EUA ponderam fazer um teste nuclear. É o primeiro em quase 30 anos

Yuri Gripas/ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Os Estados Unidos estão a ponderar fazer um teste nuclear que pode pôr em causa a moratória em vigor em relação a estas iniciativas. Será o primeiro em quase três décadas. O último aconteceu em 1992.

De acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, a hipótese foi discutida na última reunião das agências de segurança nacional dos Estados Unidos, perante acusações de que a Rússia a China têm vindo a fazer pequenos testes nucleares.

O eventual avanço de testes nucleares por parte dos Estados Unidos pode ter implicações geopolíticas.

A reunião não produziu um acordo concreto sobre se esta intenção se poderá materializar, optando-se por outras medidas que procurem confirmar e dissuadir os russos e os chineses de fazerem os testes nucleares que os Estados Unidos suspeitam que estejam a realizar.

Isto continua a ser “uma discussão em aberto”, tendo ficado em cima da mesa a hipótese de os Estados Unidos virem a fazer um “teste rápido” para marcar a sua posição negocial numa fase em que Washington está a promover um acordo tripartido para regular a capacidade nuclear das três potências.

Os Estados Unidos não realizam testes nucleares há várias décadas – desde 1992. Segundo Daryl Kimball, diretor da Arms Control Association, um organismo que combate a ameaça das armas nucleares, ouvido pelo jornal norte-americano, fazê-lo agora seria “um convite a que outros países com armas nucleares fizessem o mesmo”.

“Seria o tiro de partida para que se gerasse uma corrida às armas nucleares sem precedentes”, disse o especialista, alertando para o efeito geopolítico desestabilizador que essa medida poderia ter.

O Governo dos Estados Unidos está a preparar um novo acordo para limitar o armamento nuclear do próprio país, da Rússia e da China, depois de o Presidente ter anunciado a saída do tratado “Open Skies” assinado entre mais de 30 países há quase 30 anos, visando reduzir o risco de guerra nuclear entre o Ocidente e a Rússia.

Os Estados Unidos contam com a diplomacia russa para criar um novo acordo que inclua a China. A ideia seria restringir e verificar o arsenal de armamento nuclear.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se a russia china além da coreia nortenha o fazem estão a preparar alguma actividade belica e é melbor a america estar preparada porque os bakokos aqui da europa não tem nenhuma defesa alem de meia duzia de meninos que andam a brincar as guerras se levarem uma invasão metem o rabinho entre as pernas e começa tudo a falar russo ou uma lingua asiatica qualquer.

RESPONDER

O maior salto em cinco anos. Dívida pública atingiu recorde em abril

A dívida pública aumentou para 262,1 mil milhões de euros em abril, o valor mais alto desde 1995, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A dívida pública aumentou para o valor recorde de 262,1 …

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …