EUA ponderam fazer um teste nuclear. É o primeiro em quase 30 anos

Yuri Gripas/ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Os Estados Unidos estão a ponderar fazer um teste nuclear que pode pôr em causa a moratória em vigor em relação a estas iniciativas. Será o primeiro em quase três décadas. O último aconteceu em 1992.

De acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, a hipótese foi discutida na última reunião das agências de segurança nacional dos Estados Unidos, perante acusações de que a Rússia a China têm vindo a fazer pequenos testes nucleares.

O eventual avanço de testes nucleares por parte dos Estados Unidos pode ter implicações geopolíticas.

A reunião não produziu um acordo concreto sobre se esta intenção se poderá materializar, optando-se por outras medidas que procurem confirmar e dissuadir os russos e os chineses de fazerem os testes nucleares que os Estados Unidos suspeitam que estejam a realizar.

Isto continua a ser “uma discussão em aberto”, tendo ficado em cima da mesa a hipótese de os Estados Unidos virem a fazer um “teste rápido” para marcar a sua posição negocial numa fase em que Washington está a promover um acordo tripartido para regular a capacidade nuclear das três potências.

Os Estados Unidos não realizam testes nucleares há várias décadas – desde 1992. Segundo Daryl Kimball, diretor da Arms Control Association, um organismo que combate a ameaça das armas nucleares, ouvido pelo jornal norte-americano, fazê-lo agora seria “um convite a que outros países com armas nucleares fizessem o mesmo”.

“Seria o tiro de partida para que se gerasse uma corrida às armas nucleares sem precedentes”, disse o especialista, alertando para o efeito geopolítico desestabilizador que essa medida poderia ter.

O Governo dos Estados Unidos está a preparar um novo acordo para limitar o armamento nuclear do próprio país, da Rússia e da China, depois de o Presidente ter anunciado a saída do tratado “Open Skies” assinado entre mais de 30 países há quase 30 anos, visando reduzir o risco de guerra nuclear entre o Ocidente e a Rússia.

Os Estados Unidos contam com a diplomacia russa para criar um novo acordo que inclua a China. A ideia seria restringir e verificar o arsenal de armamento nuclear.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se a russia china além da coreia nortenha o fazem estão a preparar alguma actividade belica e é melbor a america estar preparada porque os bakokos aqui da europa não tem nenhuma defesa alem de meia duzia de meninos que andam a brincar as guerras se levarem uma invasão metem o rabinho entre as pernas e começa tudo a falar russo ou uma lingua asiatica qualquer.

RESPONDER

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …

FC Porto está de olho em Santos Borré para o ataque

Rafael Santos Borré tem brilhado ao serviço do River Plate esta temporada. O FC Porto quer o avançado internacional colombiano para a próxima época. O FC Porto está interessado na contratação de Rafael Santos Borré para …

A bóia de salvação da Suíça é a economia forte e diversificada

A economia suíça, forte e diversificada, deverá resistir à crise que se avizinha. Com a fronteira com o norte de Itália, o país agiu cedo e prepara-se agora para revitalizar a economia. A tempestade ainda não …

CDS tem duas prioridades para o plano de estabilização (mas sai de São Bento sem garantias)

O presidente do CDS-PP indicou hoje que não tem garantia por parte do Governo de que as propostas que apresentou serão acolhidas no orçamento suplementar e salientou que “não foi celebrado nenhum tipo de compromisso”. Francisco …

Casamento entre pessoas do mesmo sexo passa a ser reconhecido na Costa Rica

A Costa Rica passou esta terça-feira a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após uma batalha que terminou com uma decisão do Supremo Tribunal Constitucional, que entrou em vigor às 00:01 locais (07:01 …