Europeias. CDS já definiu alvos a abater: a abstenção, o “ministro do desinvestimento” e Paulo Rangel

Estela Silva / Lusa

O eurodeputado Nuno Melo, do CDS/PP

Assunção Cristas e Nuno Melo definiram as linhas orientadoras do partido para levar mais do que um eurodeputado para Bruxelas. Na convenção europeia organizada em Lisboa, ficaram definidos os alvos a abater.

Primeiro, a abstenção — “porque a Europa não é uma realidade longínqua, é preciso votar, é preciso levar os amigos a votar, a família a votar, os colegas de trabalho a votar”, disse Assunção Cristas.

Depois, o candidato do PS que ainda não foi formalmente anunciado mas que já aparece na lista negra, Pedro Marques, a quem Nuno Melo chegou a apelidá-lo de “ministro do desinvestimento”.

Por fim, Paulo Rangel, o candidato já anunciado do PSD, que fez campanha ao lado de Melo em 2014, mas que agora está do outro lado da barricada, a fazer “poucochinho”.

Assunção Cristas, conta o Observador, quer mobilizar o máximo de gente possível a votar naquelas que são as eleições historicamente com mais altos níveis de abstenção. Para isso, apela aos que estão descontentes com o governo das esquerdas de António Costa, na medida em que as eleições europeias serão a primeira ida às urnas depois das legislativas que deram vida à “geringonça”.

Se, como explicou Nuno Melo, em partidos como o PCP, 80% dos que se mostram disponíveis para votar naquele partido nas legislativas também votam nas europeias, o mesmo não acontece em partidos como o CDS, onde essa proporção baixa para 50%.

Falando para “aqueles que não se conformam com as esquerdas unidas, que não se reveem em António Costa, que não acham que ele seja um bom primeiro-ministro”, Assunção Cristas apelou ao voto no CDS por ser “a alternativa à maioria de esquerda dominante em Portugal”.

Nuno Melo definiu qual vai ser a sua linha de ataque a Paulo Rangel: primeiro, o PSD sentou-se à mesa com António Costa em matérias como a descentralização ou os fundos comunitários, ao contrário do CDS “que é e sempre foi oposição ao PS”.

Depois, o PSD, tal como o PS, concorda com o fim da regra da unanimidade em questões fiscais considerando que não se trata de novos impostos europeus, e o CDS garante que “não vende a soberania nacional em Bruxelas a preço de saldos“.

Se Cristas centrou o seu argumento a pedir um cartão vermelho ao governo de António Costa, o eurodeputado centrista fez tiro a um alvo mais específico: Pedro Marques, “o ministro do desinvestimento”.

Sobre Pedro Marques, Nuno Melo disse que era um dos ministros “dos PEC”, dos governos de José Sócrates que, entre 2005 e 2009, “levaram o país à bancarrota”, e é hoje o “ministro do desinvestimento”, com a tutela dos fundos de coesão, que aceitou “sem questionar” um corte de 7% para o próximo ciclo de fundos.

Já no encerramento, Assunção Cristas deixou claro que este será o primeiro de três atos eleitorais levados muito a sério pelo CDS.

“As eleições europeias são eleições de primeira linha, são eleições de extraordinária importância: mais de 40% da legislação aprovada cá tem fonte europeia, ou seja, é primeiro discutida lá. Por isso é que temos de estar lá em número e em representação”, disse Cristas. Foi aí que a presidente do CDS enunciou os primeiros cinco nomes da lista ao Parlamento Europeu, enaltecendo as valências de cada um, e apelando ao voto no CDS para Nuno Melo levar “companhia” para Bruxelas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O CDS está cada vez pior… nunca fizeram NADA de jeito e ainda acham que tem moral para criticar tudo e todos!
    E este Nuno Melo é uma parasita e um demagogo do pior… tem jeito para padre!…

    • Apenas contribuíram para passar o défice de 11% para 3%. E tiraram o país da bancarrota. Tirando isso tem toda a razão, não fizeram nada.

      • Ah?!
        Estás brincar, só pode…
        Quem contribuiu para passar o défice de 11% para 3% (e tirou o país da bancarrota), foram APENAS os contribuintes portugueses!!
        O CDS, sendo o partidos dos advogado mafiosos, quando muito (e tendo em conta o tempo que esteve no governo), é co-responsável pelo que aconteceu ao país!!

        • És de facto um ser muito especial… porque limitado no intelecto.
          O CDS é co-responsável por ter passado o défice de 11% para 3%. De igual modo, o pagamento dos salários da função pública nunca foram suspensos e quando chegaram ao Governo as contas estavam zeradas. Mas relativamente a isso o amigo fica calado. É a verdade das contas públicas. O estado estava à beira de suspender todos os pagamentos. Com os cumprimentos dos seus amigos e da sua excelente desgovernação. Tudo para o bolso… como agora bem sabemos.

          • O quê?!
            Mas o CDS não é partido do Paulinho das Feiras que, depois de ter dito que nunca iria para a politica, foi dos que esteve mais tempo no activo e, depois da “birra irrevogável” foi “trabalhar” para a Mota-Engil (como “prenda” pelos negócios que andou a fazer enquanto os portugueses pagam a crise e ele fazia de conta que se preocupava)?!
            E da Cristas que trabalha num escritório de advogados mafiosos (que, por acaso, também trabalha para Mota-Engil!) e que está a sempre preocupadissima com Portugal os portugueses, mas de quem se esqueceu completamente enquanto esteve no governo?
            E deste parasita demagogo que está há anos na Europa a parasitar e nunca fez (ou sequer disse) nada de útil?!
            Não é?
            Deve ser outro CDS…

RESPONDER

Reclusos do Arizona ficaram presos após datas de libertação. A culpa foi de um bug do software

Uma falha na atualização do software de gestão de prisões manteve centenas de pessoas encarceradas no estado norte-americano do Arizona durante mais tempo do que deveriam. De acordo com o relato de um denunciante, citado pela …

"Dia histórico". Espanha remove a última estátua pública do ditador Franco

A última estátua pública do ditador Francisco Franco foi removida de Melilla. A cidade situa-se na costa noroeste de África, mas está sob a soberania espanhola desde o século XVII. Na terça-feira, um grupo de trabalhadores …

Governo altera excecionalmente limite de idade para tratamentos de fertilidade

O Governo está a rever a norma para alterar, de forma excecional, o limite de idade das mulheres que querem aceder aos tratamentos de fertilidade no setor público. Na segunda-feira, o Jornal de Notícias tinha avançado …

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …