EUA procuram acordo de controlo de armas nucleares com a Rússia. E querem incluir a China

Yuri Gripas/ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O governo dos Estados Unidos (EUA) está a preparar um novo acordo para limitar o armamento nuclear do próprio país, da Rússia e da China, depois de o Presidente ter anunciado a saída do tratado “Open Skies”.

Segundo avançou o Expresso na quinta-feira, para fazer avançar o plano, o Presidente dos EUA conta com o apoio russo. O Wall Street Journal noticiou que o conselheiro de Donald Trump, Marshall Billingslea, deverá reunir-se com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo em Viena. Sem data marcada, um alto funcionário do governo dos EUA indicou que todos concordam “que [deve acontecer] o mais rápido possível”.

Esta notícia surgiu no dia em que o governo Trump anunciou a saída dos EUA do tratado “Open Skies” (“Céus Abertos”), assinado entre mais de 30 países há quase 30 anos, visando reduzir o risco de guerra nuclear entre o Ocidente e a Rússia.

Trump acusou Moscovo de violar o acordo e negou que a saída venha a aumentar as tensões. “Não, acho que vamos ter uma relação muito boa com a Rússia”, disse.

De acordo com a imprensa norte-americana, Marshall Billingslea conta com a diplomacia russa para criar um novo acordo que inclua a China. A ideia seria restringir e verificar o arsenal de armamento nuclear.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …

FC Porto está de olho em Santos Borré para o ataque

Rafael Santos Borré tem brilhado ao serviço do River Plate esta temporada. O FC Porto quer o avançado internacional colombiano para a próxima época. O FC Porto está interessado na contratação de Rafael Santos Borré para …

A bóia de salvação da Suíça é a economia forte e diversificada

A economia suíça, forte e diversificada, deverá resistir à crise que se avizinha. Com a fronteira com o norte de Itália, o país agiu cedo e prepara-se agora para revitalizar a economia. A tempestade ainda não …