa não é uma realidade longínqua, é preciso votar, é preciso levar os amigos a votar, a família a votar, os colegas de trabalho a votar”, disse Assunção Cristas.

Depois, o candidato do PS que ainda não foi formalmente anunciado mas que já aparece na lista negra, Pedro Marques, a quem Nuno Melo chegou a apelidá-lo de “ministro do desinvestimento”.

Por fim, Paulo Rangel, o candidato já anunciado do PSD, que fez campanha ao lado de Melo em 2014, mas que agora está do outro lado da barricada, a fazer “poucochinho”.

Assunção Cristas, conta o Observador, quer mobilizar o máximo de gente possível a votar naquelas que são as eleições historicamente com mais altos níveis de abstenção. Para isso, apela aos que estão descontentes com o governo das esquerdas de António Costa, na medida em que as eleições europeias serão a primeira ida às urnas depois das legislativas que deram vida à “geringonça”.

Se, como explicou Nuno Melo, em partidos como o PCP, 80% dos que se mostram disponíveis para votar naquele partido nas legislativas também votam nas europeias, o mesmo não acontece em partidos como o CDS, onde essa proporção baixa para 50%.

Falando para “aqueles que não se conformam com as esquerdas unidas, que não se reveem em António Costa, que não acham que ele seja um bom primeiro-ministro”, Assunção Cristas apelou ao voto no CDS por ser “a alternativa à maioria de esquerda dominante em Portugal”.

Nuno Melo definiu qual vai ser a sua linha de ataque a Paulo Rangel: primeiro, o PSD sentou-se à mesa com António Costa em matérias como a descentralização ou os fundos comunitários, ao contrário do CDS “que é e sempre foi oposição ao PS”.

Depois, o PSD, tal como o PS, concorda com o fim da regra da unanimidade em questões fiscais considerando que não se trata de novos impostos europeus, e o CDS garante que “não vende a soberania nacional em Bruxelas a preço de saldos“.

Se Cristas centrou o seu argumento a pedir um cartão vermelho ao governo de António Costa, o eurodeputado centrista fez tiro a um alvo mais específico: Pedro Marques, “o ministro do desinvestimento”.

Sobre Pedro Marques, Nuno Melo disse que era um dos ministros “dos PEC”, dos governos de José Sócrates que, entre 2005 e 2009, “levaram o país à bancarrota”, e é hoje o “ministro do desinvestimento”, com a tutela dos fundos de coesão, que aceitou “sem questionar” um corte de 7% para o próximo ciclo de fundos.

Já no encerramento, Assunção Cristas deixou claro que este será o primeiro de três atos eleitorais levados muito a sério pelo CDS.

“As eleições europeias são eleições de primeira linha, são eleições de extraordinária importância: mais de 40% da legislação aprovada cá tem fonte europeia, ou seja, é primeiro discutida lá. Por isso é que temos de estar lá em número e em representação”, disse Cristas. Foi aí que a presidente do CDS enunciou os primeiros cinco nomes da lista ao Parlamento Europeu, enaltecendo as valências de cada um, e apelando ao voto no CDS para Nuno Melo levar “companhia” para Bruxelas.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O CDS está cada vez pior… nunca fizeram NADA de jeito e ainda acham que tem moral para criticar tudo e todos!
    E este Nuno Melo é uma parasita e um demagogo do pior… tem jeito para padre!…

    • Apenas contribuíram para passar o défice de 11% para 3%. E tiraram o país da bancarrota. Tirando isso tem toda a razão, não fizeram nada.

      • Ah?!
        Estás brincar, só pode…
        Quem contribuiu para passar o défice de 11% para 3% (e tirou o país da bancarrota), foram APENAS os contribuintes portugueses!!
        O CDS, sendo o partidos dos advogado mafiosos, quando muito (e tendo em conta o tempo que esteve no governo), é co-responsável pelo que aconteceu ao país!!

        • És de facto um ser muito especial… porque limitado no intelecto.
          O CDS é co-responsável por ter passado o défice de 11% para 3%. De igual modo, o pagamento dos salários da função pública nunca foram suspensos e quando chegaram ao Governo as contas estavam zeradas. Mas relativamente a isso o amigo fica calado. É a verdade das contas públicas. O estado estava à beira de suspender todos os pagamentos. Com os cumprimentos dos seus amigos e da sua excelente desgovernação. Tudo para o bolso… como agora bem sabemos.

          • O quê?!
            Mas o CDS não é partido do Paulinho das Feiras que, depois de ter dito que nunca iria para a politica, foi dos que esteve mais tempo no activo e, depois da “birra irrevogável” foi “trabalhar” para a Mota-Engil (como “prenda” pelos negócios que andou a fazer enquanto os portugueses pagam a crise e ele fazia de conta que se preocupava)?!
            E da Cristas que trabalha num escritório de advogados mafiosos (que, por acaso, também trabalha para Mota-Engil!) e que está a sempre preocupadissima com Portugal os portugueses, mas de quem se esqueceu completamente enquanto esteve no governo?
            E deste parasita demagogo que está há anos na Europa a parasitar e nunca fez (ou sequer disse) nada de útil?!
            Não é?
            Deve ser outro CDS…

RESPONDER

Bebé nos EUA nasceu sem pele (e ainda não se sabe porquê)

Um bebé no Texas, nos EUA, nasceu sem pele na maior parte do seu corpo. Ja'bari Gray nasceu a 1 de janeiro e pesava apenas 1,4 quilogramas. O menino não tem pele na maior parte do …

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …