Estado “ganha” 23 milhões por dia com impostos dos carros

José Sena Goulão / Lusa

O Ministro das Finanças, Mário Centeno, e o primeiro-Ministro António Costa

O Estado arrecadou 8,5 mil milhões de euros, em 2016, com impostos cobrados no sector automóvel. Trata-se de um aumento de quase 50%, em comparação com 2015.

Estas contas são avançadas pelo Correio da Manhã e têm por base dados da Associação Europeia de Construtores (ACEA).

O diário aponta que o Estado encaixou um total de 8,5 mil milhões de euros em impostos aplicados ao sector automóvel, em 2016. Estamos a falar de uma verba da ordem dos 23 milhões de euros por dia, repara o jornal.

Estão em causa despesas feitas pelos contribuintes portugueses nas oficinas, bem como taxas aplicadas nos combustíveis, nas portagens, nas vendas e registos de viaturas, nas taxas alfandegárias e no imposto de circulação.

O CM repara que se trata de um aumento de quase 50% relativamente a 2015, ano em que o Estado arrecadou 5,9 mil milhões de euros com os impostos do sector automóvel.

A subida das taxas aplicadas aos combustíveis e o aumento das vendas de automóveis ajudam a explicar esta subida significativa, conforme atenta o jornal.

ZAP //

29 COMENTÁRIOS

  1. É preferível serem os que tem carros a pagar impostos do que pagar nos transportes publicos, alimentação, saúde, educação etc.

    • Venha para Trás os Montes andar de transportes públicos e não traga a sua viatura para se deslocar para o trabalho! Boa sorte!

      • Sabe sou do Alentejo, durante anos fiz viagens de lá para Lisboa, de autocarro, e agora faço de comboio. Vivi na margem sul e trabalhei em Lisboa (Av. do Brasil) apanhava 1 autocarro, para depois apanhar outro que me levava até a Cacilhas, depois apanhava o barco e do Terreiro do Paço, tinha que apanhar mais 2 autocarros que me levavam à Av do Brasil. Só em Transportes demorava 3 horas. E ainda trabalhava ao sábado. Entrava às 9 e saia as 19. Não como agora que tem 35 horas semanais
        Agora demoram menos 1 hora mas vem de carro, e depois reclamam com as filas intermináveis.
        Enfim……..

        • Acredito bem que sim e conheço a realidade dos transportes públicos das grandes cidades também. Mas concorda comigo que o interior (transmontano, alentejano e beira interior) dispõe de uma rede de transportes pública praticamente inexistente. E já para não falar da rede de estradas nacionais e regionais completamente escavacadas que servem as nossas zonas. Então se vier a Trás os Montes, o único comboio existente é o Porto – Régua e nada mais. Só queria realçar que não é só colocar a pagar quem tem carro, porque quem tem carro por vezes é porque não tem outra alternativa para se deslocar. Vamos lá pensar em todos os cenários antes de generalizar.

    • É isso mesmo! Para que é que queremos carro habitação, segurança, combate aos incêndios… quando podemos ter por exemplo quadros Miró!
      Temos de aprender a dar o salto civilizacional, ter discussões mais elevadas e humanistas, vejam que ainda utilizamos erradamente a designação de cartão de cidadão quando na verdade deveria chamar-se cartão de cidadania, já é tempo de centramos as nossas atenções no que é importante.

    • Oh fátima, tem toda a razão!
      Tudo o que devemos dizer tem de beneficiar o Sr. Costa. O próprio costa, do alto da sua sabedoria, dá o exemplo, só temos de o seguir. Para quem ainda não reparou, ficam desde já a saber que o Sr. Costa é apenas responsável pelo que de bom acontece no país, e escusam de vir com raciocínios elaborados que a coisa não vai mudar, porque não é do interesse do Sr. Costa e da posição de poder que ocupa.
      É verdade que para o povo ter carro e casa é agora mais difícil, mas o verdadeiro povo sabe que o verdadeiro socialismo é não ter carro nem habitação própria, luxos de uma burguesia corrompida.
      Por essa razão eu levo os meus 3 filhos para um infantário num carrinho de compras que “recuperei” de uma grande superfície (quando chove ponho um saco de plástico em cima) e sinto-me muito feliz por ser um digno representante do povo. Tomara que fosse assim com todos.

