Estados Unidos preparam-se para operações militares no espaço

(dr) bhmpics

-

Os Estados Unidos planeiam gastar 5 mil milhões de dólares para proteger os seus satélites orbitais. Uma das principais razões para o aumento do orçamento para este fim é a ameaça potencial da China.

Ao longo dos últimos 10 anos a China terá feito testes de pelo menos três tipos de armas anti-satélite, incluindo o uso de mísseis baseados em terra e armas laser. Os testes foram realizados em janeiro de 2007, maio de 2013 e julho 2014.

Em setembro do anos passado, o jornal japonês Yomiuri Shimbun revelou mesmo que a China estaria a formar Forças Espaciais com o estatuto de ramo independente das Forças Armadas.

Estas informações causam grande preocupação dos Estados Unidos.

“Na minha opinião, uma ameaça cósmica é muito real, pelo que devemos estar preparados para efectuar operações militares no espaço”, afirmou o chefe do Comando Estratégico dos EUA, almirante Cecil Haney, citado pela Sputnik News.

No entanto, nem todos acreditam que a ameaça da China seja assim tão real. Entre os cépticos está o cientista político Bruce Gagnon, coordenador da Space 4 Peace, uma rede internacional contra as armas e energia nuclear no espaço.

“Não acho que a China seja uma ameaça directa para os satélites norte-americanos. No entanto, acredito que a China está a desenvolver a sua capacidade de abater satélites americanos, em caso de guerra”, diz Gagnon.

“A estratégia militar americana depende fortemente dos seus equipamentos de reconhecimento espacial e satélites militares. A China sabe disso e tenta desenvolver a capacidade de resistir aos EUA no futuro”, acrescenta o  cientista.

A corrida às armas a que se assistiu nas décadas da Guerra Fria parece estar a repetir-se, agora no espaço. Enquanto os EUA planeiam já o seu domínio, a Rússia e a China tentam impedir – ou pelo menos adiar – os planos americanos.

“Os Estados Unidos e Israel vetaram na ONU um acordo sobre a prevenção de uma corrida armamentista no espaço, que a Rússia e a China tentam promover”, explica Gagnon, “deixando claro que os americanos se opõem a qualquer acordo que os possa impedir de conquistar o espaço”.

Sputnik

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Com tanta coisa de positivo a fazer no planeta terra, o pensamento deste misero povo é e será o expansionismo. O seu fim vai estar muito próximo.

    • …Se não fossem eles em 1944!
      Ah e são eles que estão na Ucrânia !
      Expansionismo Americano? A geopolítica é uma confusão.

RESPONDER

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …

Mulheres são quase metade dos “100 mais influentes” da Time

Há 48 mulheres na lista das 100 personalidades mais influentes do mundo publicada esta quarta-feira pela revista norte-americana Time. A lista, publicada anualmente desde 2004, junta personalidades das mais diferentes áreas distribuídas por cinco categorias: “Pioneiros”, …