Estado Islâmico no Iraque é “uma sombra do que era”

(cv)

A coligação internacional contra jihadistas considera improvável o ressurgimento do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS, na sigla inglesa) em território iraquiano, que é apenas “uma sombra do que era”.

De acordo com o general norte-americano Kenneth Ekman, vice-comandante da coligação internacional, citado pela agência France-Presse, o Estado Islâmico “nunca será completamente erradicado”, mas hoje é “uma sombra do que era” e é possível reduzir ainda mais a presença deste grupo no Iraque nos próximos tempos.

Os jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante estão com dificuldade em “encontrar refúgio”, inclusive em “áreas rurais”, considerou.

O general norte-americano explicitou que “um dos sucessos” da luta contra o Estado Islâmico foi a incapacidade do grupo jihadista “de controlar o território” iraquiano.

“Quando chegámos a situações em que tínhamos uma pequena insurgência à espreita em áreas rurais, cavernas e montanhas, geralmente obtivemos sucesso”, prosseguiu o responsável.

A coligação internacional tem agora o objetivo de dotar o exército de Bagdad de instrumentos que o tornem “mais forte do que o ISIS”, permitindo aos países que integram esta aliança a redução dos contingentes no Iraque.

Várias instalações militares que estavam a ser utilizadas pela coligação internacional já foram devolvidas ao exército iraquiano, anunciou Kenneth Ekman.

Em relação ao contingente norte-americano no Iraque, vai ser reduzido “lentamente e […] em estreita coordenação com o Governo iraquiano”.

Os Estados Unidos têm oficialmente 5.200 militares no Iraque, mas o Pentágono deixou de contabilizar o número de militares destacados no nordeste da Síria, dá conta a France-Presse.

O Estado Islâmico uma organização jihadista islamita de orientação salafita e wahabita criada após a invasão do Iraque em 2003. O Daesh obriga as pessoas que vivem nas áreas que controla a converterem-se ao islamismo, além de viverem de acordo com a interpretação sunita da religião e sob a lei charia (o código de leis islâmico).

Aqueles que se recusam podem sofrer torturas e mutilações, ou serem condenados a pena de morte.O grupo é particularmente violento contra muçulmanos xiitas, assírios, cristãos armênios, iazidis, drusos, shabaks e mandeanos.

ZAP ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …

Carlos Costa compara venda do Novo Banco a cabaz de fruta "parcialmente apodrecida"

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, considerou que o processo de venda do Novo Banco, em 2017, foi como alienar "um cabaz de fruta que está parcialmente apodrecida". "A questão é sempre a …

Irmãos presos injustamente durante 31 anos recebem 75 milhões de dólares

Henry McCollum e Leon Brown estiveram presos durante mais de 30 anos por um crime que não cometeram. Foram detidos em 1983 e condenados à pena de morte pela violação e homicídio de uma criança. …

"Há ali algumas coisas em que tem razão". Rui Rio concorda com críticas de Alberto João Jardim

Alberto João Jardim defendeu que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já". Rui Rio ouviu o antigo governante madeirense "com atenção" e considera que tem razão. No artigo de opinião no jornal da Madeira …

Votar contra a reforma das Forças Armadas seria "uma contradição muito grande", diz Rio

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, afirmou esta segunda-feira que seria uma "contradição muito grande" votar contra a reforma das Forças Armadas, defendida pelo partido "há anos", só porque foi apresentada pelo …

Testes da vacina da Sanofi-GSK mostram eficácia do composto

Os testes preliminares da vacina contra a covid-19 da Sanofi e GalxoDmithKline demonstraram eficácia nos grupos de adultos inoculados pelos cientistas responsáveis pela Fase 2 do processo. Após as duas doses da vacina, os testes realizados …

Gestor de redes sociais do Chega suspenso pelo Twitter

O gestor das redes sociais do Chega viu a sua conta pessoal ser suspensa pelo Twitter. Na semana passada, apresentou-se em tribunal devido ao processo movido pela família do Bairro da Jamaica. "Falta muito mato para …

Redução nas portagens implica impacto de 160 milhões por ano, diz Governo

O Governo disse esta segunda-feira que a redução de portagens, a partir de 01 de julho, implica um impacto de 160 milhões de euros por ano e, se for considerado todo o período de concessões, …

França, Espanha e Alemanha chegam a acordo para novo sistema de combate aéreo

A França, a Espanha e a Alemanha chegaram a um acordo sobre a nova fase de desenvolvimento do Futuro Sistema de Combate Aéreo (SCAF, na sigla em francês), após negociações intensas entre os três países, …