  2. Pois! O que as pessoas deveriam ler e meditar é que carga de impostos aumentou consideravelmente em 2016, relativamente a 2015. Mas isso os parolos não veem. Não sabem que o costa e o centino têm dado com uma mão e tirado com outra…!!

      • Aumentaram aqueles que a esmagadora maioria da população tem mesmo de pagar, isto é, combustíveis e habitação. O Costa não brinca em serviço, ou já se esqueceram que uma das últimas heranças que deixou em Lisboa foi a taxa de dormida?

        O Costa sabe bem como ir com a mão aos bolsos dos portugueses, e para vir com as mãos bem cheias, aplica impostos regressivos, pois num país em que a esmagadora maioria da população não é rica, seria uma burrice aplicar impostos indexados aos rendimentos da população.

        Carrega Costa, que o povo parvo aguenta!

        • Pois… bem me parecia que era só “ruído”…
          Embora tenham aumentado os impostos sobre os combustíveis, o que eu uso (GPL) não aumentou e o da minha habitação também não!!
          Acho muito bem que seja cobrada a “Taxa de dormida”, e, em todas as cidades europeias onde eu estive, essa taxa já é cobrada há muito mais tempo!!
          Portanto essa “carga de impostos aumentou consideravelmente em 2016” é típica conversa de parolos!…
          Em relação ao “povo parvo”, certamente que falas por por ti, pelos teus familiares, amigos e conhecidos…

          • Em relação ao povo parvo, afinal falava mesmo de si, que não só acumula a ignorância em relação ao brutal aumento dos impostos, como ainda por cima não tem capacidade mental para ver o que lhe põem à frente.
            A ignorância e a parvoíce no entanto não parecem ser as únicas limitações graves que apresenta, quando nega o aumento de impostos com o argumento que, dos 3 exemplos que lhe dei, não paga 2 deles e concorda com o terceiro. Fantástico! Com tamanha anormalidade, acho que nem umas valentes lentes o ajudariam a ver mais longe que o seu umbigo…

            • Ora aí está!
              Esse é o problema de quem julga os outros pela sua bitola!…
              Mas os parvos são mesmo assim…

  3. Mais um desmentido para aqueles que andam constantemente a badalar que estes senhores baixaram impostos, das duas uma: ou são fanáticos do partido ou de etnia cigana! Agora chamem-me racista!

  4. Ainda bem que a austeridade acabou…
    foi aumento nos combustíveis, foi aumento nos impostos automóveis… ainda bem que acabou!
    Carneiros que votem neles

  5. Um governo de ladroes. Diz que baixa os impostos, mas aumenta do outro lado. Aldraboes!
    E ainda têm a maior dívida pública de sempre.

RESPONDER

Guia de descontos para uma Black Friday em grande

O conceito começou por ser uma referência ao colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929. Mas a Black Friday como hoje a conhecemos só surgiu nos anos 60, quando o setor do …

Morreu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo, 53 anos, morreu esta quinta-feira, em Lisboa, disse à Lusa a agência do actor. O actor João Ricardo, conhecido pelo seu trabalho na televisão, no teatro e no cinema, nasceu …

Chegou à Finlândia o pão feito com farinha de grilo

Uma das maiores empresas de produtos alimentares da Finlândia vai começar a vender pão de insetos, no qual grilos comuns são moídos e acrescentados à farinha normal, representando cerca de 3% do peso de cada …

39 anos por um crime que não cometeu. Finalmente livre

Craig Coley, agora com 70 anos, cumpria pena de prisão perpétua pela autoria de dois homicídios em 1978. No entanto, 39 anos depois, a sua inocência foi provada e o norte-americano foi libertado. O governador da …

Neutralidade da Internet em jogo nos EUA. Portugal é mau exemplo

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na Internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta de neutralidade. Os Estados Unidos da América vão votar o fim …

Trabalhadores do privado voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de …

O milionário que matou o Gawker quer os restos do cadáver

Os advogados do vingativo milionário Peter Thiel apresentaram, esta semana, uma ação para contestar uma previdência cautelar que o impede de comprar os ativos do já "adormecido" Gawker. Em causa, estão os arquivos de 14 …

Governo quer terrenos privados limpos até 15 de março

Os proprietários privados têm "até 15 de março" para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas e, se não o fizeram, os municípios terão "até ao final de maio" para proceder a …

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …