Estado Islâmico já tem um novo líder. Chamam-lhe “O Destruidor”

O Estado Islâmico já tem um novo líder para substituir Abu Bakr al-Baghdadi, morto no sábado num raide das forças especiais norte-americanas em Idlib, na Síria.

Chama-se Abdullah Qardash e era há muito o braço direito do ex-chefe da organização. Qardash era o sucessor designado e já era, de acordo com o jornal Público, o responsável pelo planeamento do dia-a-dia do Daesh, com Baghdadi a ser uma figura simbólica. O novo líder tem de provar o que vale e espera-se uma campanha de vingança num momento em que os Estados Unidos preparam a saída da Síria.

De acordo com o Newsweek, Qardash, que também usa o nome “Hjji Abdullah al-Afari”, é um ex-oficial do Exército iraquiano, que serviu sob o comando de Saddam Hussein.

Qardash e Baghdadi conheceram-se em 2003, quando ambos foram detidos pelos EUA, em Bassorá, suspeitos de ligações à al-Qaeda, a organização terrorista fundada por Osama bin Laden, da qual nasceu o EI. Baghdadi e Qardash estiveram detidos no campo de Bucca por combateram lado a lado as forças invasoras norte-americanas no país.

Em 2014, quando Baghdadi tomou Mossul e proclamou o califado, Qardash assumiu um papel cada vez mais proeminente na organização. Em agosto, foi nomeado sucessor do califa que deixou de o ser em 2017, quando o Daesh perdeu todo o seu território no Iraque e na Síria.

Abdullah Qardash foi responsável religioso da Al-Qaeda antes de se juntar ao autodenominado Estado Islâmico. Qardash é conhecido por duas alcunhas: “Destruidor” e “Professor”, uma vez que é descrito como sendo cruel, autoritário e muito respeitado entre os membros do Estados Islâmico, mas também visto como um estratega. Era ele quem comandava e planeava as operações diárias do Daesh.

Pesquisas em fontes abertas revelam, de acordo com o Expresso, que Qardash é de Tal Afar, no Iraque, e terá estudado Ciências Islâmicas em Mossul.

O Amaq, a revista da propaganda do Estado Islâmico, anunciou que Qardash foi indigitado para reconstruir a organização terrorista, sendo previsível uma onda de atentados, onde quer que o grupo tenha ainda forças para os executar.

No domingo, Donald Trump confirmou a morte de Abu Bakr al-Baghdadi, que se fez explodir num túnel enquanto fugia dos militares norte-americanos. O líder do Estado Islâmico fugiu com três dos seus filhos pequenos, e quando se viu encurralado num túnel sem saída, ativou o colete de explosivos, causando não só a sua morte como também das crianças.

Um cão usado pelos militares norte-americanos que tinha ficado ferido na operação que conduziu à morte do líder do Daesh já recuperou e está de volta ao serviço ativo.

“A última noite foi uma noite importante para os Estados Unidos e para o mundo. Um assassino implacável foi eliminado e não irá fazer mais vítimas. Morreu como um cão“, afirmou. “Não morreu como um herói, morreu como um cobarde”, disse Trump, sublinhando que Baghdadi morreu “a gemer, a gritar e a chorar”. O corpo terá sido sepultado no mar.

Abu Bakr al-Baghdadi era um dos homens mais procurados do mundo. Em outubro de 2011, os Estados Unidos designaram-no oficialmente como “terrorista” e ofereceram uma recompensa de 10 milhões de dólares, cerca de 9 milhões de euros, por informações que pudessem levar à sua captura.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Tudo invenções ocidentais que inventaram o terrorismo para depois nos sacar o dinheiro supostamente gasto para nos “libertar” desse terrorismo. Sistema podre mas muito criativo em engenharia manipulativa e propaganda. Goebells deve estar invejoso no caixão.

  2. Sempre se disse e sempre se repetirá, que os EUA são os grandes (i)responsáveis pela criação do Daesh. Por isso, aguentem-nos, tratem deles, desenrasquem-se, mas não envolvam países inocentes nas borradas dos presidentes americanos. A invasão e destruição do Iraque, sem motivo aparente, até hoje, fez com que se criasse um exército de oficiais e soldados que, de um momento para o outro ficaram sem emprego, sem pátria, sem comando, sem rumo e à deriva. E o resultado viu-se.

    • Claro, abatê-lo rapidamente para que nunca possa dar com a língua nos dentes e dizer quem é que o pôs lá e quem é que os financia realmente. Muito conveniente. Já foi assim com outros no passado e assim continuará a ser. Mortos e caladinhos.

  3. Esta cria da cia vai ser tão abatida como a anterior cria que foi abatida em 2014, 2015, 2017, 2018 e novamente em 2019 e tudo com funerais. A juntar à história da carochinha dos amérikas temos as várias inconsistências do relatório. Esta nova cria deve ter uns 10 funerais oficiais. Afinal os terroristas criados pelo ocidente estão cada vez mais resistentes.

  4. Quando escrevi num comentário, que estes simpáticos rostos, são tão numerosos como “pulgas num cão vadio”, não quis ofender a raça canina por a qual tenho todo respeito !….. Portanto enquanto forem fornecidos em armamento, iremos assistir e ser vitimas das acções orquestradas por estes débeis mentais ! Somos o que somos!!! os piores seres ditos “inteligentes”, a superficie da Terra desde que o Mundo é Mundo !

  5. GRANDE presidente americano ! Se não é a américa, o mundo está fodricado. Agora é já em cima deste novo líder do IE e liquidá-lo, quanto antes. Obrigado, Presidente.

RESPONDER

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …