Gurus da tecnologia apelam à ONU que proíba os “robôs assassinos”

Mais de cem especialistas em robótica e Inteligência Artificial, incluindo Elon Musk e Mustafa Suleyman, apelaram às Nações Unidas para prevenir o desenvolvimento dos chamados “robôs assassinos”.

Numa carta enviada à ONU, 116 especialistas do setor, entre os quais o chefe da Tesla, Elon Musk, e o co-fundador da DeepMind, Mustafa Suleyman, alertam para o risco de “uma terceira revolução (na tecnologia) de guerra” e pedem a proibição do uso de Inteligência Artificial no desenvolvimento e uso de armas.

“Uma vez desenvolvidos, estes robôs permitirão um conflito armado numa escala maior do que nunca e em intervalos de tempo mais rápidos que os humanos podem compreender”.

Estas podem ser armas de terror, armas que déspotas e terroristas usam contra populações inocentes, e armas que podem ser hackeadas (e reprogramadas) para fazer coisas indesejáveis”, acrescenta.

Os líderes da tecnologia deixam ainda um tom de urgência e alertam que “não há muito tempo para agir”. “Uma vez aberta, esta caixa de Pandora será difícil de fechar”.

Por isso, os 116 especialistas pedem que esta tecnologia “moralmente errada” seja acrescentada à lista de armas banidas pela Convenção das Nações Unidas sobre Certas Armas Convencionais (CCW).

Na mesma carta, também lamentam o adiamento para novembro de uma reunião de um grupo das Nações Unidas focado em armamento autónomo, que deveria ter discutido o assunto esta segunda-feira.

A ONU já tinha discutido uma possível proibição de desenvolvimento destes “robôs assassinos”. Em 2015, mais de mil especialistas do setor tecnológicos, cientistas e investigadores já tinham escrito uma carta a alertar para os perigos das armas autónomas.

Entre os signatários da carta estavam, além de Elon Musk, o cientista Stephen Hawking e o co-fundador da Apple Steve Wozniak.

O que é um “robô assassino”?

O chamado “robô assassino” é uma arma totalmente autónoma que pode selecionar alvos sem a intervenção humana. Ainda não existe, mas os avanços da tecnologia tornam esta possibilidade algo cada vez mais próximo da realidade.

Defensores desta tecnologia dizem que as leis de guerra atuais são suficientes para resolver quaisquer problemas que possam surgir se estes robôs forem utilizados.

Por sua vez, os que se opõem acreditam que se trata de uma ameaça à Humanidade e que quaisquer “funções de morte” autónomas devem ser banidas.

ZAP // BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Sem dúvida! Nem nunca deveriam ter começado sequer a brincar com IA.
    IA propaga-se como um vírus informático, a realidade é mais complexa que a ficção.

RESPONDER

"Grande erro" da Europa é não usar máscaras, considera especialista chinês

George Gao, diretor dos Centros de Controlo e Proteção de Doenças da China (CDC), considera que o "grande erro" da Europa no combate à pandemia de covid-19 é o facto de as pessoas não usarem …

Obama critica de Trump. "Cada um de nós deve exigir mais dos nossos líderes"

O ex-Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou esta terça-feira que o seu sucessor, Donald Trump, ignorou os avisos sobre os riscos de uma pandemia do novo coronavírus, e recordou o mesmo comportamento quanto às alterações climáticas, …

Covid-19. Hotel cinco estrelas na Austrália vai acolher sem-abrigo

A Austrália vai levar a cabo um projeto piloto que visa retirar das ruas alguns sem-abrigo e transferi-los para hotéis de luxo, protegendo-os assim do novo coronavírus oriundo da China (Covid-19).  O projeto, Hotels With Heart, …

Red Bull equacionou infeção voluntária dos seus pilotos

Um responsável da Red Bull admitiu que propôs aos pilotos da marca austríaca, que participa no Mundial de Fórmula 1, uma estratégia de infeção voluntária de covid-19, visando ficarem imunes no início da temporada. Helmut Marko …

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …

Portugal tem há cinco dias os mesmos 43 recuperados. DGS e especialistas explicam porquê

Portugal regista, desde o passado dia 27 de abril, os mesmos 43 recuperados da Covid-19, segundo os boletins epidemiológicos diários da Direção-Geral da Saúde. Questionado pela agência Lusa sobre a estagnação no número de altas hospitalares …

Morreu o coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril

A Câmara Municipal de Estremoz, no distrito de Évora, prestou esta terça-feira homenagem ao coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril de 1974, que morreu no passado dia 23 de março aos 86 …