Esquerda quer mais dias de férias e mais um feriado

Clara Azevedo / portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

Em janeiro do próximo ano, volta ao Parlamento o tema do aumento do número de dias de férias para todos os trabalhadores e a questão de fixar a terça-feira de Carnaval como feriado nacional.

De acordo com o Jornal de Negócios, os partidos de esquerda vão voltar à carga no Parlamento com estes temas a meio de janeiro do próximo ano.

Em causa está o aumento do número de dias de férias para todos os trabalhadores e a fixação da terça-feira de Carnaval como feriado nacional.

Depois de terem sido repostos quatro feriados este ano – dois civis e dois religiosos -, o projeto dos Verdes volta a estar em cima da mesa.

A proposta para que seja feriado no Carnaval deu entrada na Assembleia em novembro de 2015 mas a discussão acabou por ser adiada porque o partido não queria misturar o assunto com a reposição dos feriados obrigatórios. Agora, segundo o jornal, o tema volta ao Parlamento no próximo dia 11.

Por sua vez, no dia 18 de janeiro, os deputados debatem os diplomas do Bloco de Esquerda e do PCP que têm em vista assegurar mais dias de férias aos trabalhadores.

O Negócios escreve que os comunistas têm dois diplomas: um que repõe os 25 dias de férias para a Função Pública, acrescidos de um dia útil de férias por cada dez anos de serviço efetivamente prestado, e outro que atribui o direito a 25 dias de férias anuais também ao setor privado. Já os bloquistas querem os 25 dias de férias anuais para todos os trabalhadores das empresas.

Ainda não é certo se os partidos de esquerda vão alcançar as suas reivindicações mas, de acordo com o jornal, é possível que os Verdes tenham mais sorte. É que o primeiro-ministro sempre se revelou um defensor do feriado no dia de Carnaval mas, no que toca ao aumento das férias, sempre se afastou dessa ideia.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Será que BE e PCP não se tocam?
    Pessoalmente tenho gostado da atuação deste governo. Parece-me que tem tido preocupações sociais, distribuindo, de forma mais justa e equitativa, a austeridade. Só quem não quer ver, porque ande distraído ou por cegueira partidária e ideológica, é que desmente os dados OFICIAIS ( tanto do Eurostat como do INE ) relativos a um conjunto de melhorias nos parâmetros de análise social e económica. Apesar disto parece-me pouco apropriado nos tempos de crise pelos quais toda a europa passa, estes partidos virem exigir mais férias e mais um feriado. Não faz sentido e é, seguramente, lesivo para o País.
    O caminho faz-se andando e o caminho justo faz-se de equilibrios. Da mesma forma que sempre fui contra uma estupida austeridade que esmagou principalmente a classe média e pobre, também sou contra uma lógica que penalize quem investe ora, aumentar dias de férias e “meter” mais um feriado (a propósito nem sei de quê) parece-me desajustado, sem nexo, e algo que não irá contribuir em nada para aumentar o investimento nacional e estrangeiro, na criação de riqueza para o nosso País e de empregos e mais bem estar social para todos nós. Estamos hoje num mercado global, é bom que BE e PCP não se esqueçam disso.

    • Talvez fizesse bem em se informar da quantidade de férias que os nossos parceiros de UE disponibilizam aos empregados!
      Depois já poderá largar as suas “postas de pescada” com fundamento.
      Fica a dica , não precisa de agradecer.

    • N se preocupe com os patrões e empreendedores…Um feriado penaliza a economia? Diga me aonde? No público é indiferente porque não produzem nada são meros prestadores de serviços …. Se no feriado 90℅ dos trabalhadores privados trabalham na mesma e sem receber mais por isso onde é q o patrão tem prejuízo? aliás vai ter lucro porque se pensarmos na área de hotelaria e restauração que é o grosso deste país vai ganhar mais clientes precisamente porque se está de férias

  2. As crianças pedem o pai dá, as crianças pela primeira vez sentem poder de decisão numa aproximação clara ao ABISMO, e o pai não vê?…………Até à mais uma vez à BANCA ROTA!

  3. Será que o Sr ZORRO não se toca?

    Finlandia e França – 30 dias de férias anuais + feriados
    Reino Unido – 28 a 30 dias de férias anuais
    Itália – 26 dias de férias anuais
    Áustria – 25
    Dinamarca -25
    Luxemburgo – 25
    Eslováquia – 25
    Suécia – 25

    Não entendo como é que estes dias de férias são lesivos, maioritariamente em países que têm maior nivel de vida que o nosso.

    Depois vem a questão do aumento do salário mínimo. Todos se queixam do ordenado, no entanto quando é para subir todos se queixam que é pouco e que mais valia não ter subido..

    Depois o Feriado seria o de Carnaval, visto que nem todos têm direito e é uma tradição em Portugal.

    Vá informe-se como é nos outros países que de mesquinhices já estamos todos fartos!!

  4. Pois, mais férias parece-me bem e apoio totalmente. Melhor ainda é se as férias forem para todos!
    É aproveitar a discussão e dar a trabalhadores a recibos verdes, empresários em nome individual, patrões de micro empresas… a possibilidade de não trabalharem no período de férias e receberem por esses dias, mais os correspondentes subsídios.
    Nesse caso, trabalhando 11 meses deixariam de receber os 11 meses actuais e passariam a receber 14 meses. Mais 3 meses de salário, o que não é nada mau!
    É claro que por alturas do Natal os filhos desses trabalhadores continuariam sem receber smartfones, tablets e afins com o dinheiro dos nossos impostos, mas também já sabemos que o dinheiro dos impostos não dá para tudo (todos)…

  5. O Sr Zorro deve andar um pouco distraído. Os dias são bem merecidos. Venham eles, mas o Sr. Zorro não quer pode sempre não os gozar. Os feriados foram retirados e será que a economia do país melhorou assim tanto?

  6. Na sequência do meu comentário, fui diretamente visado ou interpelado, por outros participantes. Respondi com três comentários dirigidos ao “pobreta”, ao “Bruno Marques” e ao “Zé!”. Nem um foi publicado. Paralelamente, fiz outros comentários, no mesmo dia e por volta da mesma hora, a outras notícias aqui no ZAP e, foram publicadas. Não percebo os critérios mas também não deve ser para perceber, afinal, isto é o ZAP.

RESPONDER

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …