Europeias. CDS já definiu alvos a abater: a abstenção, o “ministro do desinvestimento” e Paulo Rangel

Estela Silva / Lusa

O eurodeputado Nuno Melo, do CDS/PP

Assunção Cristas e Nuno Melo definiram as linhas orientadoras do partido para levar mais do que um eurodeputado para Bruxelas. Na convenção europeia organizada em Lisboa, ficaram definidos os alvos a abater.

Primeiro, a abstenção — “porque a Europa não é uma realidade longínqua, é preciso votar, é preciso levar os amigos a votar, a família a votar, os colegas de trabalho a votar”, disse Assunção Cristas.

Depois, o candidato do PS que ainda não foi formalmente anunciado mas que já aparece na lista negra, Pedro Marques, a quem Nuno Melo chegou a apelidá-lo de “ministro do desinvestimento”.

Por fim, Paulo Rangel, o candidato já anunciado do PSD, que fez campanha ao lado de Melo em 2014, mas que agora está do outro lado da barricada, a fazer “poucochinho”.

Assunção Cristas, conta o Observador, quer mobilizar o máximo de gente possível a votar naquelas que são as eleições historicamente com mais altos níveis de abstenção. Para isso, apela aos que estão descontentes com o governo das esquerdas de António Costa, na medida em que as eleições europeias serão a primeira ida às urnas depois das legislativas que deram vida à “geringonça”.

Se, como explicou Nuno Melo, em partidos como o PCP, 80% dos que se mostram disponíveis para votar naquele partido nas legislativas também votam nas europeias, o mesmo não acontece em partidos como o CDS, onde essa proporção baixa para 50%.

Falando para “aqueles que não se conformam com as esquerdas unidas, que não se reveem em António Costa, que não acham que ele seja um bom primeiro-ministro”, Assunção Cristas apelou ao voto no CDS por ser “a alternativa à maioria de esquerda dominante em Portugal”.

Nuno Melo definiu qual vai ser a sua linha de ataque a Paulo Rangel: primeiro, o PSD sentou-se à mesa com António Costa em matérias como a descentralização ou os fundos comunitários, ao contrário do CDS “que é e sempre foi oposição ao PS”.

Depois, o PSD, tal como o PS, concorda com o fim da regra da unanimidade em questões fiscais considerando que não se trata de novos impostos europeus, e o CDS garante que “não vende a soberania nacional em Bruxelas a preço de saldos“.

Se Cristas centrou o seu argumento a pedir um cartão vermelho ao governo de António Costa, o eurodeputado centrista fez tiro a um alvo mais específico: Pedro Marques, “o ministro do desinvestimento”.

Sobre Pedro Marques, Nuno Melo disse que era um dos ministros “dos PEC”, dos governos de José Sócrates que, entre 2005 e 2009, “levaram o país à bancarrota”, e é hoje o “ministro do desinvestimento”, com a tutela dos fundos de coesão, que aceitou “sem questionar” um corte de 7% para o próximo ciclo de fundos.

Já no encerramento, Assunção Cristas deixou claro que este será o primeiro de três atos eleitorais levados muito a sério pelo CDS.

“As eleições europeias são eleições de primeira linha, são eleições de extraordinária importância: mais de 40% da legislação aprovada cá tem fonte europeia, ou seja, é primeiro discutida lá. Por isso é que temos de estar lá em número e em representação”, disse Cristas. Foi aí que a presidente do CDS enunciou os primeiros cinco nomes da lista ao Parlamento Europeu, enaltecendo as valências de cada um, e apelando ao voto no CDS para Nuno Melo levar “companhia” para Bruxelas.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O CDS está cada vez pior… nunca fizeram NADA de jeito e ainda acham que tem moral para criticar tudo e todos!
    E este Nuno Melo é uma parasita e um demagogo do pior… tem jeito para padre!…

    • Apenas contribuíram para passar o défice de 11% para 3%. E tiraram o país da bancarrota. Tirando isso tem toda a razão, não fizeram nada.

      • Ah?!
        Estás brincar, só pode…
        Quem contribuiu para passar o défice de 11% para 3% (e tirou o país da bancarrota), foram APENAS os contribuintes portugueses!!
        O CDS, sendo o partidos dos advogado mafiosos, quando muito (e tendo em conta o tempo que esteve no governo), é co-responsável pelo que aconteceu ao país!!

        • És de facto um ser muito especial… porque limitado no intelecto.
          O CDS é co-responsável por ter passado o défice de 11% para 3%. De igual modo, o pagamento dos salários da função pública nunca foram suspensos e quando chegaram ao Governo as contas estavam zeradas. Mas relativamente a isso o amigo fica calado. É a verdade das contas públicas. O estado estava à beira de suspender todos os pagamentos. Com os cumprimentos dos seus amigos e da sua excelente desgovernação. Tudo para o bolso… como agora bem sabemos.

          • O quê?!
            Mas o CDS não é partido do Paulinho das Feiras que, depois de ter dito que nunca iria para a politica, foi dos que esteve mais tempo no activo e, depois da “birra irrevogável” foi “trabalhar” para a Mota-Engil (como “prenda” pelos negócios que andou a fazer enquanto os portugueses pagam a crise e ele fazia de conta que se preocupava)?!
            E da Cristas que trabalha num escritório de advogados mafiosos (que, por acaso, também trabalha para Mota-Engil!) e que está a sempre preocupadissima com Portugal os portugueses, mas de quem se esqueceu completamente enquanto esteve no governo?
            E deste parasita demagogo que está há anos na Europa a parasitar e nunca fez (ou sequer disse) nada de útil?!
            Não é?
            Deve ser outro CDS…

RESPONDER

"Toupeira" do Insight está a mover-se novamente

O módulo Insight da agência espacial norte-americana (NASA) usou o seu braço robótico para ajudar a sua sonda de calor, conhecida como "toupeira", a cavar quase 2 centímetros na semana passada. Embora modesto, este movimento …

A maioria das bruxas eram mulheres, porque a caça às bruxas servia para perseguir os fracos

Ao longo da história, "caça às bruxas" sempre foi um termo usado para ridicularizar tudo, desde investigações de agressões sexual a alegações de corrupção. Quando nos referimos a bruxas, geralmente não estamos a falar de mulheres …

Benfica 2 vs 1 Lyon | Merci beaucoup, monsieur Lopes!

O Benfica somou os primeiros três pontos na Liga dos Campeões 19/20, ao bater o Lyon por 2-1 em casa. Os “encarnados” entraram a vencer bem cedo, ameaçaram sucumbir à reacção visitante, mas, a cinco minutos …

Um ano depois do colapso, a ponte de Génova começa a ganhar uma nova vida

Génova está a reconstruir a ponte que, no ano passado, desabou e provocou 43 mortos. O novo projeto vai ter um caminho pedonal e um parque memorial para homenagear as vítimas deste desastre. No dia 14 …

"Capa de invisibilidade". Novo material permite ocultar objetos

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth. O material também é chamado de "capa de invisibilidade". O inventor dos quatro …

Jovem português quer ser o primeiro a dar a volta ao mundo numa moto de 125cc

O jovem português com o recorde de primeiro do mundo a percorrer a América do Sul numa moto de 125 centímetros cúbicos (cc) anunciou hoje que em 2020 tentará registar a mais longa volta ao …

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …