Estado autorizado a gastar até 100 milhões de euros para prevenir incêndios

Paulo Cunha / Lusa

Incêndio em Pedrógão Grande

António Costa lançou, esta quinta-feira, a primeira das cinco grandes empreitadas para a reconstrução de casas destruídas em outubro. Seis instituições vão poder contratar, a partir de agora, por ajuste direto.

O Orçamento de Estado para 2018 tem reservados cerca de 600 milhões de euros para fazer face às despesas relacionadas com os incêndios. A partir desta sexta-feira, vários organismos do Estado podem começar a investir parte, até 108 milhões com o apoio de fundos europeus, e passarem para o terreno as várias medidas anunciadas pelo Governo.

A resolução do Conselho de Ministros, publicada esta quinta-feira em Diário da República, dá início à concretização de dezenas de medidas, a menos de quatro meses da época de incêndios.

Os seis organismos que têm o maior número de tarefas a cumprir nos próximos meses são a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), a Guarda Nacional Republicana (GNR), a secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e as Forças Armadas.

De acordo com o Público, a tarefa mais pesada é do ICNF (44 milhões de euros) para medidas relacionadas com a limpeza das matas e instalação e mantimento da rede prioritária de faixas de gestão de combustível. Na prática, significa que as zonas circundantes das casas devem estar limpas de mato e floresta.

Sobre esta medida, António Costa referiu que demorará tempo a implementar. “Tem de ser um esforço conjunto da sociedade. É essencial que todos tenham consciência de que há um trabalho fundamental a fazer de limpeza dos matos e das árvores em redor das casas e de cada povoação”, disse o primeiro-ministro em Tondela.

Os proprietários privados terão até dia 15 de março para fazerem essa limpeza e, caso não a façam, “os municípios têm todo o poder para entrar nas propriedades privadas e fazerem o que os proprietários não fizeram”, afirmou Costa.

A partir de hoje, a GNR pode começar a contratar os novos 500 membros efetivos do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) e os 100 homens do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Além disso, a verba de até 10 milhões de euros destina-se para mais 200 guardas florestais e 600 guardas para reforço do dispositivo geral da GNR. Acrescem 6,5 milhões para a compra de veículos, material e equipamento individual. Já as Forças Armadas têm um total de 15,6 milhões.

Segundo o jornal, a SGMAI foi também autorizada a gastar 10,2 milhões para reforçar o SIRESP, e a APA tem 12 milhões para fazer intervenções urgentes em barragens para regularização fluvial.

Já a ANPC apenas tem autorização para gastar sete milhões de euros. Meio milhão para a revisão da sua orgânica e o restante para lançar campanhas de sensibilização, para dois programas do Estado (Aldeia Segura e Pessoas Seguras) e para criar a Rede Automática de Avisos à População.

Obras só terminam em dezembro

Na sequência dos incêndios de outubro, no concelho de Tondela serão reconstruidas 94 habitações (20 parcialmente e 74 totalmente) e 28 anexos, num valor total de 9,6 milhões de euros.

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, Ana Abrunhosa, disse, durante a apresentação da empreitada de reconstrução em Tondela, que o objetivo é que estas obras estejam todas concluídas em dezembro.

António Costa considerou que se trata de uma situação diferente da dos incêndios de junho: “em Pedrógão trabalhámos sobretudo com empreitadas individuais, casa a casa, e aqui temos que trabalhar com grandes empreitadas que façam uma intervenção sobre um conjunto habitacional”.

O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, referiu que “a tragédia ocorrida em outubro do ano passado ainda marca, de forma muito impressiva, a memória de todos”.

Entre outros danos, o incêndio destruiu quatro centenas de habitações (que se destinavam a primeira habitação, própria e permanente, segunda habitação e edificações devolutas). Por isso, o autarca considerou que “hoje é um dia marcante para se fortalecer a esperança” daqueles que acreditam na capacidade de regeneração do território.

As reconstruções de casas que foram destruídas nos incêndios de Outubro, um total de 1707 habitações, o Governo reservou um envelope de 45 milhões de euros, avança o Público.

Reconstruir centenas de casas será um programa para largos meses que se iniciou nesta quinta-feira pela mão do primeiro-ministro. A primeira das cinco grandes empreitadas na zona centro foi lançada em Tondela.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Quim Cancelar resposta

Cientistas identificam a região com o ar mais limpo à face da Terra

Uma equipa de cientistas da Universidade Estadual do Colorado (EUA) identificou a região atmosférica que possui o ar mais limpo à face da Terra. Os especialistas, liderados pela professora Sonia Kreidenweis, descobriram que a camada limite …

Abono extra e complemento de estabilização. Governo cria dois novos apoios cumulativos para quem perdeu rendimentos

O Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) do Governo vai incluir dois novos apoios para trabalhadores e famílias que perderam parte dos seus salários nos últimos três meses devido à pandemia de covid-19. A notícia …

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …