Gurus da tecnologia apelam à ONU que proíba os “robôs assassinos”

Mais de cem especialistas em robótica e Inteligência Artificial, incluindo Elon Musk e Mustafa Suleyman, apelaram às Nações Unidas para prevenir o desenvolvimento dos chamados “robôs assassinos”.

Numa carta enviada à ONU, 116 especialistas do setor, entre os quais o chefe da Tesla, Elon Musk, e o co-fundador da DeepMind, Mustafa Suleyman, alertam para o risco de “uma terceira revolução (na tecnologia) de guerra” e pedem a proibição do uso de Inteligência Artificial no desenvolvimento e uso de armas.

“Uma vez desenvolvidos, estes robôs permitirão um conflito armado numa escala maior do que nunca e em intervalos de tempo mais rápidos que os humanos podem compreender”.

Estas podem ser armas de terror, armas que déspotas e terroristas usam contra populações inocentes, e armas que podem ser hackeadas (e reprogramadas) para fazer coisas indesejáveis”, acrescenta.

Os líderes da tecnologia deixam ainda um tom de urgência e alertam que “não há muito tempo para agir”. “Uma vez aberta, esta caixa de Pandora será difícil de fechar”.

Por isso, os 116 especialistas pedem que esta tecnologia “moralmente errada” seja acrescentada à lista de armas banidas pela Convenção das Nações Unidas sobre Certas Armas Convencionais (CCW).

Na mesma carta, também lamentam o adiamento para novembro de uma reunião de um grupo das Nações Unidas focado em armamento autónomo, que deveria ter discutido o assunto esta segunda-feira.

A ONU já tinha discutido uma possível proibição de desenvolvimento destes “robôs assassinos”. Em 2015, mais de mil especialistas do setor tecnológicos, cientistas e investigadores já tinham escrito uma carta a alertar para os perigos das armas autónomas.

Entre os signatários da carta estavam, além de Elon Musk, o cientista Stephen Hawking e o co-fundador da Apple Steve Wozniak.

O que é um “robô assassino”?

O chamado “robô assassino” é uma arma totalmente autónoma que pode selecionar alvos sem a intervenção humana. Ainda não existe, mas os avanços da tecnologia tornam esta possibilidade algo cada vez mais próximo da realidade.

Defensores desta tecnologia dizem que as leis de guerra atuais são suficientes para resolver quaisquer problemas que possam surgir se estes robôs forem utilizados.

Por sua vez, os que se opõem acreditam que se trata de uma ameaça à Humanidade e que quaisquer “funções de morte” autónomas devem ser banidas.

ZAP // BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Sem dúvida! Nem nunca deveriam ter começado sequer a brincar com IA.
    IA propaga-se como um vírus informático, a realidade é mais complexa que a ficção.

RESPONDER

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …